Arquivos da categoria: Cooperbam

Cooperbam chega aos oito anos com importantes conquistas e apoios

massarandubacooperban1   

A produção de banana, no norte catarinense é uma das atividades mais presentes na agricultura familiar e o segmento busca se modernizar e agregar valor à produção.

Fortalecer a agricultura familiar, por meio das ações conjuntas dos produtores para agregar valor à produção, padronização do produto, regularidade no fornecimento garantido de frutas de qualidade cultivadas pelos próprios cooperados são os objetivos da Cooperativa dos Agricultores Familiares de Massaranduba (Cooperbam), com sede no município de Massaranduba, norte do Estado.

Fundada no dia 20 de outubro de 2011, por 22 sócios, o trabalho conjunto dos produtores iniciou em 2008, por ocasião do projeto de modernização do cultivo da banana, oferecido pelo programa de crédito Desenvolvimento Regional Sustentável (DRS) do Banco do Brasil.

Na época, eles eram sócios da Aprobam (Associação dos Produtores de Banana de Massaranduba), mas sentiram a necessidade de se organizarem numa cooperativa, principalmente pela significativa perda da banana no processo de pós-colheita.

O primeiro passo foi à aquisição de um terreno de 7.600 m² na entrada principal da comunidade de Massarandubinha, onde havia quadras para o plantio de arroz. Hoje, a cooperativa possui uma sede bem estruturada voltada à climatização e embarque da banana para o mercado consumidor, com frota própria.

massarandubacooperban3

Em todo o processo, a participação do Governo do Estado, através da Epagri e da Prefeitura Municipal de Massaranduba, foi fundamental.

massarandubacooperban2

SC Rural

Em 2014, a cooperativa buscou apoio financeiro do Programa SC Rural para a construção de uma unidade para a industrialização da banana. O objetivo era ter logística de entrega para comercialização de banana “ini natura” e climatizada –  logística para suprir necessidades de transporte de cargas entre as casas de embalagens, implantar uma agroindústria de beneficiamento para aproveitamento do excesso da produção, da fruta classificada com baixa qualidade e uma sede centralizadora das atividades da cooperativa.

O valor total a ser investido: R$ 600.159,68, recebeu o apoio do SC Rural de R$ 300.000,00 e recursos da Instituição: R$ 300.159,68

NITA          

Em 2018, o apoio do Governo do Estado para a Cooperbam, foi através do Núcleo de Inovação Tecnológica para a Agricultura Familiar – NITA, vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura.

Com esse apoio financeiro, a Cooperbam adquiriu uma secadora de frutas, para fabricar derivados da banana e assim melhorar o aproveitamento das frutas, que tinham perdas significativas na pós-colheita e que não eram comercializadas.

Segundo o Presidente Célio Jaroczinski a Cooperbam, o secador veio auxiliar na expansão da comercialização dos produtos realizados a partir das bananas que não era aproveitadas “Essa máquina abriu novas possibilidades de negócios para a cooperativa e contribuiu para reduzir o volume de desperdício da banana, sem perder o seu valor nutricional, agregando valor à produção”. Entre os vários pontos positivos do secador de frutas destaca-se a redução de perdas no pós-colheita, a garantia de rendimento na entressafra, além do preço de venda ser superior ao da fruta in-natura.

massarandubacooperban4

A máquina, que foi desenvolvida numa parceria do NITA com a statup QPrime, de Florianópolis, é até 50% mais eficiente do que os sistemas convencionais e mantém a qualidade das frutas após a secagem. O investimento para a instalação do equipamento é de R$ 24,7 mil e o Governo do Estado contribuiu com 80% deste valor. Além do apoio financeiro, a Cooperbam contou com o apoio técnico do NITA que auxiliou, com orientação desde a instalação e processamento, até informações do mercado.

massarandubacooperban

A sede da cooperativa conta com câmaras de climatização, onde as frutas dos associados passam pelo processo e seguem para o mercado consumidor de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e para a rede Cooper.

A Coopeban está com o projeto da indústria previsto para iniciar em 2020, com a produção de derivados da fruta como bala, doce, polpa, mariola, banana passa e outros, com aproveitamento do excedente.

 

Mais informações: https://www.facebook.com/cooperativacooperbam/

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br