Arquivos da categoria: Anita Garibaldi

Agricultoras da região serrana participaram de evento em Lages

anitagaribaldiencontromulheres

O Whokshop da Mulher Empreendedora Rural da Serra Catarinense, realizado no município de Lages, reuniu mulheres agricultoras da região Serrana. Dentre elas participaram mulheres de Anita Garibaldi, Campo Belo do Sul, Cerro Negro e Capão Alto.


O evento foi promovido pela Epagri das regiões de Lages e São Joaquim, cujo objetivo foi o de avaliar os avanços e os desafios encontrados pelas mulheres a frente de organizações comunitárias, agroindústrias, empresas, cargos públicos e famílias. 
 

A programação contou com palestras relacionadas ao tema proposto, e explanações de agricultoras a respeito das experiências no meio rural. Elas, ainda, levantaram problemas e sugestões para ajudar no desenvolvimento do empreendedorismo e empoderamento da mulher no meio rural.

A pecuarista da comunidade de Vigia, em Capão Alto, Jesabel Machado, relatou durante o evento sua experiência na pecuária de leite: “Hoje temos uma boa produção de leite de ótima qualidade, mas o preço que recebemos da empresa ainda não é o ideal, então a solução está sendo buscada através da transformação do leite em queijo artesanal serrano”, contou Jesabel. 
 

De Capão Alto estiveram presentes 11 agricultoras pertencentes às comunidades de Reassentamento Laranjeira, Varelas, Vigia, KM 14, e Sede, além da vice-prefeita Rita Silvânia Alexandre Costa, da vereadora eleita Sadiana A. Melo Coelho Lopes e da extensionista social Lilian Maria Sbecker Rodrigues, que trabalha na Epagri do município. Representaram Capão Alto, mulheres que têm atuação na agricultura, pecuária de corte e leite, turismo rural e agroindústria.

A vice-prefeita Rita Silvânia avaliou a participação no evento como muito positiva. “Elas representam o potencial de desenvolvimento do município. São mulheres que fazem a diferença nas suas comunidades”, destacou. 
Para a extensionista social da Epagri, Lilian Sbecker, o evento contribui para valorizar o trabalho e participação das mulheres na sociedade. “O que motiva mulheres a serem empreendedoras são atividades que vão além da melhoria de renda, mas que trazem também realização pessoal e algo de novo e positivo para a comunidade”, concluiu.Fonte:Correio dos Lagos

 

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Fomento ao turismo rural em Anita Garibaldi

 anitagaribalditurismo2  

Uma das promissoras fontes de renda para o pequeno agricultor e o desenvolvimento local é o turismo. O município de Anita Garibaldi, na Serra Catarinense, ainda que de forma discreta, vem almejando o desenvolvimento das pequenas propriedades rurais.

anitagaribalditurismo3 anitagaribaldiiturismo1

Para dar sequência aos trabalhos iniciados pela Prefeitura Municipal, em parceria com a Epagri em 2018, aconteceu o primeiro encontro do Grupo de Desenvolvimento do Turismo e Conselho Municipal de Anita Garibaldi neste ano de 2019, na propriedade de Vilma Zaparolli.

As reuniões acontecem itinerantes e a cada encontro reúne um número maior de participantes, reunindo cerca de 20 pessoas.

O prefeito municipal João Cidinei da Silva enfatizou a importância de o grupo estar formado e a cada reunião somar com novos integrantes. João destacou total apoio ao turismo e falou de alguns projetos de estrutura da cidade para futuramente receber os visitantes.

O presidente da Câmara de Vereadores, Hugomar Zanchetta, também se fez presente e se colocou à disposição do grupo, bem como a Câmara de Vereadores para apoio ao turismo no município.

Os participantes realizaram um bate-papo com representante do Banco da Família, o qual enfatizou sobre linhas de crédito para investimentos dos pequenos agricultores. A representante da empresa Oportunidade Gestão de Pessoas, Roselei Ludvig, da cidade de Piratuba/SC, destacou aos participantes alguns pontos sobre o turismo na cidade que se destaca pelas águas termais.

Na oportunidade, foram repassadas informações sobre o Projeto Minhocando, o qual vem sendo desenvolvido no Centro de Educação Ambiental e também o curso relacionado ao turismo que será ofertado pelo Senar, através do Sindicato Rural de Anita Garibaldi.

