Arquivos da categoria: São Miguel do Oeste

Programa “Queijo Vila Oeste”

smoestequeijo

Foi realizado, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de São Miguel do Oeste, o Seminário Queijo Vila Oeste, voltado a produtores rurais interessados em aderir ao programa, viabilizado pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Agricultura, em parceria com a Epagri e IFSC.

O objetivo do encontro, que aconteceu no dia 20 de agosto, foi esclarecer o funcionamento da iniciativa. As explanações foram conduzidas por pesquisadores do Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar – Epagri/CEPAF, de Chapecó.

De acordo com o prefeito, Wilson Trevisan, a ideia é reunir um grupo de pelo menos 30 agricultores, que receberão toda a assistência técnica necessária para inserir no mercado consumidor o queijo artesanal a base de leite cru. “Além de pioneiros, queremos servir de modelo nesta iniciativa”, salientou Trevisan.

O gerente regional da Epagri, Sidinei Simon, ressalta o pioneirismo do projeto no Estado de Santa Catarina, e enalteceu a iniciativa da Administração Municipal de São Miguel do Oeste em apoiar um projeto de pesquisa que resultará em ganhos para o setor agrícola do Extremo-Oeste.

O secretário municipal de Agricultura, Antonio Orso, disse que o leite é o “petróleo branco” da região, e é necessário incentivar formas alternativas de produção, que agreguem valor ao produto, como é o caso do queijo colonial. Fonte:oesteemfoco.com.br/

 

Mais informações: grsmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Bovinocultura de leite e gestão de propriedades: novos olhares da juventude rural

   smoestecidasc21

Um grupo de jovens rurais do estremo oeste de Santa Catarina que participam do curso de qualificação com foco em bovinocultura de leite e gestão de propriedades, participaram no início de agosto de mais uma etapa da formação.

Segundo a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, o curso acontece desde o mês de abril, no Centro de Treinamento da Epagri, em São Miguel do Oeste – Cetresmo, com aulas teóricas, práticas e excursões técnicas. “Percebemos uma evolução positiva do grupo que está muito comprometido com a formação. Temos relatos de famílias sobre o impacto positivo nas relações de trabalho nas unidades familiares. Este público trouxe novas demandas de trabalho e está acessando importantes políticas públicas estaduais e municipais”.

smoeste-cidasc2

No período da manhã, os jovens receberam orientações do extensionista da Epagri, Clístenes Guadagnin, sobre Manejo de Solo e Água nas Propriedades Rurais, e do analista financeiro do Sicoob, Cristian Ludwig, sobre Gestão de Recursos Pessoais.

smoestecidasc3

smoestecidasc4

À tarde, eles foram até a propriedade da família Orso, na Linha Aparecida, onde acompanharam explanações do médico veterinário da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc, Ody Gonzalves, sobre Brucelose e Tuberculose e do médico veterinário da Epagri, Jaime Prestes, acerca de Doenças Reprodutivas em Rebanhos Leiteiros. Também puderam conhecer as instalações e o funcionamento das atividades da propriedade.

A extensionista Simone ressalta que o Estado, o Município e demais parceiros do projeto, têm sentido a importância de trabalhar com os jovens rurais e já oportunizam ferramentas para fomento e incentivo à atuação nas propriedades. Exemplo disso, é o Governo do Estado que disponibiliza para este público, kit forrageiro, kit informática e recursos para a implantação e desenvolvimento de projetos de vida, por meio do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR).

O secretário Antônio Orso afirmou que a Administração Municipal é parceira neste projeto que vem formando jovens do interior, os quais pretendem dar continuidade às atividades de seus pais e avós, preservando a produtividade nas propriedades rurais. “Queremos contribuir com o fortalecimento do homem do campo e aumento de sua produtividade e renda. Temos muitos jovens aqui com grande potencial, precisamos incentivá-los a ficar na propriedade e melhorar a cada dia”.

