Arquivos da categoria: São Miguel do Oeste

Programa Protetor Ambiental é homenageado em São Miguel do Oeste

smoesteprotetor1

Os vereadores de São Miguel do Oeste aprovaram, uma moção de aplauso parabenizando a Polícia Militar Ambiental pelos 10 anos do Programa Protetor Ambiental (Proa) na região do Extremo Oeste.

A homenagem foi proposta pelos vereadores do MDB Claudia de Oliveira, Gilberto Berté e Silvia Kuhn e entregue ao comandante da Polícia Militar Ambiental, capitão Everton Roncaglio, e a membros do Programa.

Os vereadores lembraram que o Programa Protetor Ambiental surgiu em 1999, no município de Rio do Sul e se consolidou na missão da Polícia Militar Ambiental, tornando-se instrumento de educação ambiental.

“Em 2019, o programa Protetor Ambiental comemora duas décadas de história, tendo formado mais de 5 mil jovens catarinenses. Essa formação se solidifica por integrar valores pertinentes a um cidadão ético, crítico e principalmente comprometido com as questões ambientais”, ressaltam os autores da moção de aplauso.

Ao lembrar as origens do programa, os vereadores citam que este iniciou com a Guarda Ambiental Mirim, que previa durar apenas dois meses. “A árvore deu frutos e o programa se estendeu rapidamente a muitos cantos catarinenses. Alcançou no ano de 2002 a cidade de Lages; em 2006, eram 20 as cidades contempladas com o programa, quando então, ao final daquele ano, a Polícia Militar Ambiental havia formado mais de 500 jovens”, ressaltam.

Na sequência, o Programa surge na região do Extremo-Oeste catarinense, no município de São José do Cedro e se expandia a cada ano, mas foi somente em 2013 que ele ganhou status de programa oficial da Polícia Militar de Santa Catarina por meio da diretriz operacional permanente. Assim, lema, uniforme, mascote e conteúdo pedagógico se tornaram oficiais. Desde então, já se somam a outras 14 turmas formadas e duas em formação, que ao final deste ano totalizarão 20 grupos de protetores ambientais.

“O Protetor Ambiental objetiva desenvolver uma percepção diferenciada do ambiente que nos engloba. Com o lema ‘ninguém preserva o que não conhece’, as atividades são delineadas para levar os adolescentes a um comportamento voltado à preservação da vida em todas as suas formas, tornando-os multiplicadores das ações e atitudes de respeito à natureza e ao meio que os cerca. São, sim, defensores do meio ambiente, porque foram formados a partir das práticas voltadas à sua preservação, mas sobretudo foram forjados a partir de elementos de integração social e formação cidadã, o que os tornam jovens diferenciados no ambiente onde se inserem”, justificam os vereadores. Fonte: Portal Peperi

smoesteprotetor2

Programa Protetor Ambiental 

O Programa Protetor Ambiental é um programa institucional da Polícia Militar de Santa Catarina, desenvolvido pelo Batalhão de Polícia Militar Ambiental, em parceria com o Ministério Público, Poder Judiciário, Poder Público Municipal e contou com o apoio do Programa SC Rural.

Programa SC Rural, apoiou a Polícia Militar Ambiental na ampliação do Programa Protetor Ambiental, que promoveu, até o ano de 2016, 60 cursos para formação de 1.800 adolescentes de 11 a 14 anos. Eles foram treinados e disciplinados para auxiliar a Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina em suas atividades de educação ambiental.

Mais informações: pmasmocmt@pm.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305 
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Agricultores do Extremo Oeste conhecem projetos da agricultura desenvolvidos em Içara

 içaravisita1

Os projetos voltados à agricultura que acontecem, no município de Içara, no sul do Estado, serviram como troca de experiência com agricultores dos municípios de Itapiranga, São Miguel do Oeste, Guarujá do Sul, Anchieta e Palmitos, do extremo oeste de Santa Catarina.

O encontro aconteceu no último dia 22 e iniciou com uma visita a sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Içara e Balneário Rincão (Sindiserpi), onde o grupo conheceu um pouco dos projetos desenvolvidos, como a Feira da Agricultura Familiar e o Vale Feira.

Também foram realizadas visitas numa propriedade de orgânicos, orquidário, e pontos turísticos como o Santuário do Sagrado Coração Misericordioso de Jesus e comunidades rurais.

içaravisita

"Estamos crescendo e com parcerias com a Epagri e Coopafi, que seguem nos ajudando no desenvolvimento dessas ações, um dos exemplos é o número de agroindústrias que passou de duas em 2013 e vamos encerrar o mandato com 26 funcionando no município”, disse o prefeito de Içara, Murialdo Canto Gastaldon. 

