Arquivos da categoria: Videira

Epagri de Videira promove encontro para troca de sementes crioulas, flores e mudas de ervas medicinais

videirasemente1

A Epagri Videira promoveu o segundo encontro de sementes crioulas, ervas medicinais e flores.

As atividades iniciaram no período da manhã e seguiram até a tarde com a presença de mais de 100 pessoas vindas de várias cidades da região. Durante o evento, foram realizadas palestras com profissionais da área e o relato de pessoas que atuam como produtores e disseminadores de sementes crioulas.

videirasemente2

Para o agricultor do município de Frei Rogério, Gérson Mauro Fertig, que é um dos guardiões de sementes, a qualidade de vida para quem consome alimentos produzidos com as sementes que não recebem nenhum tipo de tratamento com agrotóxicos é muito melhor. “Tudo o que se planta na terra da nossa região consegue uma boa produtividade”, destaca. Fonte: Rádio Videira

 

Mais informações: cetrevi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Programa “Destaque Videirense” reconhece empresas e produtores rurais

videiraprograma

A Prefeitura Municipal de Videira, com objetivo de reconhecer e valorizar produtores rurais e as maiores empresas, na geração e recolhimento de impostos, promove, a partir deste ano, o Programa “Destaque Videirense”.

O Programa vai premiar 75 contribuintes nas categorias: Valor Adicionado de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Recolhimento de Imposto Sobre Serviço (ISS) e Emissão de Nota de Produtor Rural, tendo como critério a movimentação econômica obtida nos dois anos anteriores. O evento, que acontece em agosto, faz parte do calendário alusivo aos 75 anos do município.

Cada um dos 75 contribuintes receberá troféu e certificado. Na categoria Valor Adicionado de ICMS serão 45 empresas que receberão o reconhecimento, selecionadas com a utilização dos dados da Secretaria de Estado da Fazenda, tendo como base a diferença entre o valor da matéria-prima frente ao preço de venda do produto final. Na categoria Recolhimento de ISS serão 20 empresas reconhecidas, definidas por meio dos dados cadastrados junto à Secretaria de Fazenda do município. Já na categoria de Emissão de Nota de Produtor Rural serão 10 produtores que tiveram maior movimentação econômica no período de dois anos.

De acordo com o prefeito de Videira, Dorival Carlos Borga, essa é uma maneira de reconhecer a importância dos empresários e produtores rurais do município que são responsáveis pela movimentação econômica e geração de emprego e renda. Ele cita ainda que o prêmio é um sinal de agradecimento, visto que a administração não conseguiria realizar tantos investimentos com recursos próprios sem a força do trabalho videirense. Fonte: PMV

 

Mais informações: www.videira.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Epagri inaugura na terça-feira Vinícola Experimental em Videira

videiraepagriuva 

A Estação Experimental da Epagri em Videira (EEV) inaugura amanhã, 27, as obras de reestruturação da sua Vinícola Experimental. A cerimônia acontece a partir das 16h, com apresentação dos investimentos realizados, pronunciamentos das autoridades e degustação de vinhos e espumantes produzidos na unidade. 

Foram investidos R$ 890 mil em recursos provenientes do PAC Embrapa. Quase a metade desse valor (R$ 430 mil) foi aplicado na reforma do prédio. O restante (R$ 460 mil) serviu para compra de equipamentos mais modernos para elaboração de vinhos e montagem de uma fábrica piloto de sucos. “Vamos simular a industrialização de sucos, para promover melhorias nos produtos e fazer novos testes com variedades e enzimas”, descreve o gerente da EEV, Vinicius Caliari. 

A Vinícola Experimental foi inaugurada em 1987, como Cantina Modelo, e desde lá vem contribuindo com a vitivinicultura de Santa Catarina e do Brasil. A unidade é responsável por pesquisas que deram origem a produtos ícones no mercado vitivinícola, como os Vinhos Finos de Altitude e o espumante Niágara. Também foram desenvolvidos na Vinícola Experimental espumantes pelo método tradicional e sucos de uva que caíram no gosto dos consumidores. 

videirauva

Um dos estudos em desenvolvimento na EEV avalia as uvas Piwi, resistentes a doenças . Créditos Divulgação/Epagri.