Além da Prefeitura de São Miguel do Oeste e da Epagri, estão juntos neste projeto, Sicoob, Cooper Alfa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato dos Produtores Rurais, Associação 25 de Maio, Sulcredi, Sicredi e Acismo. Fonte: portal peperi/Foto: Prefeitura de São Miguel do Oeste

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Técnicos da Cidasc de São Miguel do Oeste palestram para jovens rurais

flordosertaocidascjovens1

Técnicos do Departamento Regional da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Cataria – Cidasc de São Miguel do Oeste participaram, do 4º Curso de Bovinocultura de Leite para Jovens Rurais, em Flor do Sertão.

smoestecidascjovens3

O curso, promovido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri, contou com a presença de 30 jovens produtores da região e teve como objetivo promover capacitação em pecuária de leite, buscando um novo olhar para a atividade, como parâmetros e potencial utilizados para produção de leite em diferentes propriedades rurais, taxa de oferta de pastagens e estrutura de um rebanho. Fonte:Cidasc/Foto: Epagri

 

Mais informações: smoeste@cidasc.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

1º Congresso Regional de Agropecuária Inovadora

 

smoesteevento

Nos dias 4 e 5 de julho, no município de São Miguel do Oeste será realizado o 1ºCongresso Regional de Agropecuária Inovadora. A promoção é da AMEOSC – Associação dos Município do Extremo-oeste, com apoio de várias entidades públicas e privadas.

O objetivo é analisar o cenário da atividade agropecuária, oportunizando técnicas de gestão eficiente e conhecimentos inovadores para o desenvolvimento da agropecuária da região, considerando a sustentabilidade econômica, social e ambiental de nossas propriedades.

O evento deve debater as potencialidades do setor através de palestras, mesa redonda e cases de sucesso no setor. 

A programação do evento, palestrantes e inscrições podem ser obtidas no site:

https://doity.com.br/congresso-de-agropecuaria-ameosc

 

 

Mais informações: www.ameosc.org.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Gerente da Epagri de São Miguel do Oeste media simpósio internacional sobre nóz pecã

 smoesteseminario3  

O gerente regional da Epagri de São Miguel do Oeste, Sidinei Simon, participou do 2º Simpósio Sul-Americano da noz-pecã e da 2ª abertura oficial da colheita da noz-pecã, que aconteceram nos dias 11 e 12 de abril, em Cachoeira do Sul-RS.

Sidinei Simon, fez a mediação entre pesquisadores brasileiros, argentinos e uruguaios falando sobre os desafios da pesquisa nestes países.

smoesteseminario1

Participaram nos dois dias do evento produtores rurais, empresários, técnicos, comerciantes, industriais, extensionistas, estudantes e pesquisadores.

smoesteseminario2

Segundo Simon, na manhã da sexta-feira, 12, foi visitada uma fazenda com 700 hectares de Nogueira Pecã – Pecanita Agroindustrial no município de Cachoeira do Sul. Ele explicou que os debates sobre o cenário atual e tendências de mercado, além de palestras sobre técnicas de produção fizeram parte do simpósio. Também aconteceu uma mostra de trabalhos científicos, pela primeira vez, especificamente para Nogueira-Pecã.

smoesteseminario5 smoesteseminario4

O gerente da Epagri cita que o evento tem como objetivo fortalecer o cultivo da nogueira-pecã como alternativa de diversificação produtiva e geração de renda para a agricultura brasileira. Foram discutidas a oportunidade de presenciar e interagir com os diferentes segmentos da produção e as novidades e tecnologias para melhoria da produção e da qualidade do noz-pecã numa aproximação entre os elos da Cadeia Produtiva.

Simon destaca que novas espécies de nogueiras estão produzindo já aos quatro anos, com o pico da produção aos 10. Antigamente uma nogueira, para chegar ao pico de produção, precisava de 20 anos. Lembra que a cultura vem crescendo muito na região, pois há cinco anos havia apenas 30 hectares de plantação e hoje já chegam a 200 hectares de nozes. Hoje, o valor de cada muda gira em torno de R$ 50,00.  Fonte: Portal Peperi.

Mais informações:  grsmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais do Extremo Oeste iniciam curso de organização, gestão e protagonismo

smoestecursojovens-

Iniciou este mês o Curso Organização, Gestão e Protagonismo com Jovens Rurais do Extremo Oeste Catarinense, no Centro de Treinamento de São Miguel do Oeste (Cetresmo).

A aula inaugural foi realizada no dia 2 de abril com 30 jovens, acompanhados de seus familiares, secretários municipais da agricultura, prefeitos e técnicos da Epagri dos municípios que foram contemplados com o curso: Belmonte, Bom Jesus do Oeste, Cunha Porã, Descanso, Iporã do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste, Serra Alta e Tunápolis.