“É uma visita que estávamos planejando, desde o ano passado, buscando aprimorar nossos conhecimentos, pelos exemplos desenvolvidos aqui”, comentou a extensionista da Epagri em São Miguel do Oeste, Jane Alice Gotardo Zanin. Fonte: http://www.engeplus.com.br

 

Mais informações: emicara@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Projeto “Segurança Rural”, doa lâmpadas para agricultores de São Miguel do Oeste

smoestelampada2 

A Administração Municipal de São Miguel do Oeste, por meio da Secretaria de Agricultura, está realizando, a entrega de lâmpadas de sódio, para proprietários rurais e comunidades do município.

O ato faz parte do projeto "Segurança Rural", que inclui ainda o GPS Rural, e integra o programa "Agora é Crescer". O secretário de Agricultura, Antônio Orso, explica que cada agricultor terá direito a retirar, sem custos, até três lâmpadas com reator, e cada centro comunitário fará jus a até cinco destas lâmpadas. 

"Para efetuar a retirada, os agricultores precisam apresentar o bloco de produtor, enquanto para os centros comunitários, o procedimento deve ser realizado por um representante do Conselho da Comunidade", destaca o secretário. 

smoestelampadas

O prefeito, Wilson Trevisan, ressalta que as lâmpadas e reatores que serão doados para os agricultores e comunidades, foram retirados da iluminação pública do perímetro urbano da cidade, sendo substituídas por lâmpadas de LED, e têm o intuito de proporcionar maior luminosidade e segurança na área rural do município. 

"Agora é Crescer"

O programa "Agora é Crescer" tem sob sua alçada uma série de outros programas. Ele unifica e desburocratiza a legislação sobre incentivos econômicos e fiscais, tanto urbanos quanto rurais. Todos os incentivos passam a ser sustentados pelo Fundo de Desenvolvimento Econômico, ao qual será destinado 0,5% da Receita Corrente Líquida do Município. 

Cria, ainda, o Queijo Vila Oeste, que possibilitará a produção e comércio do queijo artesanal típico da região, a base de leite cru, e estabelece mecanismos para melhorar a segurança e mobilidade no interior, com a distribuição de lâmpadas e implantação do GPS Rural. 

Um dos principais pontos da proposta, contudo, é a criação do "Juro Zero". O Município pagará os juros sobre o limite de até R$ 3 milhões para microempreendedores individuais, microempresas e agricultores que quiserem obter financiamento para expandir seus negócios.

Mais informações: https://www.saomiguel.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Prefeitura, Epagri e IFSC criam projeto de incentivo à fruticultura em São Miguel do Oeste

smoestefruticultura

Agricultores de São Miguel do Oeste que tiverem interesse em investir na fruticultura comercial, em especial no cultivo da videira (produção de uvas), já podem se inscrever na Secretaria Municipal de Agricultura, situada junto à prefeitura.

Na última semana, o diretor Nédio Jeziorski participou de uma reunião sobre mais este projeto, que será desenvolvido por meio de parceria entre o Município, Epagri e IFSC. Também participaram da reunião a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, o gerente regional da Epagri, Sidinei Simon, e o coordenador do curso de Agronomia do IFSC, Adinor Capellesso.

A ideia, segundo Jentinua após a publicidadeziorski, é disponibilizar assistência técnica, orientação e capacitação profissional aos interessados em aderir ao projeto. “Quem tiver a necessidade de contrair financiamento para implantação do pomar, poderá acessar a programas como o ‘Juro Zero’ do ‘Agora é Crescer’ (Município), o ‘Menos Juro’ (Estado), pelo FDR (Fundo de Desenvolvimento Rural) ou Pronaf”, explica.

“No momento, estamos convidando todos os interessados em conhecer este projeto a efetuarem seu cadastro na Secretaria Municipal de Agricultura, e, no dia 27 de novembro, às 08h30, no Salão Nobre da Prefeitura, realizaremos um Seminário para explanar todos os detalhes”, salienta o diretor de Agricultura. Fonte: Prefeitura SMO

 

Mais informações: emsmo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Programa “Queijo Vila Oeste”

smoestequeijo

Foi realizado, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de São Miguel do Oeste, o Seminário Queijo Vila Oeste, voltado a produtores rurais interessados em aderir ao programa, viabilizado pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Agricultura, em parceria com a Epagri e IFSC.

O objetivo do encontro, que aconteceu no dia 20 de agosto, foi esclarecer o funcionamento da iniciativa. As explanações foram conduzidas por pesquisadores do Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar – Epagri/CEPAF, de Chapecó.

De acordo com o prefeito, Wilson Trevisan, a ideia é reunir um grupo de pelo menos 30 agricultores, que receberão toda a assistência técnica necessária para inserir no mercado consumidor o queijo artesanal a base de leite cru. “Além de pioneiros, queremos servir de modelo nesta iniciativa”, salientou Trevisan.

