Arquivos da categoria: Centro de Treinamento da Epagri

Bovinocultura de leite e gestão de propriedades: novos olhares da juventude rural

   smoestecidasc21

Um grupo de jovens rurais do estremo oeste de Santa Catarina que participam do curso de qualificação com foco em bovinocultura de leite e gestão de propriedades, participaram no início de agosto de mais uma etapa da formação.

Segundo a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, o curso acontece desde o mês de abril, no Centro de Treinamento da Epagri, em São Miguel do Oeste – Cetresmo, com aulas teóricas, práticas e excursões técnicas. “Percebemos uma evolução positiva do grupo que está muito comprometido com a formação. Temos relatos de famílias sobre o impacto positivo nas relações de trabalho nas unidades familiares. Este público trouxe novas demandas de trabalho e está acessando importantes políticas públicas estaduais e municipais”.

smoeste-cidasc2

No período da manhã, os jovens receberam orientações do extensionista da Epagri, Clístenes Guadagnin, sobre Manejo de Solo e Água nas Propriedades Rurais, e do analista financeiro do Sicoob, Cristian Ludwig, sobre Gestão de Recursos Pessoais.

smoestecidasc3

smoestecidasc4

À tarde, eles foram até a propriedade da família Orso, na Linha Aparecida, onde acompanharam explanações do médico veterinário da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc, Ody Gonzalves, sobre Brucelose e Tuberculose e do médico veterinário da Epagri, Jaime Prestes, acerca de Doenças Reprodutivas em Rebanhos Leiteiros. Também puderam conhecer as instalações e o funcionamento das atividades da propriedade.

A extensionista Simone ressalta que o Estado, o Município e demais parceiros do projeto, têm sentido a importância de trabalhar com os jovens rurais e já oportunizam ferramentas para fomento e incentivo à atuação nas propriedades. Exemplo disso, é o Governo do Estado que disponibiliza para este público, kit forrageiro, kit informática e recursos para a implantação e desenvolvimento de projetos de vida, por meio do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR).

O secretário Antônio Orso afirmou que a Administração Municipal é parceira neste projeto que vem formando jovens do interior, os quais pretendem dar continuidade às atividades de seus pais e avós, preservando a produtividade nas propriedades rurais. “Queremos contribuir com o fortalecimento do homem do campo e aumento de sua produtividade e renda. Temos muitos jovens aqui com grande potencial, precisamos incentivá-los a ficar na propriedade e melhorar a cada dia”.

Além da Prefeitura de São Miguel do Oeste e da Epagri, estão juntos neste projeto, Sicoob, Cooper Alfa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato dos Produtores Rurais, Associação 25 de Maio, Sulcredi, Sicredi e Acismo. Fonte: portal peperi/Foto: Prefeitura de São Miguel do Oeste

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

IMA E EPAGRI capacitam jovens rurais da Grande Florianópolis sobre regularização ambiental

fatmajovens

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), a convite da Epagri, em 23 de abril, realizou capacitação para jovens rurais da Grande Florianópolis sobre regularização ambiental da pequena propriedade.  

A engenheira agrônoma Cíntia Uller Gomez, da Gerência de Licenciamento Ambiental Rural do IMA abordou aspectos como áreas de preservação permanente, reserva legal e a importância do Cadastro Ambiental Rural e de adesão ao Programa de Regularização Ambiental – PRA. Os jovens também aprenderam quais e quando as atividades agropecuárias precisam de licenciamento ambiental e como proceder. 

A participação do IMA/SC se deu no âmbito do curso “Organização, gestão e protagonismo”, organizado pela Epagri, para jovens rurais de todo o estado de Santa Catarina. Durante 8 meses, os jovens passam uma semana por mês no Centro de Treinamento da Epagri de sua região aprendendo sobre aspectos que vão desde a questão ambiental envolvida nos processos produtivos até o desenvolvimento do espírito de solidariedade e inovação. A iniciativa visa fazer com que esses jovens sejam protagonistas de oportunidades no espaço rural. 

Ao finalizar o curso, cada jovem elabora um projeto que será posto em prática na propriedade de sua família, com o acompanhamento técnico da Epagri. Fonte:IMA

Mais informações:  cetre@epagri.sc.gov.br -  http://www.ima.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais do Extremo Oeste iniciam curso de organização, gestão e protagonismo

smoestecursojovens-

Iniciou este mês o Curso Organização, Gestão e Protagonismo com Jovens Rurais do Extremo Oeste Catarinense, no Centro de Treinamento de São Miguel do Oeste (Cetresmo).