De acordo com as coordenadoras do curso, extensionistas sociais Flavia Maria de Oliveira e Jane Alice Gotardo Zanin, os objetivos do curso são construir e oferecer conhecimentos para desenvolver competências nas áreas humana, social, ambiental, técnica e de gestão da propriedade rural, além de capacitar os jovens para a execução de atividades agropecuárias rentáveis, melhorando a qualidade de vida e viabilizando a permanência desse grupo no campo.

Durante a cerimônia de abertura do curso, a líder do Programa Capital Humano e Social da Epagri na região Extremo Oeste, Lilian Mortari Castelani, ressaltou os trabalhos realizados desde as primeiras turmas de jovens rurais formadas na região e os sucessos alcançados com as famílias atendidas na ação. No evento o professor Celso Bergmaier, do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de São Carlos, ministrou a palestra “Economia social rural: um estudo de caso dos clubes 4S de São Carlos”, mostrando dados do seu trabalho de doutorado, bem como sobre juventude rural e a sucessão.

smoestecursojovens--

O curso será realizado durante oito alternâncias, de três dias por mês, quando os jovens ficam hospedados no Cetresmo. Nesses encontros os jovens terão atividades teóricas e práticas, com atividades de campo e viagens técnicas, para reconhecimento e apropriação dos conteúdos trabalhados em sala de aula. Além disso, serão ministradas oficinas de alimentação, atividades de cultura e lazer e palestras de assuntos solicitados pelos jovens.

De acordo com a coordenação, essas atividades se configuram como momentos de atividades extras. Todos os instrutores do curso são extensionistas da Epagri das regionais de São Miguel do Oeste e Palmitos. Além das atividades realizadas no Centro de Treinamento, os jovens receberão assistência técnica periódica dos profissionais dos escritórios municipais da Epagri.

O curso Organização, Gestão e Protagonismo é resultado de uma parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e  a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina.Fonte:Epagri

 

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Curso de qualificação para jovens rurais teve início em São Miguel do Oeste

smoestecursojovenssite1  

O lançamento do curso “Qualificação de Jovens Rurais com foco em bovinocultura de leite e gestão de propriedades”, aconteceu no dia 29 de março,no Centro de Treinamento de São Miguel do Oeste.

smoestecursojovenssite2

Além dos jovens que participarão da formação, prestigiaram a solenidade autoridades e representantes de instituições parceiras do projeto, entre elas a Prefeitura de São Miguel do Oeste, Epagri, Sicoob, Cooper Alfa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato dos Produtores Rurais, Associação 25 de Maio, Sulcredi, Sicredi e Acismo.

Conforme a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, este curso vem sendo pensado há quase um ano, com debates acerca de sua relevância, conteúdos, instrutores, locais para visitas, entre outros assuntos pertinentes. “Teremos nove encontros na segunda terça-feira de cada mês. No período da manhã, será estudada a parte teórica, no Cetresmo; e à tarde, os jovens farão visitas a diferentes propriedades rurais, onde terão aulas práticas”.

smoestecursojovenssite3

Durante o lançamento, o público acompanhou a palestra do engenheiro agrônomo Jonas Ramon, que explanou acerca do tema “Pecuária Leiteira de Resultados”.

No dia 09 de abril inicia oficialmente o curso que terá sempre a instrução de profissionais da Epagri e, em todos os encontros um dos parceiros do projeto estará apresentando o seu portfólio. Este primeiro encontro terá a participação do engenheiro agrônomo Jean Pilguer, coordenador do Programa de Pecuária, E no período da tarde, visita a uma propriedade em Itapiranga, que é uma unidade de referência tecnológica em produção de leite a base de pastagens perenes. Fonte:Portal Peperi

 

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Dia de Campo em São Miguel do Oeste

smodiadecampo1

Agricultores e estudantes pariciparam, na última semana, de um Dia de Campo na propriedade da família Baumgratz, no bairro Santa Rita, que hoje é a unidade referência para o SPDH (Sistema Plantio Direto de Hortaliças).

A atividade foi desenvolvida numa parceria entre a Prefeitura de São Miguel do Oeste, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Piscicultura, Epagri e IFSC, a fim de difundir tecnologias para a produção de hortaliças. 

