Arquivos da categoria: Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca

Aliança Láctea Sul Brasileira mira produção para exportação

sarleite

A Aliança Láctea Sul Brasileira – entidade criada para fortalecer a cadeia produtiva do leite – apresentou, na segunda-feira (18), seu programa de trabalho para este ano de 2019.

O objetivo é assentar a cadeia produtiva em eixos, como tecnologia, qualidade, organização setorial, logística e aspectos tributários, com foco em produzir um leite com padrão de exportação. A reunião é realizada na sede do Sistema FAEP, em Curitiba.

“Temos que apertar os elos da cadeia produtiva e nivelar a produção para cima, produzindo um leite de qualidade, a um custo competitivo e com organização logística capaz de atender contratos”, disse o coordenador geral da Aliança, Airton Spies. “Ao sermos competitivos para exportar, também vamos ser competitivos para rechaçar as importações que tanto mal fizeram a nossa cadeia em 2018, por exemplo”, completou.

sarleite2

Criada em 2014, a Aliança Láctea Sul Brasileira congrega integrantes do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul – entre os quais, representantes de órgãos de defesa sanitária, pesquisa agropecuária, extensão rural e setor privado. Juntos, os três estados respondem por 40% da produção leiteira do Brasil.

“Temos que sair que ter uma agenda concreta e conjunta. Os três estados precisam agir conjuntamente e não há oportunidade melhor do que agora, com a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, preocupada com a nossa cadeia”, disse o presidente da comissão de bovinocultura de leite da FAEP, Ronei Volpi.

Participaram da reunião o secretário de Agricultura e Pesca de Santa Catarina, Ricardo de Gouvêa, e o secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, que também destacaram a importância de integração na busca de um padrão de exportação. “Precisamos perseguir níveis cada vez mais elevados. Temos essa visão clara e queremos fortalecer isso”, apontou Ortigara.

Ao longo da reunião, haverá uma palestra do chefe da Embrapa Leite, Paulo Carmo Martins, sobre a viabilidade de o Brasil se tornar exportador de leite e os desafios para que isso se consolide. Foto: FAEP

Mais informações: agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Secretários da Agricultura da região Sul discutem ações para fortalecer o setor produtivo de lácteos

sarencontroleite

Os secretários da Agricultura de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul estarão juntos hoje, segunda-feira (18) para tratar dos desafios e oportunidades para a cadeia produtiva de leite. Os três estados já produzem 38% do leite brasileiro, podendo alcançar metade da produção nacional até 2020.

Os membros da Aliança Láctea Sul Brasileira se reúnem na sede da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), em Curitiba. Santa Catarina estará representada pelo secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa, além de lideranças do agronegócio catarinense.

Na pauta do encontro estão: a apresentação das prioridades e programas de trabalho da Aliança Láctea Sul Brasileira; o debate sobre a viabilidade da exportação de lácteos produzidos no Brasil e a análise do Novo Regulamento Técnico do Leite.

Aliança Láctea Sul Brasileira
Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul se uniram para desenvolver a cadeia produtiva e ampliar os mercados para o leite produzido na região. Os membros da Aliança Láctea acreditam que o Sul do Brasil é capaz de produzir o leite mais competitivo do mundo, só que para isso o setor deve passar por uma grande transformação. Principalmente, na organização logística da cadeia produtiva, na melhoria da qualidade e na redução de custos de produção.

Produção de Leite no Sul
Os três estados do Sul produziram 12,8 bilhões de litros de leite em 2017 – 38% do total produzido no país. E as expectativas são de que até 2020 a região produza mais da metade de todo leite brasileiro.

Em Santa Catarina, o leite já é a atividade agropecuária com o maior crescimento. Envolvendo 45 mil produtores em todo o estado, a produção girou em torno de 3,4 bilhões de litros em 2017 – um incremento de 8% em relação a ano anterior. Os números consolidaram o estado como o quarto maior produtor de leite do país.

