Associados da Eco Vida discutem alternativas para o setor produtivo

jaguarunaecovida2

Com este objetivo, foi realizado na terça-feira, 06, na propriedade do casal Jobi Fernandes Cardoso e Fátima Forgiarini Cardoso, na comunidade de Morro Bonito, em Jaguaruna, um encontro com integrantes da Rede Eco Vida de Agroecologia, núcleo Serra Mar.

"A Eco Vida é uma rede de profissionais, agricultores e pessoas envolvidas com a agroecologia com uma produção sustentável de alimentos. Ela existe há mais de 20 anos e abrange os três estados do sul do Brasil. É dividida em vários sub grupos, chamados de núcleos. Nosso núcleo abrange desde a região de Imbituba, uma parte de Garopaba até próximo de Maracajá e no pé da serra, nas cidades de Lauro Müller e Orleans", explica Loivana Carolina Peruque, coordenadora do núcleo Serra Mar da Rede Eco Vida de Agroecologia. 

De acordo com Loivana, as reuniões são realizadas a cada três meses e participam integrantes de todas as regiões do núcleo. "Nós discutimos vários pontos para o fortalecimento da agricultura familiar na região. As reuniões acontecem durante todo o dia. Na parte da manhã é feita alguma oficina, algum curso… na parte da tarde são discutidos os assuntos do núcleo. Hoje nós fizemos um diagnóstico rural participativo com objetivo de compreender um pouco mais, a partir da perspectiva de todos os produtores e técnicos e demais pessoas que estão participando, como está a questão da comercialização dos produtos no nosso território".

jaguarunaecovida

Aproximadamente 60 pessoas participaram da reunião, onde foi feito um levantamento dos produtos ofertados por cada produtor, quantidade produzida anualmente, formas de comercialização, o que pode ser produzido a mais e o que está tendo mais demanda. Muitos agricultores fazem parte do núcleo desde a sua criação. "Aqui na região a gente tem produtores presentes há muito tempo na rede Eco Vida, como seu Geraldo e a dona Dorzinha, seu Jobi e dona Fátima, que fazem parte desta formação da rede na região e são figuras fundamentais na agroecologia, servindo também para impulsionar outros agricultores", frisou Loivana.

A coordenadora do núcleo Serra Mar destacou a importância da mudança de visão para o consumo do agroecológico. "Quando você muda a visão de consumo, você consume dentro de uma economia solidária produtos vindos direto da agricultura familiar, de preferência da agroecologia. A agroecologia se desenvolve não somente com os agricultores e técnicos, mas também com uma rede de consumidores que vão demandar estes produtos, então a importância desta consciência, ou seja, pessoas que querem uma alimentação melhor, uma vida melhor, almejam um planeta mais limpo, uma natureza preservada, que tenham a consciência dessa mudança de ótica de consumo para que a gente possa fortalecer esses espaços", finalizou.

 

Mais informações: https://pt-br.facebook.com/serramar.ecovida

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4307
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>