Pronatec Campo é tema de encontro

mdapronatec

O mês de fevereiro começou com boas noticias para a educação profissional de agricultores familiares jovens, assentados da reforma agrária e povos e comunidades tradicionais. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), criado em 2011, visa  incentivar a inclusão social por meio da ampliação da Rede de Formação  Profissional e Tecnológica e da oferta de cursos de formação inicial e continuada  de produção, manejo, sanidade e gestão. 

Com o objetivo de discutir as diretrizes e a continuidade do Pronatec Campo, que integra o Programa Nacional de Educação no Campo, uma reunião aconteceu na quinta-feira (1) entre representantes da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), Subsecretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e Ministério da Educação (MEC).

Segundo o economista da Sead, Tiago Lopes Cantalice, para este primeiro semestre de 2018, serão oferecidas 5.000 vagas, com início previsto para o final do mês de março. “São cursos técnicos de formação inicial e continuada que serão ministrados dentro da rede de formação profissional e tecnológica de ensino em 22 estados da federação”, afirmou.

Para o Subsecretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Marcelo Martins, a parceria com o MEC, fornecendo recursos para viabilizar a capacitação profissional, é essencial para o fortalecimento da agricultura familiar. “Um programa muito interessante, que estamos resgatando e incentivando as ações no país, atuando fortemente em todo o setor  agrícola, melhorando, qualificando e oferecendo condições para que essa mão de obra esteja mais apta a pleitear uma vaga no mercado de trabalho ou melhorar a produtividade numa pequena propriedade da agricultura familiar”, ressalta.

O Programa

O Pronatec Campo integra o Programa Nacional de Educação no Campo (Pronacampo), do Ministério da Educação (MEC) e faz parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), criado em 2011. A modalidade Pronatec Campo é demandada pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) que é responsável por mobilizar as bases e levantar o público interessado em fazer os cursos.

Como se inscrever
Os interessados devem procurar as Delegacias Federais do Desenvolvimento Agrário (DFDAs/Sead) em seu estado, bem como os parceiros do programa, entre eles as Empresas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emateres), os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais (STRs) e as prefeituras municipais, para fazerem a pré-matrícula. Fonte:Ademir Silveira /Subsecretaria de Desenvolvimento Rural (SDR)/Assessoria de Comunicação/Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário

 

Mais informações:  imprensa@mda.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>