Mais informações: www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Secretário da Agricultura faz primeira reunião com dirigentes da Epagri

epagrisar1 

Em uma videoconferência transmitida para todas as regiões do Estado, o secretário da Agricultura de SC, Ricardo de Gouvêa, e o secretário adjunto, Ricardo Miotto, se apresentaram para o corpo diretivo da Epagri e falaram sobre sua linha de trabalho.

Na sede da Empresa, em Florianópolis, com a participação do atual presidente, Luiz Ademir Hessmann, o secretário apresentou Edilene Steinwandter como a próxima presidente da Epagri.

“Agradeço ao presidente Hessmann o trabalho realizado à frente da Epagri. A Empresa é hoje muito respeitada e reconhecida, e isso é fruto de uma boa gestão com a participação de todos vocês. Pedimos que acolham a nova presidente para conduzirmos uma transição mais tranquila possível”, disse Gouvêa.

epagrisar2

O secretário destacou que uma das metas da pasta é integrar o trabalho das três empresas vinculadas – Epagri, Cidasc e Ceasa. “Não haverá fusão, mas vamos trabalhar juntos”, reforçou. Ricardo Miotto, secretário adjunto, acrescentou a necessidade de aperfeiçoar processos tanto na Secretaria quanto nas empresas vinculadas. “Nosso objetivo é apresentar resultados para a sociedade”.

Edilene Steinwandter, agradeceu o voto de confiança ao secretário e destacou a importância de se fazer um processo de transição claro, tranquilo e assertivo. “Conheci a proposta do governo e passei a semana viajando com o secretário e com a vice-governadora, Daniela Reinehr, sempre buscando um alinhamento do trabalho”, disse. Ela também agradeceu o trabalho do presidente Hessmann à frente da Empresa. “A gente sabe o quanto ele contribuiu e elevou o nome da Epagri. Isso só aumenta a nossa responsabilidade. O desafio é grande, mas o time é bom”, finalizou.

Hessmann elogiou a escolha de Edilene como próxima presidente da Epagri e desejou sucesso para toda a equipe. A cerimônia de posse será agendada em breve.

 

Mais informações: www.epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Secretaria da Agricultura entrega equipamentos para 24 municípios catarinenses

sarequipamentos

Na quinta-feira (17) a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca fez a cessão de uso de 33 equipamentos agrícolas para 24 municípios catarinenses. Foram cerca de R$ 244 mil investidos na aquisição das máquinas e implementos que irão auxiliar no desenvolvimento da agricultura familiar e do meio rural.

Os recursos são oriundos de convênio entre a Secretaria da Agricultura e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), disponibilizados através de emenda parlamentar. Foram distribuídas 30 balanças bovinas, um distribuidor de adubo seco, uma colhedora de milho e uma lâmina traseira para trator.

Segundo o diretor de Cooperativismo e Agronegócio da Secretaria da Agricultura, Athos de Almeida Lopes Filho, os equipamentos irão fortalecer a agricultura familiar nos municípios, gerando mais renda e qualidade de vida no meio rural catarinense.

Os municípios beneficiados são: Águas De Chapecó, Águas Frias, Anita Garibaldi, Barra Bonita, Braço Do Norte, Brunópolis, Grão Pará, Gravatal, Imaruí, Irati, Jardinópolis, Lages, Laguna, Nova Veneza, Orleans, Passos Maia, Rio Fortuna, São Bonifácio, São José Do Cerrito, São Martinho, Santa Rosa De Lima, Santa Terezinha Do Progresso, Tubarão e Treze Maio.

Mais informações: www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Santa Catarina cria Política Estadual de Incentivo às Feiras de Produtos Orgânicos

sarfeiraorganicos

Santa Catarina é o quarto maior produtor de orgânicos do Brasil e a produção ganha cada vez mais espaço no estado. Os produtores catarinenses contam agora com uma Política Estadual de Incentivo às Feiras de Produtos Orgânicos. A nova lei, sancionada pelo governador Carlos Moisés da Silva, quer incentivar o consumo de alimentos orgânicos, além de estimular o empreendedorismo e cooperativismo.