A Vinícola Experimental segue empenhada em apresentar novas tecnologias para a vitivinicultura catarinense. Um dos principais estudos em desenvolvimento avalia as uvas Piwi, variedades resistentes a doenças que prometem revolucionar o mercado brasileiro, especialmente para confecção de vinhos finos. Piwi é um termo alemão que caracteriza um grupo de uvas oriundas de cruzamentos de viníferas com espécies selvagens. Em breve os vitivinicultores catarinenses poderão contar com essas novas variedades em seus parreirais, diminuindo custos e impactos ambientais, preservando a saúde de quem lida com o cultivo e, consequentemente, elevando a sustentabilidade deste sistema produtivo. Os vinhos de uva Piwi estarão em degustação na cerimônia de inauguração. 

“O investimento na modernização da estrutura vai servir para que os pesquisadores que atuam na vitivinicultura possam, cada vez mais, inovar e aprimorar as características de nossos nobres produtos derivados da uva”, finaliza Vinicius Caliari. 

Santa Catarina é o quarto produtor de uva no país e o segundo maior em produção de vinhos, sucos e derivados da uva, em um mercado que prima cada vez mais por inovações, novos produtos e qualidade. Em 2018, a área brasileira plantada com uvas foi superior a 72 mil hectares, compreendendo tanto uva para processamento como para o consumo in natura. Fonte:Epagri

 

Mais informações: Estação Experimental Videira – (49) 3533-5611

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais aprendem a construir proteção de fonte Modelo Caxambú

videirajovensfonte1

Jovens da região de Videira, que participaram da quarta alternância do Curso Produção, Organização e Protagonismo com Jovens Rurais, realizada no Centro de Treinamento da Epagri, nos dias 19 a 20, aprenderam a construir uma proteção de fonte Modelo Caxambú.

A oficina aconteceu numa propriedade rural no município de Iomerê durante a excursão técnica com os jovens que também puderam observar e conversar sobre organização, planejamento e embelezamento de propriedades e comunidades, produção de mudas de pastagens.

videirajovensfonte2

A oficina objetivou difundir este modelo de proteção de fonte como forma a preservar as nascentes superficiais de água nas propriedades e melhorar sua qualidade.

Durante a alternância os jovens também participaram das aulas de Organização e Embelezamento de Propriedades, Solos, Grãos (Milho, Soja e Feijão), Informática e Gestão Ambiental. Para integrar ainda mais o grupo e fortalecer os laços de amizade, já que eles permanecem no centro de treinamento, os jovens participaram de uma sessão de cinema e de uma animada festa junina.

 

Mais informações: cetrevi@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Sucessão hereditária familiar é tema de debate em Videira

videirasucessao

Jovens rurais, pais, lideranças e extensionistas se reuniram no Centro de Treinamento de Videira (Cetrevi) no dia 7 de junho para conversar sobre sucessão familiar.

O encontro, que reuniu 82 participantes, foi organizado para acolher os pais e jovens que estão participando do Curso de Produção, Organização e Protagonismo da Epagri.

No evento, os participantes puderam conhecer melhor a estrutura do local que acolhe os filhos, a alimentação servida e a proposta do curso, além de refletir sobre sucessão familiar. O assunto foi abordado pela professora Vera Lúcia Schiochet e pelo doutorando Rodrigo Kummer.

Quatro jovens participantes da turma de 2016 apresentaram suas histórias e falaram sobre a opção de ficar no meio rural. “A presença de prefeitos e outras lideranças mostrou a importância desse assunto e o apoio que o poder público deve dar para incentivar os jovens a permanecer no espaço rural como protagonistas de sua história”, avalia a extensionista da Epagri Cirlei Werlang da Silva.

 

Mais informações: cetrevi@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Com apoio do SC Rural Centro de Treinamento da Epagri de Videira vai capacitar mais de 100 jovens em 2017

videirajovem1 videirajovem2    

Desde o mês de março, o Centro de Treinamento da Epagri em Videira-Cetrevi está capacitando jovens rurais oriundos de municípios das regiões de Videira, Caçador e Curitibanos.

