Jovem rural de Zortéa inova com projeto de engorda de terneiros

zorteajovem2

A criação de gado de corte é uma atividade importante na economia do país. O Brasil é o maior exportador de carne bovina do mundo. O rebanho brasileiro é formado por mais de 220 milhões de cabeças. Algumas delas estão numa pequena propriedade da região do Meio Oeste catarinense. Lá, o jovem produtor Hiran Luis dos Santos investe na terminação de terneiros para produção de carne.

zorteajovem4

Hiran tem 25 anos de idade e muita disposição para o trabalho. Ele mora na comunidade Volta Grande, do município de Zortéa. A propriedade da família é de 20 hectares, a metade está dividida em piquetes, cultivados com pasto de qualidade.  Nestes piquetes os terneiros crescem e engordam para depois serem vendidos para o frigorífico com peso entre 450 e 500 quilos.

zorteajovem3

O sistema de engorda de terneiros tem como base alimentação a pasto. Para isso, a área está dividida em 10 piquetes com pasto fresco e sempre à vontade para os animais. Hiran diz que aproveitou uma área nobre da propriedade e investiu em pastagem. “Como é um terreno bom nós plantamos o pasto Jiggs e no inverno fazemos sobressemeadura com aveia e azevém, além do plantio de trevo branco e vermelho”.

Profissionalismo, persistência e inovação movem esse jovem produtor. Sempre com a orientação técnica do extensionista rural da Epagri,  Maykol Ouriques, Hiran já se destaca no ramo da pecuária de corte. Em 2015, ele fez o curso da Epagri em Gestão, Liderança e Empreendedorismo. A partir do curso, a vida mudou e Hiran percebeu que para ficar no campo era preciso apostar em qualificação profissional. Hiran conta que teve todo o apoio dos pais para iniciar seu projeto de vida. “Depois de fazer o curso da Epagri, eu percebi que meu futuro estava aqui no campo. Conversei com meus pais e eles disponibilizaram uma área da propriedade para implantar as pastagens e colocar os terneiros para engorda. Agora tenho minha própria renda”.

zortejovem1

O extensionista Maykol acompanha de perto todo o trabalho realizado na propriedade. A assistência técnica melhora o desempenho da atividade e por meio de planilhas on-line,  produtor e extensionista compartilham informações sobre o desenvolvimento dos animais. É a internet fazendo a diferença no campo, também no interior do município de Zortéa. Maykol explica que toda a pesagem dos animais é anotada em uma planilha que fica disponível no celular e ele faz todo o acompanhamento do ganho de peso à distância. “É uma ferramenta que facilita muito a comunicação, a assistência técnica e a gestão da atividade, já que o ganho de peso é a base para a lucratividade do empreendimento”, conclui o extensionista.

Veja a reportagem completa sobre o projeto de engorda de terneiros do jovem rural Hiran Luis dos Santos, no Canal da Epagri no YouTube.

 

Mais informações: emzortea@epagri.sc.gov.br

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>