ONa ocasião, os participantes desfrutaram um delicioso café colonial, servido pela proprietária Vilma Zaparolli.Fonte: Correio dos Lagos

anitagaribalditurismo4

Anita Garibaldi tem sua economia baseada na agricultura, pecuária. Trabalha suas potencialidades turísticas, com a formação dos lagos da Usina Hidrelétrica Barra Grande, Usina Hidrelétrica Campos Novos e Usina Hidrelétrica Machadinho, lagos estes que proporcionaram ao município receber da Assembléia Legislativa de Santa Catarina o Titulo de Capital Catarinense dos Lagos.   

 

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

30 mil quilos de uva: recorde em quantidade e qualidade nas terras de Olino Lima

anitagaribaldiuva1  

Há 15 anos o colorido das uvas nos meses de janeiro e fevereiro modifica a paisagem nas terras de Olino Lima, na comunidade de Nossa Senhora de Lourdes em Anita Garibaldi. Mas este ano a produção foi recorde, em qualidade e quantidade, com 30 mil quilos da fruta em 1,5 hectare, nas variedades de Niagra branca e rosa, Isabel e Bordô.

anitagaribaldiuva2

A venda é realizada quase que na sua totalidade diretamente aos consumidores. De segunda a sexta, Olino vende na Rua Frei Rogério, bem no centro, em horário comercial, os seus produtos. Sendo além da uva, o que há na estação, como por exemplo nessa época, o tomate, melancia, alface e melão. Lino como é mais conhecido possui alvará e autorização da Prefeitura.

anitagaribaldiuva3

Na propriedade, quem acompanha o avô de 70 anos, é a família do filho. Os netos Leonardo e Ricardo afirmam que seguirão os passos de Lino. Trata-se de agricultura familiar e ainda gera trabalho temporário na época de colheita.

O viticultor explica sobre a produção deste ano: "O tempo colaborou muito, além da assistência técnica através da Secretaria Municipal de Agricultura que recebemos e também o cuidado que temos sempre nos parreirais".

Embora ele e a esposa estejam aposentados, o trabalho desenvolvido é uma forma de lazer. "Nós gostamos muito do que fazemos, e ver que nossa dedicação tem gerado bons resultados é uma forma de incentivo. Em especial a uva, que não gera tanto esforço e tem um retorno bem positivo", concluiu Lino.Fonte>Correio dos Lagos

 

Mais informações:www.anitagaribaldi.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Produzir mel em Anita Garibaldi tem se tornado uma boa fonte de renda

anitagaribaldimel1  

Os produtores de mel do município de Anita Garibaldi estão satisfeitos com a quantidade e qualidade do mel colhido neste ano. Quem comemora são os produtores da comunidade de Santa Catarina, Adão Lessa Delfes e Wagner Tafarel Barbosa, que colheram aproximadamente 700 kg de mel puro em cerca de 100 colmeias, as quais estão distribuídas em quatro comunidades do município.

Na comunidade, através de projeto apoiado pela BAESA foi possível construir a casa do mel, a qual é utilizada por cerca de 10 produtores, entre eles estão o sogro e genro: Adão e Wagner que realizaram a colheita em quatro dias de trabalho e contaram com a ajuda de mais uma pessoa para o serviço.

anitagaribaldimel3

Segundo Wagner, o mel fica armazenado na própria Casa de Extração em embalagens próprias para manter o produto enquanto a venda não é realizada. Wagner destaca que faltam compradores. "A venda acontece direto ao consumidor, mas a procura é por compradores que paguem um preço justo e adquiram toda a produção", comenta.

No ano de 2018 a Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina apresentou aos produtores de mel o Programa Terra Boa, o qual possui uma linha de incentivo para os produtores de mel. Com o kit apicultura no valor de R$ 2.400,00 é possível adquirir materiais como ninhos, melgueiras, macacões, fumegadores, cera alveolada entre outros produtos necessários para o cultivo. Este investimento é dividido em duas parcelas equivalentes, anuais, sem juros. Se o apicultor optar por quitar o investimento em um ano, recebe 30% de desconto, como destaca o extensionista rural da Epagri de Anita Garibaldi, Maurício José Antoniutti.