Segundo a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, o trabalho foi desenvolvido a partir de três eixos relacionados à produção de hortaliças: 1. uso da água e manejo da irrigação; 2. uso e manejo do solo e os princípios do SPDH; e 3. apresentação da máquina para plantio direto de hortaliças, desenvolvida pelo curso de Eletromecânica do IFSC. 

smodiadecampo2

Os participantes foram divididos em três grupos e tiveram a oportunidade de passar por três estações, orientados por profissionais da Epagri e do IFSC. 

Simone lembra que a ação integra uma proposta de qualificação dos olericultores de São Miguel do Oeste, desenvolvida por meio do programa da prefeitura, Novo Rural. 

Segundo o secretário Renato Romancini, o Novo Rural tem várias ramificações e uma delas é a horticultura, por meio do qual a municipalidade auxiliou até o momento 17 famílias de agricultores que comercializam produtos na feira livre, nas feiras itinerantes e no programa de alimentação escolar da rede municipal. "A Prefeitura repassou recursos a estes agricultores, visando à qualificação da atividade. Queremos estimular a adesão a este sistema que preconiza a produção de alimentos limpos, buscando mais qualidade na produção, ampliação da área cultivada e produtividade". 

Um dos membros da família, Rudi Inácio Baumgratz, relata que as dificuldades existem, mas com esforço e dedicação os desafios vão sendo superados. "Ficamos felizes em poder partilhar com outras pessoas o nosso trabalho. Aqui, nos dedicamos à produção de brócolis e couve-flor, mas temos buscado aperfeiçoamento diário com o apoio de nossos parceiros". Fonte: www.folhadooeste.com.br

Mais informações: emsmo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Feira itinerante da agricultura familiar é lançada em São Miguel do Oeste

smigueloestefeira1

A Feira Itinerante é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Agricultura e a Epagri e foi lançado oficialmente no sábado, 30, na praça Belarmino Anoni, no município de São Miguel do Oeste.

smigueloestefeira4

De acordo com o secretário de Agricultura, Renato Romancini, a feira itinerante vai seguir um roteiro pré-definido. Os feirantes estarão no 1º sábado de cada mês no bairro Progresso; no 2º sábado, no bairro Estrela; no 3º no Agostini e no 4º sábado no São Luís. Além disso, a feira também será realizada os sábados, na Praça Belarmino Annoni.

smoestefeirafolhadooeste1

A Feira Itinerante não vai interferir na feira livre que acontece no pavilhão da rua Marcilio Dias. A garantia é do secretário de Agricultura, Renato Romancini. A feira do centro vai continuar nos mesmos dias e horários. Ele disse que o objetivo do projeto é permitir que mais moradores da cidade tenham acesso à Feira mais perto de casas, com grande variedade de produtos de origem vegetal e artesanato. Os agricultores interessados em participar das feiras nos bairros podem entrar em contato com a Secretaria de Agricultura ou a Epagri. Fonte:Cristian Lösch / Portal Peperi

 

Mais informações: saomigueldooeste@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Produtores do extremo Oeste discutem Cadeia Produtiva do Leite

smoesteseminarioleite1

Foi realizado na segunda-feira, 18, no salão Paroquial da Igreja Matriz em São Miguel do Oeste, o Seminário Regional sobre a Cadeia Produtiva do Leite. A ação é uma realização de diversas entidades ligadas à agricultura familiar.

smoesteseminarioleite2

O seminário busca construção de propostas para a cadeia produtiva do leite, principalmente frente as mudanças propostas pelo Ministério da Agricultura na legislação.

 

smoesteseminarioleite3

As mudanças propostas pelo MAPA vão trazer prejuízos e vai tornar a atividade leiteira inviável. A afirmação é do Deputado estadual do PT Dirceu Dresch. Segundo ele as medidas vão custar muito caro para os produtores. Dresch salienta que estas normativas tratam do manejo com o gado leiteiro, transporte e refrigeração, situações que são diferentes em cada região do país e que se confirmar será inviável. Ele comenta também que o leite produzido em nossa região é um dos melhores do Brasil e pode ser considerado um dos melhores do mundo.

Dresch comenta também que a pauta elaborada no dia de hoje será encaminhada ao Ministério da Agricultura e Pecuária a fim de ajustar as normativas. Segundo ele, o setor vem perdendo o valor ao longo do tempo e se casos sejam efetivadas essas medidas o agricultor familiar e também as agroindústrias vão perder ainda mais. Fonte: portal Peperi

Mais informações: grsmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br