“Cada vez mais, os consumidores estão voltando os olhos para os produtos orgânicos e esta se tornou uma importante atividade para os agricultores catarinenses. É uma alternativa de produção que pode agregar valor e trazer mais renda para os produtores rurais”, ressalta o secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa

Entre os objetivos da Política de Incentivo às Feiras de Produtos Orgânicos estão promover a segurança alimentar, estimular o empreendedorismo e o cooperativismo, contribuir com a economia solidária e conscientizar a população a respeito dos benefícios da alimentação saudável.

A nova lei prevê a organização da cadeia produtiva, simplificação de licenças concedidas aos feirantes e para realização de feiras, programas e projetos voltados para organização de feiras e a possibilidade de convênios entre o Poder Público e a iniciativa privada para o apoio da comercialização de produtos orgânicos. 

As feiras de produtos orgânicos serão fiscalizadas pelas autoridades competentes da vigilância sanitária e da defesa do consumidor.

Produção de orgânicos em Santa Catarina
Segundo o Cadastro Nacional de Produtos Orgânicos do Ministério da Agricultura, Santa Catarina é o quarto maior produtor de produtos orgânicos do país. O estado tem 1.275 unidades de produção cadastradas – um aumento de 12,9% em relação a 2017. O município de Santa Rosa de Lima, na região Sul, é o principal produtor do estado. 

O que é agricultura orgânica?
A Agricultura Orgânica é um processo de produção agropecuária em que técnicas específicas são adotadas visando preservar a saúde humana e do meio ambiente.

A produção orgânica não utiliza agrotóxicos e fertilizantes solúveis ou sintéticos, organismos geneticamente modificados e radiações ionizantes em qualquer fase do processo de produção, processamento, armazenamento, distribuição e comercialização.
 

Mais informações: www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Secretaria da Agricultura e da Pesca terá foco no fortalecimento da agricultura familiar

C�o�n�c�o�r�d�i�a

A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca tem uma nova diretriz de trabalho: melhorar a produtividade e a renda do agricultor familiar. O agronegócio terá um papel ainda maior na recuperação econômica de Santa Catarina.

“Nosso grande objetivo é melhorar a renda do produtor rural, com isso melhoramos a economia regional e, conseqüentemente, incrementamos a economia catarinense”, destaca o secretário da Agricultura, Ricardo Gouvêa.

Ações voltadas à adoção de tecnologias e inovações terão destaque na nova gestão.

faesc2

Empresas vinculadas
A Secretaria da Agricultura conta com três empresas vinculadas – Epagri, Cidasc e Ceasa – com papel fundamental para o fortalecimento do agronegócio catarinense. O secretário esclarece ainda que não haverá fusão ou extinção dessas empresas.

“São empresas com papéis distintos e eu sou um grande defensor de que não aconteçam mudanças na Epagri, Cidasc e Ceasa. Um dos destaques de Santa Catarina é justamente o cuidado com a defesa agropecuária, tendo um órgão que cuida especificamente desse trabalho. A Cidasc consta, inclusive, em nossos certificados internacionais e traz segurança para o mercado”, ressalta Gouvêa.

Segundo o secretário, para otimizar recursos e reduzir gastos, há possibilidade de compartilhamento de estruturas no interior. “A intenção é fazer economia e reverter isso para a sociedade”.

Maricultura e pesca
O trabalho de fortalecimento da agricultura familiar se estende também para os pescadores, maricultores e piscicultores de Santa Catarina. A Secretaria da Agricultura deve intensificar os esforços para estruturar o setor pesqueiro e a maricultura no estado. “Para se tornar uma atividade econômica importante e fortalecida, a cadeia produtiva deve estar organizada e formalizada. A nossa diretriz será a organização das cadeias produtivas”.

