“Aprendi que o conhecimento nunca é demais”, diz jovem egresso de curso do Programa SC Rural

 matoscostajovem2

Ronaldo Cesar Vaz, 22 anos, pai de um filho, é um agricultor familiar que mora e trabalha com seu pai e sua mãe no Assentamento da Reforma Agrária 13 de outubro, município de Mattos Costa.

Em 2016 ele participou do Curso “Liderança, Gestão e Empreendedorismo com Jovens Rurais” promovido pelo SC Rural e executado pela Epagri, Secretaria de Turismo e Secretaria da Agricultura e da Pesca. Ao final do curso ele apresentou seu ‘projeto de vida’: a construção de uma câmara fria para armazenar morango e outros produtos colhidos em área de 19 hectares.

matoscostajovem1c

“Com o SC Rural conseguimos a câmara fria, no valor de R$ 36 mil e demos como contrapartida a mão de obra e a construção do piso, mais R$ 8 mil. Somos em três sócios no projeto, os outros são o Idinei Borsatto e o Edson Leandro Matias. Estamos com a produção de morango há uns dois anos, antes a gente lidava com tomate, cenoura, alho…Fiz o curso do SC Rural em Videira e ele foi uma porta que se abriu para a gente ter um conhecimento a mais, uma oportunidade única que a gente teve. Conseguimos ir fazer o curso para os jovens no centro de treinamento da Epagri, fomos em três lá, cada um teve um conhecimento diferente e a gente conseguiu realizar o que tinha pensado. O mais importante que eu aprendi nesse curso é que o conhecimento nunca é demais. Sempre você tem que estar querendo conhecer cada vez mais. Não importa o quanto você sabe, você nunca sabe o suficiente, tem sempre que querer aprender mais”.

matoscostajovem3

Ronaldo, Idinei, Edson e outros agricultores familiares do Assentamento 13 de outubro e da região, contam com o apoio da Epagri para mais um importante avanço: Criar uma cooperativa, a Cooper 13, cuja documentação está sendo encaminhada.

matoscostajovem7

                                            “Vontade de sair a gente não tem”

Na avaliação de Ronaldo conseguir a câmara fria sem o apoio do SC Rural e da Epagri “seria muito difícil”. Na sua primeira safra de morango – colhida até o final de abril – ele calcula faturar cerca de R$ 60 mil, com um lucro líquido em torno de 40% desse valor. “O SC Rural representou para nós um grande aliado, não beneficiou só eu, e sim mais pessoas que ocupam a câmara fria. E era um projeto necessário para não ter perda no morango, se não tiver uma câmara fria, ele estraga logo. Comparando com outras culturas foi um resultado dentro do esperado. A gente planta outras coisas também, nesta safra plantamos tomate, cenoura, para não ficar só numa cultura. Agora no inverno acho que vamos plantar feijão, cenoura, milho, para consumo também”, informa. Sem nunca ter saído da área rural, o jovem admite que se não fosse o apoio do SC Rural e da Epagri ele certamente estaria na cidade, trabalhando de empregado. “Nunca saí daqui e vontade de sair daqui a gente não tem, eu não tenho…às vezes aperta a lavoura, não dá muito, mas a gente tem que continuar aqui, porque aqui a gente tem o jeito de trabalhar, a gente só sabe na verdade trabalhar com isso. Então não compensa ir para a cidade, pagar aluguel…eu tenho a oitava série completa e penso em continuar a estudar, mas isso vai depender do futuro. Por enquanto vou continuar aqui, peleando na lavoura, ajudando o pai e a mãe, vou criar meu filho que está aí, ensinar a ele o valor da agricultura, porque não adianta todo mundo pensar em ir para a cidade e não ter ninguém que plante”, raciocina.

matoscostajovem6 

                                            “Me sinto realizado com o que faço”

Satisfeito com os resultados e otimista com o futuro, Ronaldo já tem seus planos para a safra 2017/2018; “Com o morango espero ter uma renda para ir levando a vida do jeito que a gente consegue, e dá para a gente se manter. Com o lucro dessa safra vamos investir mais, tenho 10 mil pés de morango e já encomendei as mudas, vou plantar mais 10 mil pés. Para quem está na agricultura e quer ficar, eu digo que tem que correr atrás né? Se achar que ficar aqui é benefício para você, tem que correr atrás, ir no pessoal da Epagri, os extensionistas, que são os caras que me ajudaram bastante, me deram uma grande mão, tem que correr atrás porque o SC Rural é um grande projeto hoje. Eu me sinto realizado com o que eu faço, é um jeito de trabalhar para se manter, não precisa estar saindo daqui e o horário de serviço é a gente mesmo que faz”, frisa Ronaldo. Guilherme Briski, Extensionista da Epagri em Matos Costa informa que Ronaldo e outros jovens estão criando uma cooperativa: “a cooperativa foi um projeto dos agricultores para superar a questão dos intermediários, eles procuraram a Epagri e entenderam que a melhor forma de sua organização era a cooperativa. Desde então a Epagri vem assessorando o grupo, ainda com poucos sócios, mas estão superando isso;  outra dificuldade que também está sendo superada é a organização entre eles, para vender em conjunto, negociar preço, trabalhar em grupo, essas coisas que estão sendo encaminhadas.  E no andamento desse processo da cooperativa o Ronaldo foi fazer o curso de jovens do SC Rural, e ele viu que fazer um projeto grupal, dentro da cooperativa, ajudaria a cooperativa e eles”.

O Curso de Liderança, Gestão e Empreendedorismo Rural formou cerca de 1.800 jovens com idade entre 18 e 29 anos, entre 2011 e 2017, incluindo-se 500 jovens neste ano. Totalmente gratuito, o curso tem duração de dez meses, com aulas durante uma semana a cada mês, período em que os jovens permanecem nos centros de treinamentos. O curso é ministrado por extensionistas e engenheiros agrônomos da Epagri, além de técnicos da Secretaria da Agricultura e da Pesca, da Secretaria de Turismo Cultura e Esportes e especialistas de outras instituições”.

 

Mais informações:

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>