Arquivos da categoria: Ituporanga

De pai para filho: a cada palavra um ensinamento, a cada abraço um sentimento

ituporangapaifilho

Confira uma reportagem especial contando a história de pai e filho que moram no município de Ituporanga, trabalham juntos no campo: nessa relação, não falta cumplicidade para superar as dificuldades.

Acesse: http://rbatv.com.br/noticia/de-pai-para-filho-27766

 

Mais informações: emituporanga@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Grupo “Sabor do Campo” de Ituporanga é exemplo de cooperativismo

     ituporangagruposite

Unir o que cada família produz de melhor, obter volume de produção e ganhar o mercado com alimentos de alta qualidade. O grupo “Sabor do Campo”, do município de Ituporanga é um daqueles exemplos de pequenos grupos de trabalho que começaram devagar, sem grandes pretensões, e tornaram-se um modelo de sucesso em empreendedorismo. A proposta coletiva neste caso é ofertar alimentos seguros e diferenciados. Produtos que tenham, realmente, aquele gostinho colonial do campo.

Historicamente, a Epagri do município de Ituporanga, região do Alto Vale, trabalha com sistemas de produção. Mas, além do cultivo de alimentos de qualidade, os extensionistas viram a necessidade de acompanhar essa produção pós-porteira. Ou seja, pensar no mercado. Assim, em 2013, algumas famílias se uniram para discutir comercialização, iniciando então as vendas para programas institucionais, como alimentação escolar e feira municipal.

“Essas parcerias com os municípios são fundamentais. Também há o resgate da participação da família, da tomada de decisão entre familiares, do empoderamento do produtor. Pensar coletivamente fez também com que muitos agricultores voltassem a estudar. Os resultados são muito bons”, explica Katiucia Visentainer, extensionista rural da Epagri.

ituporangagrupo3

ituporangagrupo1

Como diferencial, produtos coloniais, massas caseiras, sistema de rastreabilidade, manejo impecável de lavouras. O Grupo Sabor do Campo tem hoje 22 famílias associadas. “Nós produzimos tudo artesanalmente, por isso o sabor diferenciado. O que eu quero para minha família, eu também quero oferecer ao meu cliente”, conta a agricultora Solange Lichtenfelz, que produz pães, bolachas e tortas.

ituporangagrupo2

ituporangagrupo4

Alimento seguro é um dos lemas desse grupo. Por isso, o Sistema de Plantio Direto é amplamente divulgado pela Epagri e utilizado pelos agricultores. Segundo o extensionista rural da Epagri, Édio Zunino, a família começa testando em áreas menores e, em seguida, adota a técnica na propriedade inteira. “Em alguns casos, o agricultor consegue reduzir em 50% seu custo de produção, com produtividade igual ou maior que no sistema convencional”, lembra Édio.

ituporangagrupo5

Completar o caminho desses produtos, sem intermediários, até o supermercado ou na merenda escolar é a grande vantagem desse projeto. É mais renda que chega aos agricultores, com segurança e qualidade para quem consome os alimentos produzidos de forma responsável no campo.

Quer ver essa matéria completa em vídeo? Acesse nosso canal no YouTube e confira muitas outras reportagens. (https://www.youtube.com/user/epagritv/videos)

 

 

Mais informações: emituporanga@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Ituporanga festeja seu principal produto – a cebola

festaceboa     

A 25ª Expofeira Nacional da Cebola acontece de 4 a 7 de abril, no Parque Nacional da Cebola, na comunidade Cerro Negro, município de Ituporanga, Alto Vale do Itajaí, com uma programação intensa.

festacebola

A Administração Municipal entende que a Festa Nacional da Cebola, além de ser uma referência da cidade para todo o Estado, já que esta é a maior festa agrícola de Santa Catarina, também gera o desenvolvimento econômico e social, tendo em vista o envolvimento da comunidade em sua organização e o estímulo ao comércio e prestadores de serviço.

Além da programação tradicional da festa como o tratoraço, exposição da cebola, seminários, feira interna e externa e shows nacionais, a 25ª edição terá muitas novidades e promete oferecer aos moradores de Ituporanga e todo o público visitante, momentos de diversão, entretenimento e conhecimento.

festacebola3

“A festa terá o mesmo molde do ano passado, com uma programação que contempla shows nacionais, rodeio country, feiras, exposições, seminário, apresentações culturais, gastronomia e muito mais”, comentou o prefeito de Ituporanga, Osni Francisco de Fragas, o Lorinho.

 “Temos a consciência de que a festa contribui notavelmente para a economia não só de Ituporanga como também de toda a região, além de valorizar nosso produto destaque que é fundamental em nossa base da receita, que é a cebola”, explicou o presidente da 25ª Festa Nacional da Cebola, Adriano Velho.

festacebola5

festacebola4

Histórico

A Festa da Cebola surgiu diante da necessidade de divulgar a qualidade do produto da região e de fomentar a comercialização da cebola em nível nacional.