O gerente regional da Epagri, Sidinei Simon, ressalta o pioneirismo do projeto no Estado de Santa Catarina, e enalteceu a iniciativa da Administração Municipal de São Miguel do Oeste em apoiar um projeto de pesquisa que resultará em ganhos para o setor agrícola do Extremo-Oeste.

O secretário municipal de Agricultura, Antonio Orso, disse que o leite é o “petróleo branco” da região, e é necessário incentivar formas alternativas de produção, que agreguem valor ao produto, como é o caso do queijo colonial. Fonte:oesteemfoco.com.br/

 

Mais informações: grsmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Bovinocultura de leite e gestão de propriedades: novos olhares da juventude rural

   smoestecidasc21

Um grupo de jovens rurais do estremo oeste de Santa Catarina que participam do curso de qualificação com foco em bovinocultura de leite e gestão de propriedades, participaram no início de agosto de mais uma etapa da formação.

Segundo a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, o curso acontece desde o mês de abril, no Centro de Treinamento da Epagri, em São Miguel do Oeste – Cetresmo, com aulas teóricas, práticas e excursões técnicas. “Percebemos uma evolução positiva do grupo que está muito comprometido com a formação. Temos relatos de famílias sobre o impacto positivo nas relações de trabalho nas unidades familiares. Este público trouxe novas demandas de trabalho e está acessando importantes políticas públicas estaduais e municipais”.

smoeste-cidasc2

No período da manhã, os jovens receberam orientações do extensionista da Epagri, Clístenes Guadagnin, sobre Manejo de Solo e Água nas Propriedades Rurais, e do analista financeiro do Sicoob, Cristian Ludwig, sobre Gestão de Recursos Pessoais.

smoestecidasc3

smoestecidasc4

À tarde, eles foram até a propriedade da família Orso, na Linha Aparecida, onde acompanharam explanações do médico veterinário da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc, Ody Gonzalves, sobre Brucelose e Tuberculose e do médico veterinário da Epagri, Jaime Prestes, acerca de Doenças Reprodutivas em Rebanhos Leiteiros. Também puderam conhecer as instalações e o funcionamento das atividades da propriedade.

A extensionista Simone ressalta que o Estado, o Município e demais parceiros do projeto, têm sentido a importância de trabalhar com os jovens rurais e já oportunizam ferramentas para fomento e incentivo à atuação nas propriedades. Exemplo disso, é o Governo do Estado que disponibiliza para este público, kit forrageiro, kit informática e recursos para a implantação e desenvolvimento de projetos de vida, por meio do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR).

O secretário Antônio Orso afirmou que a Administração Municipal é parceira neste projeto que vem formando jovens do interior, os quais pretendem dar continuidade às atividades de seus pais e avós, preservando a produtividade nas propriedades rurais. “Queremos contribuir com o fortalecimento do homem do campo e aumento de sua produtividade e renda. Temos muitos jovens aqui com grande potencial, precisamos incentivá-los a ficar na propriedade e melhorar a cada dia”.

Além da Prefeitura de São Miguel do Oeste e da Epagri, estão juntos neste projeto, Sicoob, Cooper Alfa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato dos Produtores Rurais, Associação 25 de Maio, Sulcredi, Sicredi e Acismo. Fonte: portal peperi/Foto: Prefeitura de São Miguel do Oeste

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Técnicos da Cidasc de São Miguel do Oeste palestram para jovens rurais

flordosertaocidascjovens1

Técnicos do Departamento Regional da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Cataria – Cidasc de São Miguel do Oeste participaram, do 4º Curso de Bovinocultura de Leite para Jovens Rurais, em Flor do Sertão.

smoestecidascjovens3

O curso, promovido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri, contou com a presença de 30 jovens produtores da região e teve como objetivo promover capacitação em pecuária de leite, buscando um novo olhar para a atividade, como parâmetros e potencial utilizados para produção de leite em diferentes propriedades rurais, taxa de oferta de pastagens e estrutura de um rebanho. Fonte:Cidasc/Foto: Epagri

 

Mais informações: smoeste@cidasc.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

1º Congresso Regional de Agropecuária Inovadora

 

smoesteevento

Nos dias 4 e 5 de julho, no município de São Miguel do Oeste será realizado o 1ºCongresso Regional de Agropecuária Inovadora. A promoção é da AMEOSC – Associação dos Município do Extremo-oeste, com apoio de várias entidades públicas e privadas.

O objetivo é analisar o cenário da atividade agropecuária, oportunizando técnicas de gestão eficiente e conhecimentos inovadores para o desenvolvimento da agropecuária da região, considerando a sustentabilidade econômica, social e ambiental de nossas propriedades.

O evento deve debater as potencialidades do setor através de palestras, mesa redonda e cases de sucesso no setor. 