Os cursos contam com o apoio do Programa SC Rural,  das Prefeituras Municipais que realizam o transporte dos jovens ao CETREVI e empresas.

videirajovem5 videirajovem4

Os cursos são: 01 de Olericultura, 01 de Fruticultura e 02 cursos de Pecuária de Leite. Cada curso tem a participação média de 26 jovens que estão aprofundando seus conhecimentos nas atividades agrícolas que desenvolvem na propriedade e com elas demandam um maior percentual de envolvimento, trabalho e retorno econômico.

videirajovem6

Os jovens participantes terão aulas teóricas, práticas, excursões técnicas sobre os assuntos referentes ao tema, totalizando 72 h de curso, com três alternâncias de três dias.Alguns participantes são jovens são egressos, dos Cursos Ação Jovem Rural dos anos de 2013,2014, 2015 e 2016.

Os instrutores dos cursos são extensionistas e pesquisadores da Epagri e conta também com a participação de profissionais de empresas afins as áreas e assuntos.

As alternâncias acontecerão durante todo o ano de forma a anteceder as práticas, manejos, cuidados e atividades de cada assunto temático e assim contribuir com o aumento da produtividade, facilitar o trabalho e possibilitar aumento de retorno econômico.


Mais informações:Epagri - Cetrevi – (49) 3533 5686

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Em Videira Epagri promove Dia de Campo sobre Viticultura

videiradiadecampo

Cachos de uva de 1.8 kg. Isso é realidade e foram apresentados para os participantes do Dia de Campo, que debateu “Viticultura de Qualidade”.

O evento foi promovido pela Regional da Epagri de Videira e aconteceu na quinta-feira, dia 26, no Viveiro de Renato Viecelli, comunidade rural de Anta Gorda. Participaram do encontro produtores, técnicos, extensionistas da Epagri e autoridades locais e regionais. O secretário executivo da 9ª Agência de Desenvolvimento Regional, Euro Vieceli, esteve presente e valorizou a iniciativa.

“Esse é o único caminho para o desenvolvimento e a sustentabilidade econômica das propriedades: investir em conhecimento, tecnologia e pesquisa. Nesses quesitos a Epagri e a Embrapa dão importantes contribuições” afirmou o secretário parabenizando os proprietários que reservaram tempo para prestigiar a iniciativa.

O evento teve início às 13h30 com a recepção dos presentes dado pelo gerente da Epagri, Jonatan Galio. Na sequência, três grupos foram montados a fim de conhecerem as pesquisas apresentadas com foco: no manejo de cultivares de uva sobre diferente porta-enxertos; padrão sanitário e morfológico de mudas de videira e sua relação com o declínio das parreiras e o processo de licenciamento de viveiristas e cultivares da uva da Embrapa.

Os produtores ainda puderam verificar as seis novas variedades de uva lançadas pela Embrapa, com destaque para as três destinadas a processamento que já estão em fase avançada da pesquisa: BRS Violeta, BRS Magna e BRS Carmem. Bem como outras três de mesa: BRS Nubia, BRS Isis e BRS Vitória. Uma degustação aos presentes foi ofertada.

Para o gerente do escritório da Embrapa de Canoinhas, Nelson Pires Feldberg, o evento é importante por disseminar a informação. Segundo ele, no setor da viticultura, além de novas tecnologias, a garantia de mudas de qualidade, faz toda diferença. “O viveiro do Renato Viecelli é referência pelo cuidado e trabalho profissional desenvolvido. Isso na hora da produção tem o seu diferencial” afirmou Nelson.

