Arquivos da categoria: Capacitação Jovens Rurais

Jovens rurais de Princesa participam de capacitação

princesajovens1

O encontro foi presidido por Jovani Gregolin, Gerente da Cooper Alfa de São José do Cedro, empresa parceira do projeto. Em seguida, Edson Telles, falou sobre “Agricultura de Precisão”.

Coube ao engenheiro agrônomo da Epagri, Elvys Taffarel, da Gerência Regional da Epagri em São Miguel do Oeste falar sobre “Armazenagem de grãos e energias renováveis". Durante a tarde, o grupo conheceu o funcionamento do silo secador, na propriedade de Cézar Nós.

O Programa Capacitação de Jovens Rurais do município de Princesa, no extremo oeste Catarinense é promovido pela Epagri, Sicoob, Sintraf, Sindicato dos Produtores Rurais, Cooper Alfa e Prefeitura de Princesa.

Segundo os extensionistas da Epagri local, Leandro Hubner e Graziele Schnorr, a capacitação envolveu 27 jovens rurais do município, que participaram de sete encontros mensais de um dia, entre os meses de abril a outubro, com aulas teóricas pela manhã e práticas à tarde. Os jovens foram indicados pelas entidades envolvidas e todos receberão certificados registrados de conclusão e assistência técnica na propriedade.

princesajovens2

Os principais temas da capacitação envolveram bovinocultura de leite, conservação de solo e água, produção de alimentos para família, armazenagem de grãos, planejamento de propriedades e educação financeira, nota fiscal eletrônica, INSS, organização social, meliponicultura/apicultura, agricultura de precisão, piscicultura, entre outros.

De acordo com a extensionista da Epagri, Graziele Schnorr há uma preocupação geral das entidades, quando o assunto é juventude e sucessão familiar. "Nos dados revelados no censo agro 2017 do IBGE houve uma redução de 20% das propriedades rurais de Princesa em relação ao censo de 2006. Em 2017 foram registradas pelo censo 379 estabelecimentos agrícolas com produção. Desses em apenas 07 o responsável pela propriedade tem menos de 30 anos de idade (jovem) e em 97 o responsável tem mais de 60 anos de idade, ou seja, não tem sucessor neste momento. Em 274 estabelecimentos o responsável tem entre 30 e 60 anos" declara.

Para os extensionistas Graziele Schnorr e Leandro Hübner, que coordenam a capacitação, a meta é preparar os jovens rurais para serem sucessores das propriedades e poder torná-las economicamente viáveis, ambientalmente corretas e socialmente justas, em benefício das famílias e da sociedade.

Mais informações: emprincesa@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4305
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Bovinocultura de leite e gestão de propriedades: novos olhares da juventude rural

   smoestecidasc21

Um grupo de jovens rurais do estremo oeste de Santa Catarina que participam do curso de qualificação com foco em bovinocultura de leite e gestão de propriedades, participaram no início de agosto de mais uma etapa da formação.

Segundo a extensionista da Epagri, Simone Bianchini, o curso acontece desde o mês de abril, no Centro de Treinamento da Epagri, em São Miguel do Oeste – Cetresmo, com aulas teóricas, práticas e excursões técnicas. “Percebemos uma evolução positiva do grupo que está muito comprometido com a formação. Temos relatos de famílias sobre o impacto positivo nas relações de trabalho nas unidades familiares. Este público trouxe novas demandas de trabalho e está acessando importantes políticas públicas estaduais e municipais”.

smoeste-cidasc2

No período da manhã, os jovens receberam orientações do extensionista da Epagri, Clístenes Guadagnin, sobre Manejo de Solo e Água nas Propriedades Rurais, e do analista financeiro do Sicoob, Cristian Ludwig, sobre Gestão de Recursos Pessoais.

smoestecidasc3

smoestecidasc4

À tarde, eles foram até a propriedade da família Orso, na Linha Aparecida, onde acompanharam explanações do médico veterinário da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc, Ody Gonzalves, sobre Brucelose e Tuberculose e do médico veterinário da Epagri, Jaime Prestes, acerca de Doenças Reprodutivas em Rebanhos Leiteiros. Também puderam conhecer as instalações e o funcionamento das atividades da propriedade.

