Arquivos da categoria: Capacitação agricultores

Produtores aprendem que xarope pode amenizar falta de flores e a morte de abelhas na produção de maçã

sjoaquimmaçã

A escassez de flores no período de outono/inverno pode causar o enfraquecimento e a morte de enxames e com isso comprometer a produção de maçã, que é a principal atividade econômica do município de São Joaquim.

Para garantir que os enxames estejam fortes e saudáveis nessa época, 17 agricultores do município participaram de uma capacitação na qual aprenderam técnicas de alimentação artificial de colmeias para a passagem do inverno.
 

A capacitação foi ministrada pelo engenheiro-agrônomo da Epagri em São Joaquim, Filipe Souza Oliveira, que apresentou aos agricultores alternativas de suplementação artificial energética, por meio de xarope, e alimentação proteica para ser fornecida às vésperas das floradas da primavera. “É mais viável realizar o manejo de manutenção e fortalecimento dos enxames durante o outono/inverno do que repovoar as colmeias durante a primavera”, salienta o extensionista.
 

Filipe explica que a alimentação artificial das colmeias no inverno é uma das técnicas de manejo da macieira para garantir uma frutificação seja adequada, juntamente com as podas, os tratamentos fitossanitários, as adubações, o raleio, entre outras práticas.
O evento contou com a participação da secretaria da agricultura do município e foi acompanhado pelo pesquisador de entomologia e gerente da Estação Experimental de São Joaquim, Cristiano Arioli. Fonte:Epagri

 

Mais informações: emsaojoaquim@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Curso de vinhos artesanais capacita produtores em Lajeado Grande

lageadograndevinho

A produção de vinho artesanal é uma forte característica do município de Lajeado Grande, no Oeste do Estado. Todos os anos, aproximadamente 60 produtores elaboram vinhos artesanais para consumo de suas famílias. Para incentivar essa tradição e melhorar a qualidade da bebida, a Epagri, em parceria com a Secretaria de Agricultura de Lajeado Grande, realizou um curso sobre elaboração de vinhos artesanais com vinicultores do município.

A capacitação foi realizada no dia 12 de janeiro na propriedade do agricultor Adair Biffi e foi ministrada por Douglas André Wurz, professor de fruticultura do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) – Campus Canoinhas.

“Os participantes conheceram os principais pontos que devem receber atenção para produzir vinhos artesanais de qualidade, desde a colheita da uva até o engarrafamento”, conta Thiago Marchi, engenheiro-agrônomo da Epagri do município. O grupo também aprendeu sobre recepção da uva, moagem e adição de produtos enológicos, como o metabissulfito de potássio e a levedura. O curso encerrou com uma degustação de vinhos de diferentes variedades e origens.

Thiago Marchi conta que, nesta safra, a perspectiva é de aumento da produção de vinhos no município. “A matéria-prima está chegando com melhor preço aos vinicultores.”

 

Mais informações: emlageadogrande@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Em parceria com o NITA Epagri e Agrotechlink realizam tarde de campo em Araquari

araquari4

A Epagri, por meio do Escritório Municipal de Araquari e a empresa Agrotechlink realizaram em conjunto uma tarde de campo na propriedade do agricultor Jocélio Burger para discutir a importância do abrigo no cultivo de hortaliças e a apresentação da tecnologia que auxilia no processo de irrigação e diminui a mão de obra.

O técnico extensionista Rodrigo Simões comentou sobre a melhora na qualidade das hortaliças quando cultivadas em abrigos, pois diminui a ocorrência de doenças e pragas, além de protegê-las da ação direta do tempo. Resultado de uma parceria da agrotechlink com o NITA – o Núcleo de Inovação Tecnológica para a Agricultura Familiar -, o agricultor Jocélio foi o primeiro a receber o kit de automação com sensores no início do ano para o seu cultivo de alface.

Acompanhado pelo técnico extensionista da Epagri, Evandro Gonçalves, o agricultor Jocélio vem melhorando a cada dia a sua produção e agora planeja expandir o cultivo de hortaliças também para o sistema hidropônico. Demonstrando a ação que a Epagri vem realizando no campo em conjunto com empresas de tecnologia e agricultores.

Desde a instalação, a tecnologia tem permitido ao Jocélio maior controle sobre a sua irrigação e diminuição do tempo envolvido em todo o processo. Tendo hoje mais tempo livre e melhor controle do seu cultivo, até mesmo estando fora da sua propriedade. Neste dia a agrotechlink também instalou na propriedade o seu novo sensor de umidade do solo, que logo será distribuído a todas as outras unidades em parceria com o NITA.