No ano de 2018, 11 apicultores de Anita foram beneficiados com o programa de incentivo que deverá ser mantido em 2019 e passará a ser divulgado com os demais programas da Epagri a partir de fevereiro.

anitagaribaldimel2

Tanto produtores quanto extensionista destacam o uso de defensivos agrícolas como um dos principais fatores da queda da produção em anos anteriores, porém Maurício destaca que não são somente os produtos utilizados em lavouras e campos que prejudicam a baixa produção. Ele destaca as rainhas velhas, problemas com o manejo no apiário e período de fortes chuvas durante a florada da primavera como fatores que contribuem para isso.

Maurício comenta que está realizando a atualização do cadastro de apicultores do município e não possui uma estimativa da colheita precisa, pois muitos produtores perderam enxames em 2018, porém ele acredita que a produtividade média nessa safra não deva ultrapassar os 15kg de mel por colmeia.

Quanto ao apoio da Epagri na produção dessa cultura, que é forte no município, o produtor Wagner diz ser importante devido aos cursos, apoio técnico e agora com o incentivo financeiro que possibilitou investir em novas colmeias e na aquisição de equipamentos. "Nesse momento não tínhamos recursos para investir e esse incentivo foi importante", comenta.

Questionado sobre a possibilidade de ampliação da produção, Wagner destaca que falta apoio do poder público, principalmente aos acessos com melhoria nas estradas. Fonte:Correio dos Lagos

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

“Ser agricultor familiar é trabalhar pelo próprio sonho”, diz casal de Anita Garibaldi

  anitagaribaldocasal4jjpg

Tranquilidade, liberdade, ser donos do próprio negócio, batalhar pelo próprio sonho trabalhando juntos na agricultura familiar. Assim o jovem casal Eliones de Matos (34 anos) e Rojieli Scarmagnani de Matos (30 anos) definem sobre o que mais lhes faz felizes em serem agricultores.

 

anitagaribaldocasal3

Moradores da comunidade do Flor Azul, no município de Anita Garibaldi, há 12 anos estão casados, são pais de Guilherme (7 anos) e Karen (5 anos).

O amor pela vida no campo é herança dos pais de Eliones e Rojieli. Ele natural da comunidade do Divino e ela do Flor Azul. "Somos filhos de agricultores e aprendemos desde cedo a gostar dessa profissão", destacou o casal.

Os pais de Eliones trabalhavam com leite e a família de Rojieili com fumo. Quando casaram, há 12 anos, decidiram investir nas duas culturas inicialmente, como explica o agricultor: "Então eu trouxe algumas vacas de leite e continuamos vendendo fumo, mas trabalhamos com fumo por três anos apenas. Depois passamos a investir só no leite".

anitagaribaldocasal2

O plantio de hortaliças e produção de ovos são os outros meios escolhidos pelos agricultores. Há um mês está em funcionamento na propriedade, a Granja Ovos KERG – que leva as iniciais dos componentes da família – sendo a primeira granja registrada da Região dos Lagos. "Primeiro pensamos em investir na venda de ovos de codorna, mas fomos analisando que não valia a pena. Vimos que o consumo de ovos de galinha era maior, fizemos as contas de tudo e iniciamos. Sempre cultivamos, mas agora o ramo dos ovos está sendo ampliado. Será vendido no comércio, respeitando todas as exigências e normas", comentaram.

A busca por conhecimento através de cursos de capacitação e aplicação das inovações tecnológicas fazem parte da vida e do trabalho do casal. "Estamos sempre investindo, se aperfeiçoando nas mais diversas áreas relacionadas tanto ao leite quanto outras culturas. Nossos pais também sempre buscavam e buscam se aperfeiçoar, aprendemos com eles a importância de estar sempre se atualizando."

O agricultor está sempre com a influência do clima, tem dificuldade dos preços do que produz, que para vender são baixos, pela pouca valorização, e o custo de produção é muito alto, por isso a margem de lucro é muito pequena, como definem Eliones e Rojieli.

Pensando no futuro, eles pretendem continuar trabalhando bastante, se dedicando, para ter um futuro mais tranquilo. "O que determina nosso salário é a medida que trabalhamos. Fazemos o nosso salário. Tem que gostar de tudo isso, porque é bastante serviço", citaram.

