Com apoio do SC Rural Epagri realiza estudo para implantação de Agroindústria de Laticínio no Planalto Norte

canoinhaslaticinio

Foram concluídos no dia 30 de julho os estudos finais de um projeto que visa demonstrar a viabilidade da instalação de uma agroindústria de laticínios no Planalto Norte Catarinense. 

O estudo, que incluiu projeto técnico, financeiro e análise de mercado, foi realizado através de consórcio de duas empresas de consultoria, uma paulista e outra catarinense, contratadas pela Epagri através do Programa Planorte Leite, com recursos oriundos do Programa SC Rural/Banco Mundial.

A demanda pelo estudo surgiu devido à importância da produção de leite na região e também para consolidar as ações do Programa Planorte Leite, criado em 2012 para incentivar a melhoria e aumento da produção da bacia leiteria do Planalto Norte.

O gerente Regional da Epagri de Canoinhas, engenheiro agrônomo Donato João Noernberg, destaca que o plano de ação apresentado pelas empresas demonstrou que, com a viabilização de instalação do empreendimento, pretende-se agregar valor ao leite cru produzido na região, uma vez que atualmente a maior parte da produção do Planalto Norte abastece grandes indústrias localizadas no litoral e oeste catarinense, além do sul do Paraná, percorrendo distâncias de até 300 km das propriedades leiteiras.

O coordenador Regional de Pecuária da Epagri no Planalto Norte, engenheiro agrônomo Waldemiro Sudoski, explica que a análise demonstrou ainda a importância do mercado lácteo para a região, uma vez que dos 84,4 milhões de litros de leite cru produzidos anualmente no Planalto Norte, em média 20 milhões de litros são destinados ao consumo na forma UHT e/ou pasteurizado e aproximadamente 7,3 milhões de quilos são consumidos na forma de derivados lácteos, como iogurtes, manteigas, queijos, bebidas lácteas, creme de leite, nata, etc., que necessitam em média 5 a 10 litros de leite para produzir 1 quilo.

“Com isso conclui-se que o leite produzido na região é inferior ao volume consumido. Contudo, nossa região está localizada próxima a outros grandes centros populacionais como Joinville, Itajaí e Florianópolis, com população estimada em 2,3 milhões de habitantes, podendo-se assim projetar o grande mercado potencial existente”, destaca Sudoski.

O próximo passo que o grupo gestor planeja, é tornar público o projeto através de reuniões locais com produtores, associações, cooperativas, prefeituras e empresários, com o objetivo de apresentar os produtos lácteos sugeridos, a projeção técnico-econômica das instalações e quais os possíveis mercados a atingir. Com isso pretende-se incentivar a criação de uma cooperativa de produtores que tenha como negócio principal a agregação de valor através do processamento do leite.

Para maiores esclarecimentos e informações, Gerente Regional da Epagri – Engenheiro Agrônomo, Donato João Noernberg (donatojoao@epagri.sc.gov.br) ou ainda poderá ser contatado o Engenheiro Agrônomo Waldemiro Sudoski (sudoski@epagri.sc.gov.br), Coordenador Regional de Pecuária da Epagri no Planalto Norte. Fonte: http://www.opovojornal.com.br

 

Mais informações: Gerência Regional da Epagri de Canoinhas (47 3627-4199)

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@microbacias.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>