A aula inaugural foi realizada no dia 2 de abril com 30 jovens, acompanhados de seus familiares, secretários municipais da agricultura, prefeitos e técnicos da Epagri dos municípios que foram contemplados com o curso: Belmonte, Bom Jesus do Oeste, Cunha Porã, Descanso, Iporã do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste, Serra Alta e Tunápolis.

De acordo com as coordenadoras do curso, extensionistas sociais Flavia Maria de Oliveira e Jane Alice Gotardo Zanin, os objetivos do curso são construir e oferecer conhecimentos para desenvolver competências nas áreas humana, social, ambiental, técnica e de gestão da propriedade rural, além de capacitar os jovens para a execução de atividades agropecuárias rentáveis, melhorando a qualidade de vida e viabilizando a permanência desse grupo no campo.

Durante a cerimônia de abertura do curso, a líder do Programa Capital Humano e Social da Epagri na região Extremo Oeste, Lilian Mortari Castelani, ressaltou os trabalhos realizados desde as primeiras turmas de jovens rurais formadas na região e os sucessos alcançados com as famílias atendidas na ação. No evento o professor Celso Bergmaier, do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de São Carlos, ministrou a palestra “Economia social rural: um estudo de caso dos clubes 4S de São Carlos”, mostrando dados do seu trabalho de doutorado, bem como sobre juventude rural e a sucessão.

smoestecursojovens--

O curso será realizado durante oito alternâncias, de três dias por mês, quando os jovens ficam hospedados no Cetresmo. Nesses encontros os jovens terão atividades teóricas e práticas, com atividades de campo e viagens técnicas, para reconhecimento e apropriação dos conteúdos trabalhados em sala de aula. Além disso, serão ministradas oficinas de alimentação, atividades de cultura e lazer e palestras de assuntos solicitados pelos jovens.

De acordo com a coordenação, essas atividades se configuram como momentos de atividades extras. Todos os instrutores do curso são extensionistas da Epagri das regionais de São Miguel do Oeste e Palmitos. Além das atividades realizadas no Centro de Treinamento, os jovens receberão assistência técnica periódica dos profissionais dos escritórios municipais da Epagri.

O curso Organização, Gestão e Protagonismo é resultado de uma parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e  a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina.Fonte:Epagri

 

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Curso de qualificação para jovens rurais teve início em São Miguel do Oeste

smoestecursojovenssite1  

O lançamento do curso “Qualificação de Jovens Rurais com foco em bovinocultura de leite e gestão de propriedades”, aconteceu no dia 29 de março,no Centro de Treinamento de São Miguel do Oeste.

smoestecursojovenssite2

Além dos jovens que participarão da formação, prestigiaram a solenidade autoridades e representantes de instituições parceiras do projeto, entre elas a Prefeitura de São Miguel do Oeste, Epagri, Sicoob, Cooper Alfa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato dos Produtores Rurais, Associação 25 de Maio, Sulcredi, Sicredi e Acismo.

Conforme a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, este curso vem sendo pensado há quase um ano, com debates acerca de sua relevância, conteúdos, instrutores, locais para visitas, entre outros assuntos pertinentes. “Teremos nove encontros na segunda terça-feira de cada mês. No período da manhã, será estudada a parte teórica, no Cetresmo; e à tarde, os jovens farão visitas a diferentes propriedades rurais, onde terão aulas práticas”.

smoestecursojovenssite3

Durante o lançamento, o público acompanhou a palestra do engenheiro agrônomo Jonas Ramon, que explanou acerca do tema “Pecuária Leiteira de Resultados”.

No dia 09 de abril inicia oficialmente o curso que terá sempre a instrução de profissionais da Epagri e, em todos os encontros um dos parceiros do projeto estará apresentando o seu portfólio. Este primeiro encontro terá a participação do engenheiro agrônomo Jean Pilguer, coordenador do Programa de Pecuária, E no período da tarde, visita a uma propriedade em Itapiranga, que é uma unidade de referência tecnológica em produção de leite a base de pastagens perenes. Fonte:Portal Peperi

 

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Na região de Tubarão Epagri forma 28 jovens agricultores em empreendedorismo

tubaraojovens3

Jovens dos municípios de São Martinho, Rio Fortuna, Braço do Norte, Santa Rosa de Lima, Treze de Maio, Grão Pará, Armazém, Treze de Maio estavam entre os formandos.