O desejo que os filhos prossigam com o trabalho e a vida no campo é uma preocupação dos pais. "Queremos que eles continuem aqui, mas com formação, pois é de extrema necessidade, porque as coisas vão mudando e é preciso acompanhar. É preciso ter planejamento e buscar conhecimento", comentaram, destacando que os recursos disponíveis nos centros urbanos, hoje em dia também estão acessíveis no meio rural, como a internet, por exemplo.

O trabalho deles é pensando no futuro dos filhos. "Buscamos alternativas para eles continuarem vivendo no sítio. Tentando mostrar que dá para sobreviver aqui e ser feliz, nunca pensamos em morar na cidade apesar das dificuldades que já enfrentamos", concluíram os agricultores.Fonte:Correio dos lagos

 

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.c.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Agricultores de Campo Belo do Sul compartilham informações sobre a produção de morango

anitagaribaldimorango

Produtores rurais de Campo Belo do Sul, beneficiados pelo projeto "Fortalecimento da Cultura do Morango", participaram do 1º Seminário Regional de Olericultura, evento realizado no município de Bocaina do Sul para incentivar a produção de hortaliças e frutos.

Na oportunidade, eles assistiram a palestras sobre o tema e puderam trocar informações e experiências com outros fruticultores. A participação no evento é mais uma das ações de capacitação destinadas a orientar os agricultores.

Lançado pela BAESA em 2016, o projeto "Fortalecimento da Cultura do Morango" conta com a parceria da Prefeitura de Campo Belo do Sul, Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) e Agrícola Pilatti.

O objetivo é que a produção de morango se torne nova alternativa de renda para os agricultores. O projeto é desenvolvido em dois sistemas produtivos: produção de morango em túnel alto e em túnel baixo.Fonte:Baesa/Correio dos Lagos

 

Mais informações: http://www.baesa.com.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

 

Cultivar de aipim foi avaliada durante oficina da Epagri em Anita Garibaldi

anitagaribaldiaipim2

O Escritório Municipal da Epagri, de Anita Garibaldi, realizou oficina de avaliação de quatro cultivares de Mandioca/Aipim, desenvolvidos pela Estação Experimental da Epagri de Urussanga.

As quatro cultivares, batizadas de "Sempre Pronta", "Uirapurú", "Ajubá" e "Guapo", foram plantadas ao lado do cultivar já utilizada pelo produtor, em área cedida na propriedade rural de Valter Camargo, da comunidade Santo Anjo.

O plantio foi realizado em outubro de 2017, depois da análise do solo e adubado de acordo com a recomendação da pesquisa, além da utilização de esterco de gado. O desenvolvimento e o comportamento das plantas foram analisados através das visitas técnicas, realizadas durante o ciclo de produção das plantas.

anitagaribaldiaipim1

No dia da oficina, (6), as raízes dos aipins foram colhidas e cada cultivar teve o seu rendimento estimado. A cultivar destaque rendeu 26,4 toneladas por hectare. No teste do cozimento as cinco cultivares obtiveram ótimo resultado com maciez e umidade comprovadas, além de tempo de cozimento curto. Um novo plantio será realizado para comprovação dos resultados.

O aipim é uma planta nativa da América do Sul e faz parte da alimentação básica do brasileiro. É fonte de carboidratos, Ácido Fólico, Vitamina C, Magnésio, Manganês, Potássio e Cobre. Auxilia no combate a desnutrição, previne estresse, é fonte de energia, previne o câncer, fortalece os ossos, auxilia na digestão, dentre outros benefícios. É muito rico em fibras e um alimento que não contém glúten. Fonte: Correio dos Lagos

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Parceria promove capacitações de produtores rurais de Anita Garibaldi

anitadiadecampo1

Produtores rurais de Anita Garibaldi participaram de capacitações técnicas ministradas por profissionais da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), em cumprimento ao Projeto Melhoramento de Campo Nativo.

A iniciativa foi desenvolvida com a Associação Novos Caminhos, que reúne cerca de 40 agricultores das comunidades Arredores, Bairro Coopercampos, Rincão Salmória, Santa Ana, Carijós e Barro Preto.

O Dia do Campo, foi realizado em quatro capacitações: Melhoramento de Campo Nativo, Associativismo, Cooperativismo, e Regulagem e Manutenção de Equipamentos Agrícolas.