A extensionista Simone ressalta que o Estado, o Município e demais parceiros do projeto, têm sentido a importância de trabalhar com os jovens rurais e já oportunizam ferramentas para fomento e incentivo à atuação nas propriedades. Exemplo disso, é o Governo do Estado que disponibiliza para este público, kit forrageiro, kit informática e recursos para a implantação e desenvolvimento de projetos de vida, por meio do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR).

O secretário Antônio Orso afirmou que a Administração Municipal é parceira neste projeto que vem formando jovens do interior, os quais pretendem dar continuidade às atividades de seus pais e avós, preservando a produtividade nas propriedades rurais. “Queremos contribuir com o fortalecimento do homem do campo e aumento de sua produtividade e renda. Temos muitos jovens aqui com grande potencial, precisamos incentivá-los a ficar na propriedade e melhorar a cada dia”.

Além da Prefeitura de São Miguel do Oeste e da Epagri, estão juntos neste projeto, Sicoob, Cooper Alfa, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato dos Produtores Rurais, Associação 25 de Maio, Sulcredi, Sicredi e Acismo. Fonte: portal peperi/Foto: Prefeitura de São Miguel do Oeste

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais do Planalto Norte fazem curso da Epagri em Canoinhas

canoinhasjovens1

Jovens rurais do Planalto Norte Catarinense passaram quatro dias no Centro de Treinamento da Epagri de Canoinhas (Cetrecan) aprendendo a planejar seu futuro no campo.

O grupo, formado por 16 participantes, dos municípios de São Bento do Sul, Mafra, Itaiópolis, Monte Castelo, Bela Vista do Toldo e Canoinhas, completou a primeira alternância do curso para jovens oferecido pela Epagri entre os dias 15 e 18 de julho.

Extensionistas da Epagri de toda a região foram os instrutores do curso. Eles trataram sobre temas como socialização, linha do tempo da agricultura familiar, planejamento pessoal, empreendedorismo e políticas públicas, além de abordar conteúdos técnicos em bovinocultura de leite, como planejamento da propriedade e manejo de pastagens.

“A turma é extremamente participativa e ávida por alternativas de renda para a propriedade rural”, resumiu Ana Luiza Damaso Rocha, gestora do Cetrecan, que coordenou o curso. Essa foi a primeira de sete alternâncias do curso que serão realizadas com o grupo.

Mais informações:  cetrecan@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Em Cunhataí jovens rurais são incentivados para a sucessão em propriedades rurais

cunhataijovens     

No município de Cunhataí, oeste Catarinense, uma iniciativa, que vem sendo promovida pela Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com a Epagri, reuniu, jovens do meio rural, para o 5º Encontro do Projeto Juventude Rural Cunhataí.

O evento realizado no dia 26 de julho contou com um grande número de participantes, fato que animou a todos envolvidos no projeto, por destacar o interesse e importância, que estes jovens vem demonstrando.

cunhataijovens3

O encontro aconteceu no Centro Municipal de Eventos e Convivência tendo início logo pela manhã, com uma palestra ministrada pelo educador popular da FETRAF/SC, Neuri Alves e pela educadora popular pela FETRAF/SC, Dalvana Cordazzo.

Neuri e Dalvana falaram sobre, a importância da decisão dos jovens, na hora de se assumir a propriedade rural da família, e a questão de como conseguir fazer uma boa gestão dos negócios.

Posteriormente, Iane Paulo Andreola, gerente do Banco do Brasil, agencia de Saudades, explanou sobre os possíveis serviços/suporte que a agência presta ao produtor rural. Após a conversa, dois participantes do projeto foram sorteados, e foram presenteados cada um, com uma conta poupança, já com o valor de R$100,00 depositados. 

cunhataijovens2 cunhataijovens5

Após o almoço, o grupo foi até a propriedade da família Kunsler, na comunidade de São Roque, onde conheceram como funciona o piqueteamento, e pastagem de sobre semeadura.