O gerente da Epagri, Jonatan Galio, destacou o papel da empresanesse processo “Esse é o nosso primeiro evento voltado para a fruticultura do ano e destacamos o sucesso, tanto de público, como de qualidade do que é repassado. Acreditamos que seja por meio dessas ações de busca por alternativas e inovações, que a propriedade pode progredir e se desenvolver” finalizou. Fonte: Josiane Zago-Assessoria de Comunicação-Agência de Desenvolvimento Regional de Videira

 

Mais informações:  imprensa@vii.sdr.sc.gov.br
Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Com investimentos do SC Rural Governo de Santa Catarina investe em internet e telefonia móvel para o meio rural

sartelefonia

O meio rural catarinense está cada vez mais conectado. Santa Catarina tem projeto pioneiro para levar internet e telefonia móvel para municípios com carência em infraestrutura de comunicação básica. Em fase final de instalação, o Projeto Piloto em Comunidades Rurais Digitais atenderá onze cidades com a instalação de antenas repetidoras de sinal de internet e telefonia. A ação, executada pelaSecretaria da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina, conta com investimentos de R$ 5,5 milhões do Programa SC Rural.

Pinheiro Preto, no meio-oeste catarinense, é um dos onze municípios beneficiados pelo Projeto e terá cobertura de internet em 90% do seu território. Para viabilizar o acesso, o Projeto contou com a implantação de uma torre localizada na prefeitura e outras quatro antenas repetidoras. Com todos os equipamentos já instalados, o município aguarda apenas as licenças de operação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e da Fundação do Meio Ambiente (Fatma). A expectativa é de que o Projeto seja lançado no próximo mês de fevereiro de 2017.

O secretário da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, explica que, com a internet e telefonia, muitos serviços poderão ser oferecidos para o cidadão, como por exemplo: comércio eletrônico, ensino à distância, turismo rural dentre outros. Além de oferecer a oportunidade de inclusão digital e inclusão social às comunidades rurais. “O interior tem a mesma necessidade de se comunicar do que as cidades. Hoje não se tem desenvolvimento sem infraestrutura. O telefone e a internet são ferramentas que precisam estar na mão do cidadão, onde ele morar”, ressalta.

Além de Pinheiro Preto, os municípios de Ipuaçu, Catanduvas, Bom Retiro, Major Vieira, Trombudo Central, Botuverá, Bocaina do Sul, Pedras Grandes, Tigrinhos e Anitápolis também terão a infraestrutura para instalação de internet e telefonia móvel. Em alguns casos, as torres repetidoras de sinal são totalmente alimentadas por energia solar, gerada por painéis e kits de bateria.

Esta semana o gerente de tecnologia da informação da Secretaria da Agricultura e da Pesca, Fabio Luiz Ferri, e o consultor técnico, Marcos Vinicius Vanzin, visitaram os municípios atendidos para verificar as estruturas de telecomunicações, qualidade dos sinais de transmissão entre as torres e a configuração dos sistemas de cadastramento dos usuários e gestão dos conteúdos. Durante 24 meses, os custos de implantação, manutenção, operação e gestão ficarão a cargo da Secretaria. Após esse período, o município será responsável pelos custos.

Segundo o secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional de Videira, Euro Vieceli, o Projeto leva informação ao homem do campo. “Uma iniciativa pioneira e revolucionária. Somos sabedores da importância de conter o êxodo rural, mas só haverá iniciativas efetivas quando as condições para permanecer no campo forem boas, e a internet é um item indispensável” afirma.FONTE: Secretaria da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina - Agência de Desenvolvimento Regional de Videira

 

Mais informações: imprensa@agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Estação Experimental da Epagri em Videira lança vinhos e espumante na comemoração de seus 80 anos

videiravinho2 videiravinho3

A Estação Experimental da Epagri em Videira (EEV) completa 80 anos de fundação nesta quinta-feira, 24, comemorando a força da vitivinicultura em Santa Catarina. A unidade foi a pioneira no desenvolvimento dos vinhos finos de altitude catarinenses, que hoje ganham fama pelo Brasil e impulsionam também o enoturismo no Estado.

Esse e outros feitos serão comemorados numa cerimônia que acontece na EEV a partir das 15h desta quinta-feira. Em alusão à data, a EEV lança um espumante desenvolvido pelo método champenoise a partir de uvas Cabernet e Villenave, dois vinhos rosé (Syrah e Malbec) e um tinto Merlot. Também será lançado um cultivar de ameixa, o SCS438 Zafira, que é resistente à escaldadura, uma doença que pode dizimar pomares inteiros. O evento terá ainda apresentação do histórico da EEV, pronunciamentos das autoridades e homenagens.

