Arquivos da categoria: Estação Agrometeorológica

Sul Catarinense ganha mais duas estações agrometeorológicas

Gravatal - Iria Sartor Araujo

Com início das operações das estações meteorológicas automáticas telemétricas em Gravatal e Rio Fortuna, o Sul Catarinense passa a contar com 19 pontos de monitoramento das variáveis de chuva, temperatura, umidade relativa do ar e molhamento foliar.

Os locais fazem parte da rede de monitoramento da Epagri/Ciram, que possui também estações hidrológicas e meteorológicas, totalizando mais de 192 unidades automáticas instaladas no estado.

Em Gravatal a unidade está localizada junto à Epagri e entrou em funcionamento no final de setembro. Em Rio Fortuna a estação será instalada ainda em outubro.  Os dados coletados por elas são transmitidos de forma automática diariamente, de hora em hora, para um banco de dados localizado em Florianópolis, cujas informações estão disponíveis para a população através dos sistemas de visualização gratuitos como o Agroconnect e Monitoramento On-Line.

As duas estações funcionam independente de energia elétrica, pois são alimentadas por energia solar. A pesquisadora da Epagri/Ciram Iria Sartor Araújo Iria explica que os dados obtidos através delas geram informações para a previsão do tempo, ajudam na tomada de decisões dos agricultores e são essenciais para pautar ações da Defesa Civil. Os dados também auxiliam na emissão de laudos quando ocorrem eventos extremos como ventanias ou chuva intensa, por exemplo.

As duas estações agrometeorológicas foram adquiridas com recursos do projeto Fortalecimento da Infraestrutura de Pesquisa da Epagri – SC (PAC Embrapa 2012), que aportou R$260 mil para a compra de 10 estações. Fonte: Iria Sartor Araújo, pesquisadora da Epagri/Ciram

 

Mais informações: www.epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Sistema de alerta de doenças para a cultura da cebola ganha mais quatro estações agrometeorológicas

cebola

Quatro municípios do Alto Vale do Itajaí e Grande Florianópolis passaram a contar com estações agrometeorológicas automáticas telemétricas: Ituporanga, Chapadão do Lageado, Atalanta e Alfredo Wagner.

As quatro plataformas compõem a rede de 70 estações que subsidiam as informações ambientais necessárias para gerar alertas fitossanitários para a cultura da cebola. Nelas são registrados dados referentes a clima e condições de tempo, disponibilizados de forma pública e gratuita no site da Epagri/Ciram através dos sistemas de visualização como o Agroconnect e CebolaNET.

Todas as estações monitoram, de hora em hora, as variáveis de chuva, temperatura, umidade relativa do ar e molhamento foliar. O técnico da Estação Experimental da Epagri em Ituporanga, Rafael Sizani, destaca que os dados gerados por elas agilizam a tomada de decisão em casos de ocorrência de eventos naturais extremos, como chuvas intensas e estiagem, por exemplo. Já o Agroconnect é um sistema que interpola esses dados e acusa as condições ambientais que favorecem a ocorrência das doenças, gerando avisos para os produtores.

Segundo a pesquisadora da Epagri-Ciram Iria Sartor Araujo, as estações possuem sistema de energia autônomo com painel solar e bateria, sem depender de energia elétrica. “Mesmo em períodos nublados ou chuvosos seu funcionamento é garantido 24 horas por dia”, ressalta.

As quatro estações agrometeorológicas foram adquiridas com recursos do projeto Fortalecimento da Infraestrutura de Pesquisa da Epagri – SC (PAC Embrapa 2012), que aportou R$260 mil para a compra de 10 estações. Com elas a Epagri passará a contar com 190 estações próprias, o que faz de Santa Catarina o estado com maior cobertura de monitoramento de dados ambientais.


Cebola em Santa Catarina

Em Santa Catarina a cebola é a hortaliça que apresenta o maior valor bruto de produção, movimentando um valor aproximado de 370 milhões de reais anualmente. Santa Catarina é o maior produtor nacional, responsável por aproximadamente um terço da área total plantada no país – em torno de 20 mil hectares – e 1/3 da produção nacional (aproximadamente  500 mil toneladas/ano). Além do aspecto econômico, a cultura desempenha um importante papel social, uma vez que é cultivada, em sua quase totalidade, pelos agricultores familiares, com mais de oito mil famílias envolvidas diretamente na atividade. Segundo a Epagri/Cepa, ao final da safra 2019/20, o estado deve colher 529.210t de cebola. Fonte: Iria Sartor Araújo, pesquisadora da Epagri/Ciram

Mais informações: www.epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br