Depois de oito meses de estudos, com o aprofundamento nas áreas de liderança, gestão e empreendedorismo, 28 jovens agricultores das Regiões da ADR Tubarão concluíram sua capacitação com a formatura no Centro de Treinamento – CETUBA – da Epagri em Tubarão.

O evento contou também com a presença de autoridades, secretário executivo da ADR Tubarão, Samuel Silva, colaboradores da Epagri e familiares dos formandos.

O curso denominado de Formação em Qualificar Jovens do Meio Rural e Pesqueiro Catarinense com foco na Liderança, Gestão e Empreendedorismo promovido pela Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina, com recursos do SC Rural, esta é a sétima turma de jovens, que neste ano ao invés de ter enfoque em uma área produtiva, como nos anos anteriores, desta vez, foi aberto a diversas cadeias produtivas como pecuária de corte e de leite, olericultura, piscicultura, fruticultura e produção orgânica, entre outros. 

tubaraojovens1

Os jovens passaram por mais de 200 horas de capacitação com diversos instrutores da Epagri e convidados externos. "Depois desse treinamento intensivo, entendemos que esses jovens estão preparados para colaborarem com seus pais mais intensivamente em todas as decisões, ou mesmo assumirem suas propriedades, realizando a sucessão familiar como alguns já estão fazendo", conta o presidente da Epagri, Ademir Hessmann. 

O gerente regional da Epagri de Tubarão, Gustavo Claudino afirma que estes jovens passam por um período no Centro de Treinamento com aulas teóricas e práticas, excursões, e períodos em casa. "Este é um projeto que transforma a vida do jovem agricultor e a sua valorização fortalece toda a cadeia produtiva". 

O curso teve como objetivo formar lideranças rurais, desenvolver o espírito empreendedor dos jovens agricultores e incentivar a discussão sobre sucessão familiar nas propriedades agrícolas da região. Temas como liderança, empreendedorismo, inclusão digital, práticas integradoras de lazer e autoconhecimento; novas oportunidades econômicas e ambientais, voltadas ao emprego, à renda e a produção agrícola e ainda a gestão de negócios, da propriedade e do ambiente, considerando as potencialidades regionais foram alguns dos pontos discutidos. Fonte: s&s comunicação estratégica/ jornalista mylene salgado http://www.engeplus.com.br / Foto: Divulgação/ Epagri

 

Mais informações: cetuba@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais aprendem a construir proteção de fonte Modelo Caxambú

videirajovensfonte1

Jovens da região de Videira, que participaram da quarta alternância do Curso Produção, Organização e Protagonismo com Jovens Rurais, realizada no Centro de Treinamento da Epagri, nos dias 19 a 20, aprenderam a construir uma proteção de fonte Modelo Caxambú.

A oficina aconteceu numa propriedade rural no município de Iomerê durante a excursão técnica com os jovens que também puderam observar e conversar sobre organização, planejamento e embelezamento de propriedades e comunidades, produção de mudas de pastagens.

videirajovensfonte2

A oficina objetivou difundir este modelo de proteção de fonte como forma a preservar as nascentes superficiais de água nas propriedades e melhorar sua qualidade.

Durante a alternância os jovens também participaram das aulas de Organização e Embelezamento de Propriedades, Solos, Grãos (Milho, Soja e Feijão), Informática e Gestão Ambiental. Para integrar ainda mais o grupo e fortalecer os laços de amizade, já que eles permanecem no centro de treinamento, os jovens participaram de uma sessão de cinema e de uma animada festa junina.

 

Mais informações: cetrevi@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens do sul do Estado optam pelo campo e buscam qualificação

araranguajovens1   

No Centro de Treinamento da Epagri, no município de Araranguá, começou a sétima edição do curso de capacitação para Jovens Rurais.

O curso, que teve início em março tem duração de nove meses e, de acordo com o gerente da Epagri de Araranguá, Reginaldo Ghellere, acontecerá em oito etapas, além da aula inaugural e da formatura, que acontecerá em outubro. Ao todo, os estudantes terão dez encontros, entre eles, algumas viagens, para conhecer propriedades da região e de fora do Estado. Os encontros acontecem uma vez por mês, por três dias, e os jovens têm a opção de dormir em alojamentos do Cetrar. Toda alimentação e material são oferecidos de forma gratuita.