Milho
Grande produtor de proteína animal, o abastecimento de milho é uma preocupação constante do agronegócio catarinense. Santa Catarina é o maior importador nacional do grão – são quatro milhões de toneladas vindas de outros estados e países todos os anos.

O setor produtivo de carne e leite de Santa Catarina consome aproximadamente sete milhões de toneladas de milho por ano. De acordo com Ricardo Gouvêa a intenção é trabalhar junto ao Governo Federal uma ação imediata de subsidio ao frete. “Precisamos trabalhar com uma política nacional. O Brasil tem regiões com uma grande produção de milho e em Santa Catarina nós sofremos com a falta do grão”, afirma. As medidas para aumentar o abastecimento de milho no estado passam também pela melhora da infraestrutura de rodovias e ferrovias.

Agronegócio em Santa Catarina 
Com um setor produtivo forte e focado no mercado externo, Santa Catarina tem no agronegócio o carro-chefe de sua economia. Com apenas 1,12% do território brasileiro, o estado é referência internacional em sanidade e qualidade agropecuária – status que leva os produtos catarinenses aos mercados mais competitivos do mundo.

O estado é o maior produtor nacional de suínos, maçã, cebola, pescados, ostras e mexilhões; segundo maior produtor de tabaco, aves, alho e arroz e quarto maior produtor de leite. De janeiro a novembro de 2018, o agronegócio foi responsável por 66% do total das exportações de Santa Catarina, com um faturamento que passa de US$ 5,4 bilhões.

O bom desempenho é resultado de ações e investimentos do Governo do Estado, iniciativa privada e produtores rurais em busca da excelência na produção.

 

Mais informações:  www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Presidente da ABPA parabeniza Ricardo Gouvêa como secretário da Agricultura e da Pesca de SC

sarvisita

O ex-ministro da Agricultura e presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra, visitou a Secretaria da Agricultura e da Pesca de Santa Catarina na segunda-feira (7). Francisco Turra deu boas-vindas ao novo secretário, Ricardo Gouvêa, que já foi membro do Conselho Diretivo e presidente da Câmara de sustentabilidade da ABPA.

Durante o encontro, Turra e Gouvêa abordaram temas como exportação de carnes e o fortalecimento do setor.

“Ricardo Gouvêa tem conhecimento mercadológico e respaldo técnico para assumir o novo cargo. Tem grande experiência no setor de proteína animal e saberá aproveitar as oportunidades de negócio que surgirão para o setor produtivo catarinense, que é o maior produtor nacional de suínos e segundo maior produtor de aves do Brasil”. Fonte:Marcelo Oliveira/Chefe de Comunicação ABPA/SAR

 

 

Mais informações: www.abpa-br.org – www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Governador Moisés e vice Daniela visitam secretarias da Agricultura e Pesca

sargov1  

O governador Carlos Moisés e a vice-governadora Daniela Reinehr deram prosseguimento na tarde desta segunda-feira, 7, às visitas às secretarias de Estado.

Desta vez, eles conheceram as pastas da Agricultura e Pesca e da Infraestrutura.Logo no começo da tarde, Moisés e Daniela se reuniram com o secretário Ricardo de Gouvêa, da Agricultura, e diretores da secretaria. Foram discutidas formas de expandir as exportações de carne, além dos desafios nas áreas da pesca e aquicultura.

sargov3

Moisés ainda demonstrou especial interesse em inovação.“Precisamos garantir que as tecnologias cheguem também aos pequenos produtores. Com inovação no campo, a economia se desenvolve e o dinheiro fica nas regiões”, afirmou Moisés.