Neste dia estavam presentes o Gerente Regional da Epagri em Joinville Hector Haverroth, os Técnicos Evandro e Rodrigo, agricultores da região, Gilmar Germano e Alexsandro Olivo e Luciano Bueno da empresa agrotechlink. Fontes: agrotechlink.com e nita.org.br

Mais informações: emaraquari@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Epagri incentiva produção de banana orgânica no sul do Estado

sombriobanana

A Epagri vem realizando diversas ações para incentivar a produção de banana livre de agrotóxicos na região sul

No sentido de incentivar a produção orgânica na bananicultura, uma série de ações da Epagri vem acontecendo em Sombrio. Dentre estas ações estão oficina sobre Certificação Participativa e Auditada, reuniões sobre cooperativismo e rastreabilidade, além de orientações sobre a produção mais sustentável na bananicultura. Atualmente, a área produtora de banana orgânica com certificação, em Sombrio, é de apenas 3 hectares.  

No município de Ermo, a área de bananais com certificação auditada é de 15,5 hectares. Contando com o acompanhamento técnico da Extensionista da Epagri local Glaura Mendes Perufo, os frutos dessa área são de excelente qualidade e ótima produtividade.

Visando otimizar as ações de capacitação e o fortalecimento do grupo, assim como troca de experiências, as extensionistas da Epagri dos dois municípios propuseram a união dos agricultores.

Apesar de pequena área produtora de banana certificada, Sombrio conta com 80 ha de bananais em estágio de transição, do sistema de produção convencional para o sistema orgânico.

Em 2019, essas áreas de produção receberão a certificação de produto orgânico por meio da certificação participativa. "Este período de mudança é um momento muito difícil para os agricultores, mas a fruta produzida em Sombrio também está mantendo uma ótima qualidade." disse Mirielle de Oliveira Almeida, extensionista do escritório municipal de Sombrio.

No último dia 6 de novembro, os escritórios da Epagri de Ermo e Sombrio, com o apoio da prefeitura municipal de Ermo realizaram uma viagem técnica para o Ceasa de São José/SC. A viagem teve como objetivo articular a comercialização da banana orgânica produzida pelo grupo.

A instituição foi apresentada aos agricultores pelo engenheiro-agrônomo André de Medeiros, que na ocasião conversou sobre o volume de comercialização anual de banana, épocas de maiores ofertas e demandas, regras de comercialização no Ceasa e rastreabilidade dos produtos agrícolas. Fonte:jornalamorim

Mais informações: emsombrio@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Produtores se especializam no cultivo do arroz

turvoarroz

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) – Regional de Araranguá promoveu, na comunidade de São Pelegrino, no município de Turvo, um Dia de Campo de Arroz Irrigado.

Cerca de 20 agricultores de todo o município participaram e receberam orientações do engenheiro agrônomo da Epagri de Araranguá e responsável pelo projeto Grãos e Arroz no Sul Catarinense, Douglas George de Oliveira e da engenheira agrônoma do escritório da Epagri de Turvo, Beatriz Bez Birolo.

De acordo com Douglas, os temas abordados foram concentrados no manejo consciente do uso da água, visando aumentar a disponibilidade de água nas lavouras dos agricultores. “A gente faz um trabalho de estimular a reserva de água na propriedade e também melhorar a eficiência de uso da água dentro da roseira, evitando o desperdício e evitando ao mesmo tempo contaminação”, explicou.

Outro trabalho apresentado pelos técnicos da Epagri foi referente à adubação da lavoura. Os técnicos passaram recomendações, buscando aumentar a produtividade da cultura. Douglas explicou que o trabalho foi baseado em uma unidade implantada na propriedade onde ocorreu o Dia de Campo, que se utiliza dos manejos propostos pela Epagri e os agricultores puderam ver aplicado em uma lavoura, o resultado das recomendações técnicas propostas pela empresa de pesquisa. “A gente tem todas as variedades da Epagri plantadas nesta propriedade localizada na comunidade de São Pelegrino. Foi um evento muito positivo do ponto de vista de aprendizado para os agricultores que estiveram lá”, avaliou.

Segundo Douglas, os agricultores fizeram vários questionamentos, que foram respondidos por ele e sua colega. “Foi uma troca de informações muito importante”, disse.