Os jovens se especializarão em horticultura – fruticultura e hortaliças. “Além da parte técnica destas culturas, eles terão matérias de políticas públicas, relações humanas, cooperativismo, empreendedorismo. É uma formação completa, que, com certeza, formará profissionais agrícolas dispostos a colocar na mesa do consumidor alimentos cada vez mais saudáveis”, ponderou Reginaldo.

O curso disponibilizou 35 vagas e existem jovens agricultores em fila de espera de vagas já para este ano. “Vale ressaltar que este curso tem o apoio do Governo Federal, por meio do Ministério da Agricultura, e também das cooperativas da região, o que é muito interessante, porque elas mostram que acreditam em nosso trabalho, com estes jovens, que hoje são os agricultores que estarão à frente de suas propriedades”, avaliou o gerente da Epagri de Araranguá.

araranguajovens2

Lidiane Camargo, coordenadora do curso e engenheira agrônoma, falou da importância da qualificação. “Antigamente se dizia que quem não tinha estudo ficava na roça, hoje é ao contrário, pra ti ficar na roça, tu tens que ter conhecimento, se especializar, melhorar, como todas as profissões, a agricultura não é diferente”, disse a engenheira, que também falou do vínculo criado entre os alunos. “Uma vez um jovem aluno me disse que com o curso ele descobriu que não estava sozinho, aquilo pra mim foi maravilhoso, só por este vínculo que eles criam entre eles o curso já é bastante gratificante. Agora, quanto à qualificação técnica, sem dúvida, eles vão sair daqui bem melhores do que quando entraram”, disse Lidiane.

Os jovens agricultores optaram por permanecerem no meio rural e também por buscar a capacitação. Érica Pezente, tem 18 anos, é moradora de Timbé do Sul e estuda, além do Curso Para Jovens Rurais, Gestão Ambiental, na Fael, em Araranguá. Ela e o irmão trabalham desde criança com os pais na roça, que são criadores de vacas leiteiras há cerca de cinco anos. “Sempre gostei de trabalhar no campo, é o que eu quero para meu futuro”, disse Érica. A mãe de Érica, Glaciana Saquete Pezente e o pai Edson Pezente, foram com a filha na Epagri, assistir a aula inaugural do curso. “É um orgulho ver a Érica seguindo nossos passos, estamos investindo para ela continuar no campo, porque é o que ela gosta, o que ela quer”, afirmou a mãe.

araranguajovens3

Natieli Poli da Silva, de 18 anos e também de Timbé do Sul, trabalha com os pais, que são produtores de fumo, ela tem irmãos, mas eles não trabalham mais no meio rural. “A intenção é ficar na roça, foi o que me influenciou a vir fazer este curso”, afirmou a jovem. O pai de Natieli, Cláudio Rogério da Silva, há mais de 30 anos é produtor de fumo. Ele contou que preferia que a filha fizesse uma faculdade, mas que ela escolheu ficar na roça. “Vai continuar o mesmo ramo do pai e da mãe, eu queria que ela fosse fazer faculdade, mas ela quer ficar na roça, então vamos ajudar ela a se aprimorar no meio que ela quer seguir”, falou Cláudio. Além do pai de Natieli, a mãe Zenaide Poli, assistiu a aula inaugural do curso com a filha.

araranguajovens4

Anderson da Rosa Cardoso tem 25 anos, é morador de Sombrio e chegou a trabalhar um tempo como caminhoneiro. Há dois anos voltou para a roça, onde planta com o pai, maracujá e banana. “O pai se criou na roça, era agricultor, eu puxei um pouco dele, gosto também e voltei, com o curso quero me aperfeiçoar, aprender técnicas, para aplicar na nossa lavoura”, contou o jovem. O pai de Anderson, Ademir Cardoso, o acompanhou na aula inaugural, na Epagri, em Araranguá. “Me criei na roça, depois ficou difícil trabalhar na agricultura, comprei uns caminhões e fui trabalhar na estrada, depois o filho foi também, mas acabamos voltando pra roça”, contou Ademir, que trabalhou mais de dez anos como caminhoneiro.