Com um início modesto, a primeira edição ocorreu em 1981 com o nome de EXPOCACE (Exposição Catarinense de Cebola), sendo realizada nas dependências da Igreja Matriz. A segunda, terceira e quarta edições da EXPOCACE ocorreram em um pavilhão de eventos de propriedade do município, no centro de Ituporanga.

festacebola2

Em 1984, as coisas ficaram maiores: por meio de um Ato Oficial do Ministério da Agricultura e Abastecimento, a EXPOCACE ganhou magnitude nacional e deu lugar para a EXPONACE (Exposição Nacional da Cebola).

A primeira edição da EXPONACE ocorreu no período de 14 a 17 de fevereiro de 1985 e marcou a construção do Parque Nacional da Cebola, na localidade do Cerro Negro, que hoje conta com uma área de terras de 265.000m² e uma área construída de 20.000m².

As festas se sucederam procurando sempre atrair o público com atrações cada vez maiores e apresentando novas alternativas e tecnologias para a produção de cebola, destacando e aumentando ainda mais a qualidade da produção local.

 

Veja mais sobre a cultura da cebola no endereço abaixo:

http://www.clicrbs.com.br/sites/swf/DC_cebola/index.html

 

Mais informações: www.festadacebola.com.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Sucesso da cebola Valessul, desenvolvida pela Epagri fez surgir um problema – a biopirataria

 ituporangacebola1

Produtores de cebola e pesquisadores da Epagri estão comemorando os bons resultados da primeira safra comercial do cultivar Valessul. Lançado em 2017, ele reúne as melhores características de outras variedades lançadas pela Estação Experimental de Ituporanga.


ituporangaceboal2

O agricultor Valdir Klaumann, de Ituporanga colheu mais de 250 toneladas de cebola que cultivou em 7 hectares. Uma produtividade que variou de 35 a 40 toneladas por hectare. “É uma variedade muito boa desenvolvida pela Epagri, gostei muito porque tem boa casca, é resistente ao míldio, coloração impecável. Tenho hoje uma safra excelente e ainda consigo colher 15 dias antes de outras variedades”, explica S. Valdir. Ele decidiu apostar sem medo na Valessul, já que ocupou praticamente toda a área produtiva com a nova semente. Cuidou bem da terra, caprichou no manejo e confiou no que diziam os técnicos da Epagri.

ituporangacebola3

Para desenvolver a cebola Valessul, os pesquisadores ouviram quem produz e buscaram atender necessidades específicas dos agricultores. De acordo com o pesquisador da Epagri, Daniel Pedrosa Alves, tanto empresas quanto os consumidores e os próprios agricultores preferem cebola com casca mais avermelhada, com bulbos de maior qualidade. “Até então, a cebola que reunia essas características era a Crioula, mas com a colheita em dezembro. Essa época traz juntos os problemas climáticos, como excesso de chuva e calor. A Valessul então consegue unir as melhores características e ainda com ciclo curto, podendo ser colhida em novembro”, conta Pedrosa.

Com o sucesso da Valessul, surge um problema. A biopirataria. Empresas não autorizadas que comercializam sementes de baixa qualidade, como sendo, as originais da Epagri. No caso da Valessul, apenas uma empresa foi credenciada para a multiplicação do material, conforme explica Gerson Henrique Wamser, pesquisador da Epagri. “A Agritu Sementes é a empresa certificada, com exclusividade, para comercializar a Valessul. A escolha seguiu critérios como o maior valor de royalties e melhor plano de produção das sementes que atendesse as necessidades da Epagri e dos agricultores”, detalha Gerson.

Líder na produção nacional de cebola, Santa Catarina deve, em pouco tempo, ter a Valessul dominando as lavouras do Estado, depois de uma primeira safra que superou as expectativas.

Quer conferir a matéria completa em vídeo? Acesse e veja essa e outras reportagens produzidas pela Epagri no: https://www.youtube.com/user/epagritv.

Mais informações: eeitu@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Protetores Ambientais de Ituporanga visitam associação em Itajaí

ituporangaprotetor

Na tarde do dia 18 de agosto, os protetores ambientais da turma de Ituporanga, visitaram a Associação das Agropecuárias da Bacia do Itajaí (AABRI).

Os alunos do programa visitaram as instalações da associação e foram agraciados com uma palestra sobre a Lei 9.974/2000, que "disciplina a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda comercial, a utilização, a importação, a exportação, o destino final dos resíduos e embalagens, o registro, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus componentes e afins" e implementou em colaboração com o poder público, programas educativos e mecanismos de controle e estímulo à devolução das embalagens vazias por parte dos usuários.

O Dia Nacional do Campo Limpo é a data para celebrar os excelentes resultados da logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Brasil e reconhecer os elos da cadeia do Sistema Campo Limpo (agricultores, canais de revenda e cooperativas, indústria fabricante e Poder Público).

Comemorado anualmente em 18 de agosto, o DNCL faz parte do Calendário Nacional desde 2008 e é sinônimo de integração e conscientização.

