Polícia Militar Ambiental lança cartilha de educação ambiental para cegos

     pmacartilha1

Cinco temas das revistas em quadrinhos da série ‘Nosso Ambiente’, da Polícia Militar Ambiental (PMA) de Santa Catarina, ganharam uma nova versão e poderão ser lidas pelos cegos e por quem tem dificuldades na visão.

As cartilhas em braile foram lançadas durante a formatura dos Protetores Ambientais, na terça-feira (28 de novembro). Esta ferramenta pedagógica em educação ambiental idealizada pela PMA de Lages é inédita em Santa Catarina.

pmacaartilha2

O projeto de ‘Educação Ambiental Inclusiva – uma percepção do ambiente natural’ começou há cerca de um ano. A ideia surgiu de um desejo de estender os conhecimentos sobre alguns temas para esse público. A sensibilização ambiental adaptada para os cegos vai começar pela fauna, flora, água, puma e javali. Cada livreto tem, em média, 40 páginas com texto e ilustrações.

Outra novidade é a narração do conteúdo gravado em CD. Ao todo, são cinco faixas de aproximadamente cinco minutos. Esse formato vai atender os cegos não alfabetizados em braile. O trabalho foi feito em parceria com o curso de Jornalismo da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) e dois protetores ambientais.

pmacartilha2

A presidente da Associação dos Deficientes Visuais do Planalto Serrano (Adevips), Luzia Wolff França, ficou feliz e surpresa com a novidade. “É um dia muito especial porque são poucos os que se lembram de produzir materiais acessíveis para nós cegos”. Em Lages, mais de 50 associados da Adevips poderão usar o material disponibilizado pela PMA.

pmacartilha3

Outro kit foi entrega à Associação de Deficientes Visuais do Oeste de Santa Catarina, a Adevosc. Alguns representantes da entidade participaram do lançamento da cartilha. “Muito se fala em inclusão e acessibilidade e só com esforço como este, quando as pessoas têm vontade mesmo, provamos que é possível”, frisa Alceu Kuhn.

Recurso garantido

Nesse primeiro momento, apenas essas duas associações receberam o material. Para atender um número maior de pessoas, a PMA de Santa Catarina garantiu recursos para a confecção de mais kits. “A partir de janeiro, teremos recursos para produzir cartilhas e CDs para mais 20 associações de cegos do estado”, anuncia o comandante da PMA em Lages, major Adair Alexandre Pimentel.

 

Inédito em Santa Catarina

A companhia desconhece a existência de material como este no Estado. Tanto que o coordenador de educação ambiental da PMA, cabo Ilton Agostini Júnior, reforça que foi muito difícil encontrar quem fizesse a impressão no Brasil. Para chegar a esse resultado, 15 pessoas se envolveram diretamente.

“Uma vidente (profissional que traduz textos em braile) fez a transcrição e um revisor conferiu todos os textos. Para isso, contamos com a parceria da Adevosc”. Em Chapecó, onde fica a sede da instituição, o material foi para o papel. “Considero um grande desafio porque era, e ainda é, tudo muito novo. Esse é apenas o primeiro passo”, avalia. A ideia é completar o ciclo educacional com visitas ao batalhão. No local haverá um espaço com animais empalhados vítimas de atropelamentos ou apreensões para os cegos tocá-los.

pmacartilha5
 

No final do evento de lançamento, os cegos puderam conhecer pelo toque duas serpentes. Uma giboia e uma cobra do milho foram apresentadas a eles.Texto e fotos: Catarinas Comunicação

 

Mais informações: pmalagesp3@pm.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>