O casal, Juliana de Matos Borges, de 29 anos e Vander Fernandes de Vargas, de 30 anos, plantam maracujá, em Sombrio e vivem exclusivamente da roça. “Nós queremos diversificar e começar uma plantação com amora preta e pegar umas dicas no curso para melhorar nossa produção de maracujá”, disse Vander, que é filho de agricultor e se criou no meio das parreiras de maracujá e dos bananais. Juliana, antes de casar, trabalhava em confecção. “Quando casamos, fui trabalhar na agricultura com meu marido e o curso vai ser bom, para eu aprender a mexer no solo, nas mudas, vou aprender muitas coisas”, garantiu a jovem.Fonte:Grupo Correio do Sul

Mais informações: cetrar@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens do mar do Litoral Norte Catarinense se formam em gestão e empreendedorismo

jovensdomar

Em outubro uma nova turma de jovens do mar do Litoral Norte Catarinense finalizou o curso de gestão e empreendedorismo. A cerimônia de formatura foi no Centro de Treinamento da Epagri de Itajaí, da qual participaram 18 jovens pescadores artesanais e maricultores. A capacitação é oferecida pela Epagri, com recursos do Programa SC Rural.

O curso foi realizado durante o ano inspirado na Pedagogia da Alternância, que intercala aulas em sala com vivências pessoais. Os temas trabalhados foram socialização, educação sociocultural-ambiental, identidade, família, gênero, ética, cidadania, prevenção ao uso de drogas, gestão pesqueira e sistema de ordenamento pesqueiro, legalização da pesca e do mar, entre outros. Ao final do curso os jovens apresentam projetos de melhoria na atividade produtiva, elaborados por eles com apoio dos extensionistas nos seus respectivos municípios.

A formatura foi prestigiada por representantes de instituições parceiras no trabalho desenvolvido ao longo do curso: Marinha do Brasil através da Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí, Centro de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Sudeste e Sul, Instituto Federal de Santa Catarina – Campus Itajaí, Colônia de Pescadores Z-7 de Balneário Camboriú. Também participaram secretários de pesca, vereadores e funcionários da Epagri, como técnicos municipais, coordenadores, gerentes e diretores.Fonte:Epagri

 

Mais informações: cetrei@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Epagri forma 25 jovens do Planalto Norte no curso “Formação em Liderança, Gestão Ambiental e Empreendedorismo com Jovens Rurais”

canoinhasjovens1   

As gerências regionais da Epagri de Canoinhas e Mafra, realizaram na quinta-feira, 9, a formatura da 5ª turma do curso Formação em Liderança, Gestão Ambiental e Empreendedorismo com Jovens Rurais. O evento aconteceu no Centro de Treinamento da Epagri em Canoinhas (Cetrecan).

O curso, apoiado pelo Programa SC Rural, visou capacitar 1,5 mil jovens rurais em Santa Catarina, entre os anos de 2012 a 2016. “Mas tamanho o sucesso, repercussão, resultados e avaliações positivas pelos jovens, familiares e técnicos, o tempo de execução foi negociado, e com muita felicidade realizamos a formatura de mais uma turma no Planalto Norte”, comemora a chefe do Cetrecan e supervisora do curso, Ana Luiza Damaso Rocha.

O curso formou 25 jovens, que durante os meses de março até novembro deste ano, aprenderam diversos temas divididos em 4 eixos: do desenvolvimento humano, tecnológico, gerencial e ambiental. A metodologia do curso foi desenvolvida no sistema de alternância, em que o jovem permanece uma semana por mês no Centro de Treinamento recebendo o aprendizado e diversas informações de forma presencial, e depois retorna para a propriedade procurando aplicar o conhecimento do curso nas atividades junto à família.

canoinhasjovens4

Todos os temas foram desenvolvidos , principalmente por técnicos da Epagri das áreas de extensão e pesquisa, além de parcerias como da Polícia Militar Ambiental e de algumas prefeituras, que ofereceram o deslocamento para os alunos. Os cursos foram coordenados pelos extensionistas da Epagri de Canoinhas, Adolar Eleutério Voigt, e de Mafra, Ana Paula Machado.

canoinhasjovens3

Durante as falas emocionadas das autoridades e coordenadores, o gerente regional da Epagri Canoinhas, Donato João Noernberg, destacou que o curso tem como objetivo principal contribuir para que os jovens permaneçam no meio rural, sendo protagonistas do seu processo de desenvolvimento sócio – econômico e ambiental. “É uma grande conquista que não se encerra aqui, queremos que vocês levem seus conhecimento nas suas propriedade e para outros jovens do meio rural de toda região. É gratificante ver que todos se formam hoje, levando um conhecimento muito amplo de conhecimento e vivência para todas as suas vidas”, destacou Noernberg.