Após visitar as repartições e cumprimentar os servidores, o governador e a vice se dirigiram ao Centro de Florianópolis, onde visitaram a sede da Secretaria de Infraestrutura, que abriga também o Deinfra e o Deter. Fonte:Secom/Foto:Maurício Vieira/Secom

Mais informações: www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

“Nova visão para a agricultura de SC”

faesc

O setor que responde por 14% do Produto Interno Bruto (PIB) catarinense, e que só não rende mais por graves limitações de logística e infraestrutura, será comandado por Ricardo de Gouvêa. Homem com mais de 30 anos de experiência na área, ele será o secretário de Estado da Agricultura e da Pesca. 

faesc2

Gouvêa vai tratar diretamente do cooperativismo, com a visão de fomento e empreendedorismo, agricultura familiar, aquicultura e pesca, além de controle e qualidade na defesa agropecuária. O nome de Gouvêa agradou. O presidente da Federação de Agricultura (Faesc), José Zeferino Pedrozo, festejou a escolha e destacou que o novo secretário conhece o setor.

"Ele acompanhou a evolução da agroindústria catarinense e os principais avanços do setor nos últimos 30 anos", justificou. A questão sanitária deve permanecer como prioridade para garantir o diferencial do estado frente aos demais, e a competitividade que detém. "Gouvea nos acompanhou em Paris na ocasião em que a Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE) declarou Santa Catarina área livre de aftosa sem vacinação.

Ele fez parte dos esforços para chegar a essa conquista", valorizou Pedrozo, que também enalteceu o trabalho desenvolvido por Ricardo de Gouvêa no Sindicato Indústria Carnes Derivados (Sindicarne-SC), na Associação Catarinense de Avicultura (ACAV) e no Instituto Catarinense de Sanidade Agropecuária (Icasa) em defesa da sanidade do rebanho catarinense. Fonte:https://ocp.news/colunista/andrea-leonora

Mais informações: www.faesc.com.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Sanidade é prioridade do novo secretário da Agricultura de SC

faesc2

A sanidade animal é uma das prioridades do novo secretário da Agricultura de Santa Catarina, Ricardo de Gouvêa, anunciado pelo governador Carlos Moisés da Silva. Ele inclusive foi um dos fundadores e diretor do Instituto Catarinense de Sanidade Animal (Icasa), que foi criado para dar apoio à Companhia Integrada para o Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).

Além disso é diretor-executivo do Sindicato das Indústrias de Carnes e Derivados (Sindicarne) e da Associação Catarinense de Avicultura (Acav)

- Minha escolha não é por questões políticas, ainda estou montando um plano de trabalho, a pedido do governador vou trabalhar numa gestão com a experiência que trago da iniciativa privada, cortando gastos, mas uma das nossas prioridades é manter e cuidar da sanidade do nosso estado, para preservar a produção de frangos e suínos – destacou Gouvêa.

Ele disse que vai manter as 63 barreiras sanitárias nas divisas com Paraná e Rio Grande do Sul, além da fronteira com a Argentina. E também defendeu que o estado continue como área livre de aftosa sem vacinação de forma independente dos demais estados, pois conseguiu esse status em 2007, na Organização Mundial de Saúde Animal.

Graças a esse status Santa Catarina é o único estado do Brasil que exporta carne suína in natura para Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul. Com isso a exportação de carne suína passou de US$ 310 milhões em 2006 para US$ 554 milhões de janeiro a novembro de 2018, num crescimento de cerca de 80% no período.

Gouvêa também pretende trabalhar de forma integrada com as demais secretarias e também com a iniciativa privada para resolver os gargalos de infraestrutura. Afinal 66% das exportações são do agronegócio.

- A proteína animal é nosso principal produto de exportação e temos que pensar numa forma de escoar melhor essa produção – destacou.

Outra ação é trabalhar para amenizar o déficit de milho no Estado, que é de cerca de quatro milhões de toneladas. Fonte:https://www.nsctotal.com.br/colunistas/darci-debona

 

Mais informações: www.agricultura.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br