Na ocasião, grupo também recebeu informações sobre a atividade de apicultura, e visitaram o apiário que a família vem desenvolvendo na propriedade.

cunhataijovens4

O extensionista da Epagri em Cunhataí, Edison dos Santos, que acompanhou o grupo no dia de campo, ressaltou que o dia foi muito produtivo, pois foram abordados diversos assuntos, o que pode aumentar a visão que estes jovens possuem, mediante o desenvolvimento de atividades agrícolas. 

cunhataijovens6

Os pioneiros João e Jacó Sehnem chegaram em Cunhataí no dia 05 de agosto de 1943. Hoje, Cunhataí é uma terra de agricultores, gente simples, simpática e hospitaleira e de muita religiosidade.Fonte: https://nossaradio.net.br

 

Mais informações: emcunhatai@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Técnicos da Cidasc de São Miguel do Oeste palestram para jovens rurais

flordosertaocidascjovens1

Técnicos do Departamento Regional da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Cataria – Cidasc de São Miguel do Oeste participaram, do 4º Curso de Bovinocultura de Leite para Jovens Rurais, em Flor do Sertão.

smoestecidascjovens3

O curso, promovido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri, contou com a presença de 30 jovens produtores da região e teve como objetivo promover capacitação em pecuária de leite, buscando um novo olhar para a atividade, como parâmetros e potencial utilizados para produção de leite em diferentes propriedades rurais, taxa de oferta de pastagens e estrutura de um rebanho. Fonte:Cidasc/Foto: Epagri

 

Mais informações: smoeste@cidasc.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens apicultores de Porto União são capacitados pela Epagri

portouniaoapicultores2

Na última quinta-feira, 6, o Escritório Municipal da Epagri, no município de Porto União deu sequência na capacitação de jovens apicultores das comunidades de Maratá, Bom Princípio e São Martinho.

A segunda etapa dessa capacitação ocorreu na propriedade da família Vetterlein, em Bom Princípio, contando com a presença de 12 apicultores.

Essa etapa teve como objetivo falar sobre a alimentação das abelhas, seja a alimentação natural pelo pólen e néctar de floradas nativas e exóticas, ou seja a alimentação suplementar, usada pelos apicultores para manter as colmeias em épocas de pouca florada na região.

portouniuaoapicultores

Como primeira atividade, Guilherme Gonçalves, engenheiro agrônomo da Epagri de Porto União, elaborou com os apicultores o calendário de floradas da região, levantando quais a principais espécies vegetais que são fonte de alimento para as abelhas nessa região, e qual seus períodos de floração. Esse levantamento é importante para saber quando é necessário o uso de alimentação suplementar nas colmeias.

Em seguida Danilo Sagaz, responsável pela apicultura na Epagri do Planalto Norte, expôs aos presentes os tipos de alimentação suplementar. Há a alimentação energética, que tem por objetivo manter a colmeias durante período sem floradas utilizando mel, alguns tipos de açúcar, destacadamente o VHP, e xarope. O outro tipo é a alimentação estimulante para postura da abelha rainha, sendo feito com os apicultores o bife proteico, alimento elaborado com mel, açúcar, levedo e farinha de soja.

Por último, aconteceu a visita aos apiários da família Vetterlein, para observar o comportamento das colmeias, reservas de mel, e avaliação do uso de alimentação suplementar nas colmeias. A próxima etapa está marcada para final de agosto, no apiário da família Ludwig, na comunidade de São Martinho.

 

Mais informações: emportouniao@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

IMA E EPAGRI capacitam jovens rurais da Grande Florianópolis sobre regularização ambiental

fatmajovens

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA), a convite da Epagri, em 23 de abril, realizou capacitação para jovens rurais da Grande Florianópolis sobre regularização ambiental da pequena propriedade.  

A engenheira agrônoma Cíntia Uller Gomez, da Gerência de Licenciamento Ambiental Rural do IMA abordou aspectos como áreas de preservação permanente, reserva legal e a importância do Cadastro Ambiental Rural e de adesão ao Programa de Regularização Ambiental – PRA. Os jovens também aprenderam quais e quando as atividades agropecuárias precisam de licenciamento ambiental e como proceder. 

A participação do IMA/SC se deu no âmbito do curso “Organização, gestão e protagonismo”, organizado pela Epagri, para jovens rurais de todo o estado de Santa Catarina. Durante 8 meses, os jovens passam uma semana por mês no Centro de Treinamento da Epagri de sua região aprendendo sobre aspectos que vão desde a questão ambiental envolvida nos processos produtivos até o desenvolvimento do espírito de solidariedade e inovação. A iniciativa visa fazer com que esses jovens sejam protagonistas de oportunidades no espaço rural. 

