Arquivos da categoria: Cebola

Ituporanga festeja seu principal produto – a cebola

festaceboa     

A 25ª Expofeira Nacional da Cebola acontece de 4 a 7 de abril, no Parque Nacional da Cebola, na comunidade Cerro Negro, município de Ituporanga, Alto Vale do Itajaí, com uma programação intensa.

festacebola

A Administração Municipal entende que a Festa Nacional da Cebola, além de ser uma referência da cidade para todo o Estado, já que esta é a maior festa agrícola de Santa Catarina, também gera o desenvolvimento econômico e social, tendo em vista o envolvimento da comunidade em sua organização e o estímulo ao comércio e prestadores de serviço.

Além da programação tradicional da festa como o tratoraço, exposição da cebola, seminários, feira interna e externa e shows nacionais, a 25ª edição terá muitas novidades e promete oferecer aos moradores de Ituporanga e todo o público visitante, momentos de diversão, entretenimento e conhecimento.

festacebola3

“A festa terá o mesmo molde do ano passado, com uma programação que contempla shows nacionais, rodeio country, feiras, exposições, seminário, apresentações culturais, gastronomia e muito mais”, comentou o prefeito de Ituporanga, Osni Francisco de Fragas, o Lorinho.

 “Temos a consciência de que a festa contribui notavelmente para a economia não só de Ituporanga como também de toda a região, além de valorizar nosso produto destaque que é fundamental em nossa base da receita, que é a cebola”, explicou o presidente da 25ª Festa Nacional da Cebola, Adriano Velho.

festacebola5

festacebola4

Histórico

A Festa da Cebola surgiu diante da necessidade de divulgar a qualidade do produto da região e de fomentar a comercialização da cebola em nível nacional.

Com um início modesto, a primeira edição ocorreu em 1981 com o nome de EXPOCACE (Exposição Catarinense de Cebola), sendo realizada nas dependências da Igreja Matriz. A segunda, terceira e quarta edições da EXPOCACE ocorreram em um pavilhão de eventos de propriedade do município, no centro de Ituporanga.

festacebola2

Em 1984, as coisas ficaram maiores: por meio de um Ato Oficial do Ministério da Agricultura e Abastecimento, a EXPOCACE ganhou magnitude nacional e deu lugar para a EXPONACE (Exposição Nacional da Cebola).

A primeira edição da EXPONACE ocorreu no período de 14 a 17 de fevereiro de 1985 e marcou a construção do Parque Nacional da Cebola, na localidade do Cerro Negro, que hoje conta com uma área de terras de 265.000m² e uma área construída de 20.000m².

As festas se sucederam procurando sempre atrair o público com atrações cada vez maiores e apresentando novas alternativas e tecnologias para a produção de cebola, destacando e aumentando ainda mais a qualidade da produção local.

 

Veja mais sobre a cultura da cebola no endereço abaixo:

http://www.clicrbs.com.br/sites/swf/DC_cebola/index.html

 

Mais informações: www.festadacebola.com.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Sucesso da cebola Valessul, desenvolvida pela Epagri fez surgir um problema – a biopirataria

 ituporangacebola1

Produtores de cebola e pesquisadores da Epagri estão comemorando os bons resultados da primeira safra comercial do cultivar Valessul. Lançado em 2017, ele reúne as melhores características de outras variedades lançadas pela Estação Experimental de Ituporanga.


ituporangaceboal2

O agricultor Valdir Klaumann, de Ituporanga colheu mais de 250 toneladas de cebola que cultivou em 7 hectares. Uma produtividade que variou de 35 a 40 toneladas por hectare. “É uma variedade muito boa desenvolvida pela Epagri, gostei muito porque tem boa casca, é resistente ao míldio, coloração impecável. Tenho hoje uma safra excelente e ainda consigo colher 15 dias antes de outras variedades”, explica S. Valdir. Ele decidiu apostar sem medo na Valessul, já que ocupou praticamente toda a área produtiva com a nova semente. Cuidou bem da terra, caprichou no manejo e confiou no que diziam os técnicos da Epagri.

ituporangacebola3

Para desenvolver a cebola Valessul, os pesquisadores ouviram quem produz e buscaram atender necessidades específicas dos agricultores. De acordo com o pesquisador da Epagri, Daniel Pedrosa Alves, tanto empresas quanto os consumidores e os próprios agricultores preferem cebola com casca mais avermelhada, com bulbos de maior qualidade. “Até então, a cebola que reunia essas características era a Crioula, mas com a colheita em dezembro. Essa época traz juntos os problemas climáticos, como excesso de chuva e calor. A Valessul então consegue unir as melhores características e ainda com ciclo curto, podendo ser colhida em novembro”, conta Pedrosa.

Com o sucesso da Valessul, surge um problema. A biopirataria. Empresas não autorizadas que comercializam sementes de baixa qualidade, como sendo, as originais da Epagri. No caso da Valessul, apenas uma empresa foi credenciada para a multiplicação do material, conforme explica Gerson Henrique Wamser, pesquisador da Epagri. “A Agritu Sementes é a empresa certificada, com exclusividade, para comercializar a Valessul. A escolha seguiu critérios como o maior valor de royalties e melhor plano de produção das sementes que atendesse as necessidades da Epagri e dos agricultores”, detalha Gerson.

Líder na produção nacional de cebola, Santa Catarina deve, em pouco tempo, ter a Valessul dominando as lavouras do Estado, depois de uma primeira safra que superou as expectativas.

Quer conferir a matéria completa em vídeo? Acesse e veja essa e outras reportagens produzidas pela Epagri no: https://www.youtube.com/user/epagritv.

Mais informações: eeitu@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Com safra no fim, produtores de cebola devem ter prejuízos em Canoinhas

canoinhascebola

A colheita de cebola na região de Canoinhas, no Planalto Norte de Santa Catarina está sendo concluída. E como no restante do Estado,será menor.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Rural, Edison Kuroli, “observamos em Canoinhas a mesma quebra que em outras regiões como no Vale do Itajaí, maior produtor de cebola do país. O tempo ruim fez com que as lavouras fossem infestadas por doenças como míldio”.esmo tendo preço atraente, R $1,30 na lavoura, os efeitos do clima farão os agricultores amargarem prejuízos.

“Em Canoinhas há produtores que perderam até 50% das lavouras. Muitos por causa da chuva e outros agora na colheita. A cebola cozinhou com o sol quente na fase de cura do produto”, informa. Kuroli lembra que a área plantada de cebola diminuiu 83% nos últimos cinco anos: “em 2013 chegamos a ter 300 hectares plantados na região. Pararam de plantar porque a cultura traz muitos transtornos aos produtores”, aponta.

 

Mais informações: emcanoinhas@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br