A programação do evento, palestrantes e inscrições podem ser obtidas no site:

https://doity.com.br/congresso-de-agropecuaria-ameosc

 

 

Mais informações: www.ameosc.org.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Gerente da Epagri de São Miguel do Oeste media simpósio internacional sobre nóz pecã

 smoesteseminario3  

O gerente regional da Epagri de São Miguel do Oeste, Sidinei Simon, participou do 2º Simpósio Sul-Americano da noz-pecã e da 2ª abertura oficial da colheita da noz-pecã, que aconteceram nos dias 11 e 12 de abril, em Cachoeira do Sul-RS.

Sidinei Simon, fez a mediação entre pesquisadores brasileiros, argentinos e uruguaios falando sobre os desafios da pesquisa nestes países.

smoesteseminario1

Participaram nos dois dias do evento produtores rurais, empresários, técnicos, comerciantes, industriais, extensionistas, estudantes e pesquisadores.

smoesteseminario2

Segundo Simon, na manhã da sexta-feira, 12, foi visitada uma fazenda com 700 hectares de Nogueira Pecã – Pecanita Agroindustrial no município de Cachoeira do Sul. Ele explicou que os debates sobre o cenário atual e tendências de mercado, além de palestras sobre técnicas de produção fizeram parte do simpósio. Também aconteceu uma mostra de trabalhos científicos, pela primeira vez, especificamente para Nogueira-Pecã.

smoesteseminario5 smoesteseminario4

O gerente da Epagri cita que o evento tem como objetivo fortalecer o cultivo da nogueira-pecã como alternativa de diversificação produtiva e geração de renda para a agricultura brasileira. Foram discutidas a oportunidade de presenciar e interagir com os diferentes segmentos da produção e as novidades e tecnologias para melhoria da produção e da qualidade do noz-pecã numa aproximação entre os elos da Cadeia Produtiva.

Simon destaca que novas espécies de nogueiras estão produzindo já aos quatro anos, com o pico da produção aos 10. Antigamente uma nogueira, para chegar ao pico de produção, precisava de 20 anos. Lembra que a cultura vem crescendo muito na região, pois há cinco anos havia apenas 30 hectares de plantação e hoje já chegam a 200 hectares de nozes. Hoje, o valor de cada muda gira em torno de R$ 50,00.  Fonte: Portal Peperi.

Mais informações:  grsmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais do Extremo Oeste iniciam curso de organização, gestão e protagonismo

smoestecursojovens-

Iniciou este mês o Curso Organização, Gestão e Protagonismo com Jovens Rurais do Extremo Oeste Catarinense, no Centro de Treinamento de São Miguel do Oeste (Cetresmo).

A aula inaugural foi realizada no dia 2 de abril com 30 jovens, acompanhados de seus familiares, secretários municipais da agricultura, prefeitos e técnicos da Epagri dos municípios que foram contemplados com o curso: Belmonte, Bom Jesus do Oeste, Cunha Porã, Descanso, Iporã do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste, Serra Alta e Tunápolis.

De acordo com as coordenadoras do curso, extensionistas sociais Flavia Maria de Oliveira e Jane Alice Gotardo Zanin, os objetivos do curso são construir e oferecer conhecimentos para desenvolver competências nas áreas humana, social, ambiental, técnica e de gestão da propriedade rural, além de capacitar os jovens para a execução de atividades agropecuárias rentáveis, melhorando a qualidade de vida e viabilizando a permanência desse grupo no campo.

Durante a cerimônia de abertura do curso, a líder do Programa Capital Humano e Social da Epagri na região Extremo Oeste, Lilian Mortari Castelani, ressaltou os trabalhos realizados desde as primeiras turmas de jovens rurais formadas na região e os sucessos alcançados com as famílias atendidas na ação. No evento o professor Celso Bergmaier, do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de São Carlos, ministrou a palestra “Economia social rural: um estudo de caso dos clubes 4S de São Carlos”, mostrando dados do seu trabalho de doutorado, bem como sobre juventude rural e a sucessão.

smoestecursojovens--

O curso será realizado durante oito alternâncias, de três dias por mês, quando os jovens ficam hospedados no Cetresmo. Nesses encontros os jovens terão atividades teóricas e práticas, com atividades de campo e viagens técnicas, para reconhecimento e apropriação dos conteúdos trabalhados em sala de aula. Além disso, serão ministradas oficinas de alimentação, atividades de cultura e lazer e palestras de assuntos solicitados pelos jovens.

De acordo com a coordenação, essas atividades se configuram como momentos de atividades extras. Todos os instrutores do curso são extensionistas da Epagri das regionais de São Miguel do Oeste e Palmitos. Além das atividades realizadas no Centro de Treinamento, os jovens receberão assistência técnica periódica dos profissionais dos escritórios municipais da Epagri.

O curso Organização, Gestão e Protagonismo é resultado de uma parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e  a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina.Fonte:Epagri

 

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br