Arquivos da categoria: Selo de Conformidade CIDASC

Cooperserra é certificada com o Selo de Conformidade Cidasc

 cidascselo2 

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc realizou no dia 2, a solenidade de entrega do Selo de Conformidade Cidasc para a Cooperativa Regional Agropecuária Serrana – Cooperserra.

Fundada em 1994, a cooperativa é responsável por 350 hectares de pomares de maçã nos municípios de São Joaquim, Urupema e Bom Jardim da Serra. A Cooperserra é a segunda empresa a ser certificada com o selo neste ano e a nona em todo período.

cidascselo3

A solenidade de concessão do SCC aconteceu na Associação dos Funcionários da Epagri de São Joaquim e teve a participação do prefeito de São Joaquim Giovani Nunes, do diretor institucional da Cidasc Marcos Pacheco, do gestor do Departamento Regional da Cidasc de São Joaquim Rides Campos Ferreira e da gestora da Divisão Estadual de Classificação de Produtos de Origem Vegetal Valdirene Sommer. Representando a Cooperserra estavam presentes o presidente Mariozan Corrêa e o gerente de packing da cooperativa Ricardo Arruda.

A Cooperserra opera em uma área de 20 mil metros quadrados no total, contando com capacidade de armazenamento de 15 mil toneladas maçãs e unidade de processamento para 18 mil toneladas de maçã das variedades Fuji e Gala de seus cooperados e terceirizados. Além da produção de maçãs, a cooperativa também trabalha com a comercialização de insumos agrícolas.

cidascselo1

Selo de Conformidade Cidasc

Desenvolvido pela equipe técnica da Divisão de Classificação de Produtos de Origem Vegetal do Departamento Estadual de Defesa Sanitária Vegetal da Cidasc, o SCC presta suporte às indústrias que se dedicam à produção, processamento e comercialização de produtos de origem vegetal, visando à oferta de alimentos mais seguros aos consumidores e fortalecendo as marcas catarinenses.

De acordo com a Gestora Estadual da Divisão de Classificação, Valdirene Régia Bizolo Sommer, o processo de adequação leva em média um ano. Por meio de visitas técnicas, os profissionais da Cidasc identificam irregularidades no processo de fabricação e atuam em conjunto com as indústrias para adequá-las às normas vigentes.

O Selo precisa ser renovado de seis em seis meses, por meio da realização de uma nova auditoria na empresa que identificará oportunidades de melhoria na produção.

 

Para participar ou solicitar mais informações

Você pode entrar em contato com a Divisão de Classificação Vegetal da Cidasc pelo telefone (48) 3665-7081. Também é possível conhecer melhor as etapas da certificação no site da Companhia. Para saber mais sobre as ações da Cidasc no âmbito da classificação vegetal, clique : http://www.cidasc.sc.gov.br/classificacao/ Fonte:Cidasc

Mais informações: www.cidasc.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Conheça mais sobre o Selo de Conformidade desenvolvido pela CIDASC

cidascselo

A Gerência de Classificação de Produtos de Origem Vegetal, com apoio da equipe de Planejamento da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC), desenvolveu o Selo de Conformidade CIDASC (SCC), que serve de suporte aos pequenos negócios rurais e agrofamiliares dedicados a produção, processamento, e comercialização de produtos de origem vegetal destinados ao consumo humano. Com o Selo de Conformidade, os estabelecimentos passam a operar pontualmente sob os ditames legais.

Vantagens e garantias proporcionadas pelo SCC

A empresa que possui o Selo de Conformidade CIDASC (SCC) indica para o consumidor que aquele alimento passou por um rigoroso processo de produção e controle. Além de garantir que durante a produção aquele alimento foi controlado, os manipuladores foram treinados e o produto passou por análises antes de ir para o mercado.

Os produtores de alimentos parceiros do SCC tem à sua disposição uma ferramenta moderna, capaz de orientar a respeito da produção segura de alimentos, de modo a evitar eventos de contaminação.

Processo de aquisição e etapas de implantação do SCC

Para os interessados em adquirir o Selo, a adesão é voluntária. Ao despertar interesse, antes mesmo de iniciar o processo de implantação do SCC, o interessado pode solicitar a visita de Técnico Consultor para que ele verifique a Viabilidade Técnica do empreendimento que será elaborado com base no regulamento do Memorial Descritivo (Selo de Conformidade CIDASC).

Podem receber o Selo de Conformidade CIDASC: segmentos produtores, fracionadores ou embaladores de alimentos de origem vegetal, tais como: conservas salgadas e doces, farinha de mandioca, erva mate, arroz beneficiado, frutas, doces em compota, entre outros.

Etapas de implantação do SCC:

– Levantamento de inconformidade;

– Desenvolvimento do Plano de ação para corrigir as inconformidades;

– Correção das inconformidades;

– Treinamento dos manipuladores;

– Desenvolvimento do Manual de BPF;

– Desenvolvimento dos POP’s e seus Registros;

– Estabelecimento do plano de análises laboratoriais;

– Realização de análises laboratoriais;

– Aplicação de pré-auditoria;

– Aplicação de Auditoria;

– Implantação do Selo na embalagem.

Santa Catarina passou a ser um dos poucos estados do Brasil a ter seu selo de qualidade. Sabe-se que o consumidor é sensível aos selos de qualidades e acredita mais nos produtos com selos, de modo que isso representa desenvolvimento nos negócios.
Essa iniciativa evidencia a colaboração da CIDASC para melhorar os produtos catarinenses e fortalecer as marcas comerciais, mantendo o Estado de Santa Catarina como modelo na produção de alimentos seguros.

 

Mais informações: www.cidasc.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br