Um dos pontos curiosos das comemorações será a capsula do tempo. Trata-se de uma caixa que vai conter diversos documentos, entre eles a relação de funcionários da Epagri na região, dados de fruticultura e apicultura, indicadores econômicos e a lista de vinícolas do Estado. A caixa vai conter ainda duas garrafas de cada vinho produzido na Estação e nas vinícolas parceiras, o que deve somar entre 20 e 30 garrafas. “Essa cápsula será enterrada no terreno da EEV para ser aberta daqui a 20 anos, quando estaremos comemorando 100 anos e degustaremos as bebidas armazenadas para avaliar sua evolução”, revela Vinicius Caliari, gerente da unidade. 

A pesquisa com uvas e produção de vinhos é uma das principais atividades desenvolvida na EEV, já que ela abriga a vinícola experimental da Epagri. Nessa área, os pesquisadores desenvolveram o espumante Niágara e trabalham também com projetos que envolvem declínio e mortalidade de plantas, material livre de viroses, porta-enxertos resistentes a pragas e doenças, técnicas de manejo e preparo do solo, condução das plantas, uso de cobertura plástica, introdução de cultivares, zoneamento agroclimático, adaptação de cultivares em áreas de altitude, técnicas enológicas, avaliação de variedades e métodos para fabricação de sucos.

A fruticultura está no DNA da EEV. Além de uva, os pesquisadores foram responsáveis por estudos que introduziram o cultivo de pêssego, ameixa e nectarina na região. Também são desenvolvidos estudos com caqui, quivi, amora-preta, mirtilo e framboesa, sempre buscando oferecer alternativas de renda aos pequenos produtores.

A EEV também abriga a única unidade de pesquisa em apicultura da Epagri. “As abelhas polinizam as fruteiras e podem se tornar uma boa fonte de renda completar para o agricultor”, explica Vinicius. Nessa área, as pesquisas buscam aumentar a produtividade da cadeia apícola do Estado por meio de caracterização genética das abelhas Apis mellifera, melhoramento genético e seleção de rainhas, levantamento de índices de infestação e avaliação das taxas de reprodução do ácaro Varroa destructor e caracterização do mel produzido no Estado.
 

Mais informações: Estação Experimental da Epagri em Videira (EEV) - (49) 3533.5600 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Epagri e SC Rural formam 31 jovens rurais da região de Videira em Liderança, Gestão e Empreendedorismo

videirajovens8

videirajovens2

No dia 29.09.2016, 31 jovens acompanhados de familiares e amigos participaram da Solenidade de Encerramento do Curso de Formação em Liderança, Gestão e Empreendedorismo com Jovens Rurais/ Ação Jovem Rural- Turma 2016.

  videirajovens3

O evento aconteceu nas dependências do Centro de Treinamento de Videira e mereceu também a participação de muitas autoridades municiais e regionais, assim como extensionistas dos municípios e outros colaboradores de empresas parceiras.

Ao som de um grupo de músicos da Camerata de Videira os jovens foram acolhidos e aclamados pela sua persistência, compromisso e resultados apresentados durante todos os momentos do curso.

videirajovens1

videirajovens6

videirajovens4

Cada jovem presente recebeu o certificado de participação e conclusão do curso homenagearam suas famílias pelo apoio e confiança; agradeceram aos instrutores e equipe de apoio pelo profissionalismo no trabalho de realização do curso. O reconhecimento à coordenação do curso e coordenação pedagógica (9ª GERED) também foi demonstrado pelos jovens com homenagens e entrega de lembrança.

“Num clima de alegria, gratidão e muita amizade foi oferecido, aos presentes um coquetel para brindar o momento e as conquistas dos jovens.A coordenação cumprimenta os jovens que concluíram esta etapa e desafia para a participação de outras etapas que virão em 2017”, destaca Cirlei Werlang da Silva, extensionista e coordenadora do curso Ação Jovem Rural.

 

Mais informações:Epagri - Cetrevi – (49) 3533 5686

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br