Já na parte da tarde, foi a vez do gerente da Epagri de Araranguá, Reginaldo Ghellere e do engenheiro agrônomo do escritório da Epagri de Maracajá, Ricardo Martins, participarem de um projeto de entrega de sementes para criadores de gado de corte e de leite de Maracajá. O projeto é apoiado pelo Ministério da Agricultura e executado pela Prefeitura e pela Epagri.

De acordo com Ricardo, a Prefeitura de Maracajá disponibilizou para 153 criadores do município mais de 1.400 bolsas de sementes de azevém, aveia e ureia e também adubo. “Esta ação visa incentivar os criadores de gado de corte e de leite na melhoria das pastagens”, disse. Conforme Ricardo explicou, a distribuição das mudas foi realizada de acordo com o plantel de cada criador e eles também contarão com assistência técnica da Epagri.

Segundo Reginaldo, também aconteceu em Tubarão uma especialização para os técnicos da Epagri, sobre legalização de empreendimentos da agricultura familiar, e em São João do Sul um Dia de Campo Sobre a Cultura da Banana, organizado pela Epagri. Fonte: Gislaine Fontoura http://www.grupocorreiodosul.com.br

Mais informações:emturvo@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Em Maracajá, agricultores e técnicos da Epagri debatem fertilidade e produção de milho

maracajamilho maracajamilho1 maracajamilho2

Amostragem de solo, adubação com base em análise de solo, nutrição e parâmetros de custo de produção foram os principais temas debatidos em uma oficina realizada portécnicos da Epagri, eque aconteceu na propriedade do agricultor Bento Manoel Machado, localidade de Espigão Grande, município de Maracajá

As informações são do engenheiro agrônomo da Epagri, Ricardo Martins, que explanou sobre a necessidade da diminuição dos custos de produção na formação da lavoura de milho para grãos e silagem e destacou a importância de se conhecer a fertilidade do solo, modo e aplicação de calcário e adubos, entre outros insumos.

Ao término da reunião os agricultores se dirigiram a lavoura de milho do agricultor Bento Manoel Machado para conhecer as características do milho da Epagri e avaliar qualitativamente a lavoura. Segundo Ricardo Martins, a variedade de semente rende cerca de 120 sacas por hectare e os participantes da oficina ficaram entusiasmados com a qualidade da produção.

O diretor do Departamento Municipal de Agricultura Luiz Martinello, o Neguinho, participou do evento e hipotecou apoio à iniciativa e destacou a importância da parceria da administração municipal com a Epagri e em especial com a equipe do escritório local da empresa do governo do estado.Fonte:Correio do Sul

Mais informações:emmaracaja@epagri.s.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Produtores de Meleiro aprendem sobre conservação de solos e milho

meleirooficinamilho

Treze agricultores, do município de Meleiro participaram de um dia de Campo sobre conservação do solo e milho – variedade de polinização aberta (VPA) desenvolvido pela Epagri.

A engenheira agrônoma Vera Regina Camargo, da Epagri de Meleiro, explicou aos agricultores sobre os tipos de milho, ou seja, o que é um híbrido, variedades locais e crioulas e variedades de polinização aberta (VPA). Aproveitou o momento para relatar sobre as características agronômicas da VPA desenvolvidas pela Epagri: SCS 155 Catarina. Salientou que os milhos variedades se destacam pela rusticidade frente às intempéries climáticas e às condições de fertilidade do solo, e pelo baixo custo de implantação quando comparado a sementes híbridas. Destacou que estas variedades têm a grande vantagem de possibilitar que o agricultor produza a própria semente.

A área de lavoura de milho é uma Unidade de Referência Técnica – URT, implantada na propriedade da família Zilli. Foram semeados, em junho de 2017, adubos verdes de inverno, aveia, ervilhaca e espergula, em uma área de 9.000 m². Após o manejo da adubação verde, na primavera, foi realizada a semeadura do Milho VPA da Epagri: SCS 155 Catarina.

oficinamilho2

O engenheiro agrônomo do município de Maracajá, Ricardo Sant’Anna Martins, explicou aos agricultores sobre as possíveis espécies para serem utilizadas com adubação verde e plantio direto tais como espérgula, aveia e ervilhaca. Ricardo falou da importância da utilização de coquetéis de adubos verdes utilizando espécies das famílias das gramíneas e leguminosas. “As gramíneas têm a vantagem de fornecer uma boa cobertura vegetal para o solo e as leguminosas têm a capacidade de fixar o nitrogênio”, ressaltou Ricardo.