Ao finalizar o curso, cada jovem elabora um projeto que será posto em prática na propriedade de sua família, com o acompanhamento técnico da Epagri. Fonte:IMA

Mais informações:  cetre@epagri.sc.gov.br -  http://www.ima.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Epagri e parceiros promovem o segundo encontro do Projeto Juventude Rural de Cunhataí

cunhataijovens1

O dia 24 de abril, foi marcado pelo segundo encontro do grupo que executa as atividades do projeto – Juventude Rural Cunhataí, lançado pela Epagri, em março de 2018. O projeto conta com a parceria da Secretaria Municipal de Agricultura e entidades que atuam no município.

O projeto tem por objetivo trazer os jovens, filhos de produtores rurais, para mais próximo das atividades desenvolvidas dentro das propriedades.

cunhataijovens8

O evento teve início às 09:00 horas manhã, nas dependências da Câmara Municipal de Vereadores de Cunhataí, onde o grupo assistiu a uma palestra apresentada pelo engenheiro agrônomo Ruan Benvenutti, que atua junto a Epagri de Palmitos. Na oportunidade, o agrônomo falou sobre a taxa de oferta de pastagem e estrutura de rebanho, e da questão de sobre semeadura de sementes de pastagem de inverno.

Em seguida, os representantes das entidades parceiras Cooperativa Regional Auriverde, e Cooperativa de Créditos Sicoob Credial, explanaram sobre o funcionamento das entidades, e as vantagens em aderir a mesmas.

cunhataijovens7

Após o almoço, os participantes, foram até a propriedade da família Nalim, localizada na Linha Cascatinha, no vizinho município de Águas de Chapecó, onde foi realizada uma atividade a campo, dado continuidade ao assunto tratado pelo engenheiro agrônomo Ruan Benvenutti.

cunhataijovens2

O técnico da Epagri apresentou aos jovens uma simulação em pequena proporção, da coleta de pastagem verde de 1m² de área, onde em seguida a mesma foi secada em micro-ondas, para que fosse possível ser feito o cálculo da matéria verde ingerida pelo animal, convertida em matéria seca, chegando o mais próximo possível, do quanto um animal precisa ingerir em questão de volume, para atender a suas reais necessidades.

Segundo o extensionista Edison dos Santos, que acompanhou o dia de atividades, o grupo se mostrou participativo. “Isso nos alegra em saber que estamos no caminho certo. Esperamos que o que está sendo visto pelos jovens nesses encontros, de uma forma ou de outra seja implantado no dia-a-dia dentro das propriedades, de forma que melhore o desenvolvimento dos trabalhos”, ressalta Santos informando que o próximo encontro ocorrerá no dia 23 de maio. Fonte: https://www.cunhatai.sc.gov.br

 

Mais informações: emcunhatai@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais do Extremo Oeste iniciam curso de organização, gestão e protagonismo

smoestecursojovens-

Iniciou este mês o Curso Organização, Gestão e Protagonismo com Jovens Rurais do Extremo Oeste Catarinense, no Centro de Treinamento de São Miguel do Oeste (Cetresmo).

A aula inaugural foi realizada no dia 2 de abril com 30 jovens, acompanhados de seus familiares, secretários municipais da agricultura, prefeitos e técnicos da Epagri dos municípios que foram contemplados com o curso: Belmonte, Bom Jesus do Oeste, Cunha Porã, Descanso, Iporã do Oeste, Santa Helena, São João do Oeste, Serra Alta e Tunápolis.

De acordo com as coordenadoras do curso, extensionistas sociais Flavia Maria de Oliveira e Jane Alice Gotardo Zanin, os objetivos do curso são construir e oferecer conhecimentos para desenvolver competências nas áreas humana, social, ambiental, técnica e de gestão da propriedade rural, além de capacitar os jovens para a execução de atividades agropecuárias rentáveis, melhorando a qualidade de vida e viabilizando a permanência desse grupo no campo.

