Arquivos da categoria: Oliveiras

Pesquisadores da Epagri identificam pela primeira vez no Brasil fungo que ataca videiras e oliveiras

cepfprga

Pesquisadores do Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar (Epagri/Cepaf) identificaram pela primeira vez no Brasil um fungo capaz de matar videiras e oliveiras.

A identificação do fungo Pleurostomophora richardsiae foi publicada numa das revistas mais importantes da área de doenças de plantas, a Phytopathologia Mediterranea, de Firenze, Itália, editada pela Mediterranean Phytopathological Union.

O artigo pode ser acessado em http://www.fupress.net/index.php/pm/article/view/23357.

Eduardo Brugnara, um dos pesquisadores que assinam o artigo, explica que plantas cultivadas nos municípios de Itá e Riqueza, no Oeste Catarinense, começaram a apresentar sintomas de amarelecimento, murcha e morte de folhas e ramos, além de manchas escuras na madeira e casca. Após a coleta de amostras das plantas infectadas, os pesquisadores conseguiram isolar o fungo, que foi identificado através de características do DNA. O próximo passo foi comprovar sua capacidade de causar doença em novas plantas de oliveira e videira.

cepaffungo

Oliveira atacada pelo fungo – crédito Divulgação Epagri

Segundo Maria Cristina Canale, outra pesquisadora da Epagri/Cepaf responsável pela identificação, o conhecimento da ocorrência deste fungo é importante para auxiliar na compreensão e solução de problemas de morte de plantas de oliveira e videira, comum no Sul do Brasil e muitas vezes causada por uma série de fatores em conjunto. Contudo, os assinantes dos artigos ressaltam que são necessárias mais pesquisas para verificar a incidência da doença em outras regiões e a quantidade de plantas ou pomares afetados.

cepaffungo2

Colônia 21 dias no escuro crédito divulgação Epagri

Apesar de já se saber que a doença pode matar as plantas em casos severos, também serão necessários novos estudos para quantificar os danos que a doença pode causar na produtividade das plantas e na qualidade dos frutos em casos menos graves. Outra demanda que se apresenta é o desenvolvimento de cultivares resistentes ao fungo.

A viticultura é uma cadeia produtiva importante para Santa Catarina. A produção catarinense de uvas comuns, viníferas e de mesa foi de 46,7 mil toneladas em 2017/18, com produtividade média de 14,2 mil quilos por hectare. Esse total representa crescimento de 1% na área colhida e de 3% na produção de uva comum em relação à safra anterior. Por outro lado, a uva vinífera apresentou redução de 17% na área e de 40% na quantidade produzida.

Há vinte anos a Epagri/Cepaf, localizado em Chapecó, desenvolve trabalho com o objetivo introduzir a oliveira no território catarinense, e vem observando boa produtividade em algumas regiões. Atualmente o Estado conta com cerca de 70 hectares cultivados com a planta. Em 2019 já foram produzidos mais de mil litros de azeite extra virgem. Fonte: Eduardo Brugnara ou Maria Cristina Canale, na Epagri/Cepaf, pelo fone (49) 20497510

 

Mais informações: cepaf@epagri.sc.gov.br 

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

O cultivo de oliveiras é a grande novidade que vem de Rancho Queimado

ranchoqueimadoazeite1  

O cultivo de oliveiras é a grande novidade que vem de Rancho Queimado. Lá, o casal Patrícia e Jester Macedo, donos da Quinta do Vienzo, são os únicos a produzir e processar azeite de oliva com fins comerciais no Estado.

No final de março, foi feita a primeira colheita nas duas mil oliveiras, que renderam quase 2 mil kg. Esses, resultaram em 200 litros de azeite extra virgem.

ranchoqueimadoazeite2

Com investimentos para aumentar a produção, a expectativa é colher 50 toneladas de azeitonas e produzir 5 mil litros em 2030. O azeite extra virgem Quinta do Vienzo é extraído à frio, no mesmo local da colheita, o que resulta em excelente qualidade, com baixa acidez.

As principais variedades que estão sendo cultivadas no local são a arbequina, arbosana e a koroneiki. Vale lembrar que o Brasil importa 98% do azeite de oliva consumido no país. Fonte: Coluna de Beto Barreiros (Revista Versar)

 

Mais informações: https://www.revistaversar.com.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Novo passo no cultivo das oliveiras em Curitibanos

oliveirasite

Um passo importante no cultivo das oliveiras no município de Curitibanos foi dado na manhã de ontem (2). Na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, localizada no Parque de Exposições Pouso do Tropeiro, com a presença da administração municipal, produtores e a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), aconteceu a primeira extração do azeite de oliva.

 curitibanosoliveiras2

Após seis anos de aposta nessa nova cultura, para o prefeito de Curitibanos José Antonio Guidi (Dudão), é motivo de emoção. "A ação de hoje mostra que, sim, a região tem perspectiva para o plantio das oliveiras. Só de sentir o aroma que sai da fruta dá para ter certeza de que sairá um azeite de qualidade", afirmou o prefeito destacando que o projeto continua. 

curitibanosoliveira3

O secretário municipal de Agricultura Luiz Fernando França (Karinha), revelou que as mudas que estão mais adaptadas a região são a Koroneiki e Arbequina. Para ele, as oliveiras são uma nova alternativa de representatividade e renda no município. Fonte: http://asemanacuritibanos.com.br/

 

Mais informações: emcuritibanos@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br