O evento teve a presença do secretário executivo do Programa SC Rural, Marcos Vieira; secretário executivo regional da ADR Mafra, Abel Schroeder; secretários municipais de Educação de Canoinhas, Osmar Oleskovicz, e de Irineópolis, Lilian Eliane Batschauer Ferreira; secretário municipais de agricultura de Bela Vista do Toldo, Dalvan Mizwa; sargento da Polícia Militar Ambiental Leonardo Joriel de Quadros, representando o Major Comandante Cristopher Rudolf Froehner; além dos extensionistas da Epagri e familiares dos formandos.Fonte:Sérgio Teixeira da Silva – Assessoria de Comunicação-Agência de Desenvolvimento Regional de Canoinhas – ADR 

canoinhasjovens2

Formandos da 5ª turma:

 

ANA PAULA PSCHEIDT POTELICKI

ANDERSON L. BAIL

ANDREY BAIL

BRUNO DE LIMA

CESAR SZYMCZYSZYN

DANIELI ROSKAMP

DANRLEI JONAS PERKA

EDINEI FRANCISCO WIECZORKIEVICZ

GABRIELA SELENKO

GILSON ZANELLA

GISELE KOGI

HEMERSON JOSÉ FROGUEL

IVONETE KOGGE

JOSNEI DOS SANTOS

LAUDENYR USINGER

LORIANE LATCHUCKY DE OLIVEIRA

LUCAS GORSELTZ

MARCELO MACHADO MASSANEIRO

MARCOS DUMS

MARISETE RADZINSKI

MATEUS VINICIUS NIEDZIESKI

MICHELE REGINA STOMINSKY

SANDRA DUMS

TIAGO ARTNER

TIAGO JANKOVSKI

 

Mais informações: Gerência Regional da Epagri de Canoinhas (47 3627-4199)

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Citricultura cresce na região de Campos Novos

camposnovoscitri1  

Laranja e uva estão entre as principais frutíferas cultivadas na região que engloba as regionais da Epagri de Campos Novos, Joaçaba e Concórdia.       A citricultura tem se destacado, recentemente, em dois municípios da região de Campos Novos; Abdon Batista e Celso Ramos.

Nestes municípios a produção comercial de citros surgiu após o fechamento de duas barragens da região. Os lagos, gerados por estas barragens promoveram o desenvolvimento de um microclima especial para o desenvolvimento da atividade.

Hoje, entre os dois municípios existem aproximadamente 100 ha de citros plantados e esta área está sendo ampliada com o incentivo das secretarias municipais de agricultura, Epagri e da Enercan – Campos Novos (Barragem).

A produção de uvas na região está com o segundo maior Valor Bruto de Produção, entre as frutas cultivadas, segundo dados do material elaborado pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola CEPA/ Epagri, Fruticultura em números – safra 2014/2015; com valor superior a R$ 9 milhões.

camposnovoscitri2

Considerando a produção considerável de citros e uvas, ocorreu no Centro de Treinamento da Epagri em Campos Novos, um Seminário de Fruticultura, que abrangeu temas relacionados a estas culturas.

camposnovoscitri3

No início do evento, que contou com mais de 100 produtores rurais das regiões de Campos Novos, Joaçaba e Concórdia, a pesquisadora da Estação Experimental de Itajaí, Dra. Luana C. Maro coordenou o lançamento da variedade de Citros denominada de SCS458 Osvino, em reconhecimento à dedicação do pesquisador aposentado Dr. Osvino Leonardo Koller à citricultura catarinense.

Na sequência 5 (cinco) palestras foram ministradas com as seguintes temáticas e respectivos palestrantes:  Importância das abelhas para fruticultura – Dr. André Amarildo Sezerino da Estação Experimental de Caçador;  Pragas da videira – Dr. Alexandre Carlos Menezes Netto da Estação Experimental de Videira; Adubação de videiras – Dr. João Peterson Pereira Gardin da Estação Experimental de Videira; Adubação de citros – Dr. Henrique Belmonte Petry da Estação Experimental de Urussanga; Controle de podridão floral em citros – Dra. Maria Cristina Canale do Centro de Pesquisa para a Agricultura Familiar; Controle da mosca das frutas – Dr. Rodolfo Vargas Castilhos do Centro de Pesquisa para a Agricultura Familiar.

A coordenadora do evento, Engenheira Agrônoma Mariângela Pirotti, destacou que o debate após as palestras foi enriquecido pela participação expressiva dos produtores, mostrando que eles estão em busca de novos conhecimentos para as suas atividades, acreditando nos trabalhos desenvolvidos pela Epagri.

 

Mais informações: Epagri- Gerência Regional de Campos Novos - (49) 35413500 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br