O extensionista também chamou a atenção dos agricultores sobre a importância da manutenção da cobertura vegetal e seus benefícios para o solo. “A curto prazo os benefícios podem não ser tão imediatos, mas a longo prazo o solo fica mais estruturado, resistente a adversidades climáticas e com uma boa camada de matéria orgânica”.

As variedades tradicionais de milho de polinização aberta foram substituídas ao longo dos últimos 40 anos pelos híbridos, que hoje, dominam o mercado e têm maior potencial produtivo, porém são mais exigentes em tecnologia (adubação, com chuvas bem distribuídas e uso intensivo de agrotóxicos).Fonte:Correio do Sul

 

Mais informações: emmeleiro@pagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Agricultores de Piratuba recebem capacitação

piratubacurso

Um grupo de 16 agricultores do município de Piratuba realizaram um curso de capacitação de manutenção de tratores agrícolas e regulagem de implementos.

Ele aconteceu na comunidade de Lageado Mariano, através da parceria entre a Epagri local e o Senar.

”Nossos agricultores estão sempre em busca de novidades e a tecnologia está aí para ajudar. A Epagri foi procurada por eles e é sempre parceira nessas atividades que ajudam na melhoria da produção”, relatou o técnico em agropecuária da Epagri de Piratuba, José Luiz Fontanella.

 

Mais informações:

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Parceria promove capacitações de produtores rurais de Anita Garibaldi

anitadiadecampo1

Produtores rurais de Anita Garibaldi participaram de capacitações técnicas ministradas por profissionais da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), em cumprimento ao Projeto Melhoramento de Campo Nativo.

A iniciativa foi desenvolvida com a Associação Novos Caminhos, que reúne cerca de 40 agricultores das comunidades Arredores, Bairro Coopercampos, Rincão Salmória, Santa Ana, Carijós e Barro Preto.

O Dia do Campo, foi realizado em quatro capacitações: Melhoramento de Campo Nativo, Associativismo, Cooperativismo, e Regulagem e Manutenção de Equipamentos Agrícolas.

O objetivo foi orientar os agricultores para que possam fortalecer a agricultura familiar, melhorando a qualidade de vida das pessoas por meio de geração de renda. A próxima capacitação será no mês de setembro e vai abordar a qualidade do leite e a industrialização. 

anitadiadecampo2

O Projeto Melhoramento de Campo Nativo vem sendo desenvolvido desde 2016, em uma parceria entre o Instituto Alcoa, a BAESA e a Epagri. Recentemente, o grupo conquistou a aquisição de uma plantadeira de plantio direto e uma ensiladeira, dois equipamentos agrícolas fundamentais para estimular à agricultura familiar no município, cuja 70% da população reside no meio rural, com economia baseada no plantio de milho, feijão, soja e outros grãos, e também na pecuária, com criação de gado leiteiro e de corte. Fonte: Assessoria BAESA

 

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Epagri promove encontro de Associações de Mulheres de Cerro Negro

cerronegroencontro

A equipe da Epagri, no município de Cerro Negro, em parceria com a Secretaria da Agricultura e Programa SC Rural, promoveu no dia 29 de junho,um encontro da Associações de Mulheres das comunidades de Santa Ana, Sagrado, Cruzeirinho, Beneditos  e da Sede do município.

O objetivo do evento foi promover a troca de experiências em artesanato e oportunizar às mulheres um espaço informal para discutirem assuntos atuais, como as reformas trabalhistas e previdenciárias que estão sendo propostas e devem atingi-las diretamente, enquanto transformam tecidos em lindas peças de artesanato, conhecidas como fuxicos. 

Divididas em grupos cada qual com uma instrutora socializando um tipo de trabalho, as mulheres colocaram em pauta também a importância da sua contribuição para o desenvolvimento familiar e sua efetiva contribuição na comunidade onde atuam. No final do encontro as fizeram exposição dos trabalhos. 

Prestigiaram o evento, que foi realizado no Centro de Eventos Municipal,  o gerente regional da Epagri de Lages, Olmar Neuwald, a coordenadora do Programa Capital Humano e Social da regional da Epagri, Andréia Meira, e o Prefeito Municipal, Ademilsom Conrado, que ofereceram apoio às participantes. Fonte:Correio dos Lagos


Mais informações:emcerronegro@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br