Durante a cerimônia de abertura do curso, a líder do Programa Capital Humano e Social da Epagri na região Extremo Oeste, Lilian Mortari Castelani, ressaltou os trabalhos realizados desde as primeiras turmas de jovens rurais formadas na região e os sucessos alcançados com as famílias atendidas na ação. No evento o professor Celso Bergmaier, do Instituto Federal de Santa Catarina, campus de São Carlos, ministrou a palestra “Economia social rural: um estudo de caso dos clubes 4S de São Carlos”, mostrando dados do seu trabalho de doutorado, bem como sobre juventude rural e a sucessão.

smoestecursojovens--

O curso será realizado durante oito alternâncias, de três dias por mês, quando os jovens ficam hospedados no Cetresmo. Nesses encontros os jovens terão atividades teóricas e práticas, com atividades de campo e viagens técnicas, para reconhecimento e apropriação dos conteúdos trabalhados em sala de aula. Além disso, serão ministradas oficinas de alimentação, atividades de cultura e lazer e palestras de assuntos solicitados pelos jovens.

De acordo com a coordenação, essas atividades se configuram como momentos de atividades extras. Todos os instrutores do curso são extensionistas da Epagri das regionais de São Miguel do Oeste e Palmitos. Além das atividades realizadas no Centro de Treinamento, os jovens receberão assistência técnica periódica dos profissionais dos escritórios municipais da Epagri.

O curso Organização, Gestão e Protagonismo é resultado de uma parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e  a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina.Fonte:Epagri

 

Mais informações: cetresmo@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309 
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Jovens rurais da região de Palmitos capacitados em produção leiteira

palmitoscursojovens1

Jovens rurais de seis municípios da região de Palmitos, no Extremo Oeste do Estado, terão um ano de muito aprendizado sobre pecuária leiteira.

Eles fazem parte de um projeto da Epagri com entidades parceiras que vai capacitar, ao longo deste ano, 152 jovens de Flor do Sertão, Cunhataí, Riqueza, São Carlos, Águas de Chapecó e Cunha Porã. O “Curso Juventudes Rurais – Semeando no presente para colher no futuro” é a ampliação de um projeto de sucesso realizado em Cunha Porã no ano passado.

Os cursos terão nove encontros mensais em cinco municípios. Cada módulo é composto por uma manhã de estudos conduzida por profissionais da área e uma tarde de visita a propriedades que trabalham a produção de leite. Ao longo do mês de março, todas as turmas realizaram a primeira etapa do curso. Em Cunha Porã, 27 participantes de 2018 estão iniciando o segundo ano de estudos para aprofundar ainda mais o conhecimento na área.

plmitoscursojovens3

Nos intervalos entre as etapas do curso, serão realizadas visita às famílias dos participantes que demandem ações de assistência técnica e extensão rural. “Ao longo da capacitação, os alunos também poderão buscar acesso a políticas públicas relacionadas ao jovem rural empreendedor”, acrescenta Richard Willian Junglaus, engenheiro-agrônomo da Gerência Regional da Epagri de Palmitos e coordenador do curso.

Todos os municípios envolvidos no projeto têm a produção leiteira em sua base econômica. No entanto, grande parte das propriedades é gerida pelos pais, a maioria acima de 50 anos, enquanto os jovens buscam empregos na cidade ou fora do município. “Considerando essa realidade, a Epagri buscou formar parcerias na região e em cada município com instituições movidas pelo interesse de ajudar os jovens a permanecer no campo, vislumbrando na produção leiteira uma oportunidade de negócio e desenvolvimento”, explica Richard. Além de colaborar com recursos, as entidades parceiras indicam os participantes.

Entre os parceiros do projeto estão: prefeituras, Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca, Cidasc, Icasa, Instituto do Meio Ambiente de SC (IMA), Cooperativa Regional Auriverde, Cooperativa A1, Cootrafar, CooperAlfa, Banco do Brasil, Cresol, Sicoob, Sicredi, Sulcredi, Movimento de Mulheres Camponesas, Clube 4s, Carlitos Alimentos, Casa Familiar Rural, além de sindicatos em cada município vinculados à Fetraf, ao Sintraf, à Fetaesc e à Faesc.

 

Mais informações: grp@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br