Em torno dessa data, a celebração do DNCL é estendida às comunidades locais, por meio de ações comunitárias, concursos em escolas, palestras em universidades, encontros com autoridades locais etc, no intuito de levar à região do entorno das unidades de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas reflexão, conscientização e participação em atividades relacionadas à conservação do meio ambiente.(Texto e fotos: Soldado André Borghuezan,3º pel/2ª cia/1ºBPMA)

 

Mais informações:

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

2ª Companhia de Policia Militar Ambiental forma nova turma de Protetores Ambientais de Ituporanga

ituporangaprotetor1

No dia 25 de novembro, sob a coordenação do 3º Pelotão da 2ª Companhia de Policia Militar Ambiental, com sede no município de Rio do Sul, aconteceu a formatura da segunda turma do curso de Protetores Ambientais, do município de Ituporanga.

ituporangaprotetor3A solenidade, realizada na Câmara Municipal de Vereadores foi prestigiada pelos familiares dos formandos, instrutores e convidados especiais, entre eles o 1ºTen PM Nilvo Pfleger, Comandante do 3º Pelotão da 2ª Companhia de Policia Militar Ambiental, a 2ªTen Polliana Müller Giacomin, Comandante do Bombeiro em Ituporanga, Douglas Roberto Martins, Promotor Público da Comarca de Ituporanga, Cb.PM Marcio Dirksen, instrutor de Busca e Salvamento, Sd.PM Luiz Antonio Batista, instrutor do Programa Protetor Ambiental da 2ªCia de Blumenau, SdPM Adriano Stuepp, instrutor do Proerd da 4ªCia/13ºBPM, o Prefeito Municipal, Arno Alex Zimmermann, o Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Leandro Heinzen e o biólogo e perito ambiental, Nilo Batista, entre outros.

Após a formação da mesa de autoridades, os formandos foram conduzidos ao local pelo coordenador do curso, Sd PM André Corrêa Borguezan, do Grupo de Educação Ambiental 3º Pelotão da 2ª Companhia de Policia Militar Ambiental.

ituporangaprotetor2

Receberam o Certificado de Protetor Ambiental

Alexandra Defreyn, Barbara Monique Worlmeeyer, Cassiane Martins, Claudia A.Hlerdt, Claudio Eduardo Hamm, Cleiton Nei Padilha, Djeiferson W.S. Funk, Eduardo Reitz, Emanuel Hang, Felipe Miguel Cunha, Gabrieli A.B. de Lima, Ingrid de Souza, Janieli Alflen, Jean Schuller, Juliana da Conceição, Kananda dos Santos, Luciano Bakes, Maicon Evaldo de Souza, Maria Fernanda Farias, Paloma Conhack, Pamela C. da Rosa, Patrick Weiss, Ruan H.da Silva, Samara Taine Costa, Sâmia tanis Costa, Stefdny Cristini Rosa, Taili Hamm e Willian Hansmann.

Após, a protetora ambiental, Claudia A.Hlerdt proferiu o juramento, acompanhada pelos demais formandos. Eles firmaram o compromisso em adotar as práticas de proteção e salvaguarda dos recursos naturais, assimiladas no curso, zelando pelo meio ambiente equilibrado e servindo de difusores das ideias conservacionistas, e das normas que tutelam o bem ambiental.

ituporangaprotetor6 ituporangaprotetor7 ituporangaprotetor11

Na solenidade, alguns protetores ambientais foram homenageados com o destaque Mérito Intelectual e Mérito Disciplina.

A protetora ambiental, Taili Hamm, que também foi oradora da turma recebeu o Destaque Intelectual, em razão do seu aproveitamento escolar.

A protetora ambiental, Ingrid de Souza recebeu o prêmio de Destaque Disciplina, por sua conduta durante o curso.

Segundo o Sd PM André Corrêa Borguezan, do Grupo de Educação Ambiental, o curso iniciou em 04 de junho, com uma carga horária de 180 horas aulas, entre aulas teóricas e atividades práticas.

“Esta é a 22ª turma de Protetores Ambientais, que a Polícia Militar Ambiental forma na região do Alto Vale do Itajaí e tem a satisfação de partilhar com a comunidade, a capacitação de 28 adolescentes, que a partir de agora serão os multiplicadores dos ensinamentos recebidos durante o curso, sensibilizando os munícipes no trato das questões ambientais”, destaca o Sd. Borguezan, coordenador e instrutor do curso.

 

Programa Protetor Ambiental é coordenado pelo Batalhão de Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina, desde 1999, de forma pioneira. È desenvolvido em parceria com o Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Poder Público Municipal, outras instituições, profissionais voluntários, das diversas áreas do conhecimento, ligadas ao meio ambiente, que se dedicam a trabalhar com os protetores ambientais as disciplinas e atividades práticas previstas no cronograma de curso.

O Programa SC Rural, apoia o batalhão de Polícia Militar Ambiental na ampliação do Programa Protetor Ambiental, que vai promover, até o ano de 2016, 60 cursos para formação de 1.800 adolescentes de 11 a 14 anos. Eles serão treinados e disciplinados para auxiliar a Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina em suas atividades de educação ambiental.

 

Mais informações: 3ºPel/2ªCia/BPMA de Rio do Sul – (47) 3526 3213  

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4031
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br