O objetivo foi orientar os agricultores para que possam fortalecer a agricultura familiar, melhorando a qualidade de vida das pessoas por meio de geração de renda. A próxima capacitação será no mês de setembro e vai abordar a qualidade do leite e a industrialização. 

anitadiadecampo2

O Projeto Melhoramento de Campo Nativo vem sendo desenvolvido desde 2016, em uma parceria entre o Instituto Alcoa, a BAESA e a Epagri. Recentemente, o grupo conquistou a aquisição de uma plantadeira de plantio direto e uma ensiladeira, dois equipamentos agrícolas fundamentais para estimular à agricultura familiar no município, cuja 70% da população reside no meio rural, com economia baseada no plantio de milho, feijão, soja e outros grãos, e também na pecuária, com criação de gado leiteiro e de corte. Fonte: Assessoria BAESA

 

Mais informações: emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Epagri promove discussão sobre turismo rural em Anita Garibaldi

 anitagaribalditurismo1

Reunião promovida pela equipe da Epagri no município de Anita Garibaldi reuniu lideranças municipais e representantes dos agricultores conversaram sobre formas de fomentar o turismo rural no município.

anitagaribalditurismo

Coordenada pela engenheira agrônoma Fátima Beatriz Medeiros de Matos, contando com a participação do extensionista da Epagri, Otto, presença de agricultores já envolvidos no processo de implantação do turismo rural, representantes da administração municipal e a imprensa, foram discutidos os fatores que incluem o turismo rural, vivências e possibilidades de iniciar esse setor que visa gerar renda às famílias inseridas na agricultura familiar.

Durante a conversa, a agrônoma Beatriz apresentou programas da Epagri voltados ao turismo rural que visam valorizar as tradições, saberes e sabores de cada região buscando contribuir com a valorização do homem do campo e buscar novas fontes de renda. 
 

Os agricultores Luiz Varela da localidade do Rosário e Leonildo Petry, da Vila Petry, apresentaram suas experiências iniciadas através da ADREL com o turismo rural e falaram dos seus anseios com relação ao segmento.
 

Representando a administração municipal estiveram presentes, a técnica administrativa Enia de Lima Schuermam e o diretor de planejamento Paulo Amorim, os quais falaram das intenções da administração em investir no turismo, inclusive com a criação da pasta de Diretoria do Turismo, além de apresentarem possíveis projetos que serão captados recursos para investimentos neste segmento.
 

Há dez anos a Epagri criou um programa voltado ao turismo, sendo que no Planalto Catarinense o segmento anda devagar, com poucos investimentos. “Estamos buscando plantar a semente aqui no município e a Epagri que está inserida no meio rural busca fomentar esse segmento, pois acredita ser uma fonte de geração de renda para a agricultura familiar”, comentou a engenheira Beatriz.Fonte:Correio dos Lagos

 

Mais informações:emanitagaribaldi@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Produtor rural promove alimentação saudável com produtos orgânicos em Anita Garibaldi

 anitagaribaldiorganicos1

A agricultura familiar em Anita Garibaldi é à base da economia do município. Um dos exemplos é a propriedade do senhor Valdevino Salmória localizada na comunidade de Santa Terezinha, interior de Anita Garibaldi.


Nesta propriedade há mais de quatro anos, Valdevino vem cultivando mais de sete qualidades de produtos orgânicos, que vem contribuindo para uma alimentação saudável e assim uma melhor qualidade de vida não só da sua família, mas da comunidade, pois o produtor comercializa seus produtos também na cidade. 

anitaorganico

Trabalham na propriedade o seu Valdevino e a esposa. Ali eles cultivam produtos sem o uso de agrotóxicos. “São produtos orgânicos que há quatro anos venho cultivando. O que mais produzimos é a alface, que comercializo na cidade”, lembra o agricultor destacando que a cada quarenta dias ele entrega na cidade cerca de mil e quinhentos pés de alface, além dos outros produtos como a cenoura, beterraba, batata salsa, couve entre outros. “Agora nossa horta já está mais estruturada, com estufas totalmente irrigadas, são investimentos necessários para produzir com qualidade”, finalizou o produtor. Fonte:Correio dos Lagos

 

Mais informações:

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br