Produtores de lúpulo do sul do Brasil se reúnem em Lages e Palmeira

lupulus1

Produtores da Associação Brasileira Lúpulo (Aprolúpulo), realizaram no último sábado, dia 09, um “Dia de Campo” em propriedades da região serrana de Santa Catarina. Cerca de 60 produtores participaram do evento, que teve como principal objetivo mostrar a cultura para novos investidores.

lupulus3

Atualmente a região conta com cerca de 20 produtores. O secretário da agricultura de Lages, Osvaldo Uncini, prestigiou o dia de campo. Segundo o presidente da Associação Brasileira, Alexsander Creuz, que é técnico em agronegócio, a produção é ainda pequena, pois trata-se de plantio novo. “O lúpulo começa a atingir a sua maturidade a partir do quinto ano. A maioria da região está no terceiro ano de plantio”, e complementou “ é um investimento seguro de um bom retorno. O Brasil importa quase que a totalidade do lúpulo consumido”, comentou.

lupulus4

Estima-se em 20 hectares de área plantada na região. O investimento inicial gira em torno de R$150 mil reais, o que pode ser pago já na primeira safra, comentaram alguns produtores. O preço do Kg é comercializado a R$250,00. A produção é toda comercializada para as fábricas artesanais e microcervejeiros, em um número aproximado de de 20 produtores. O lúpulo é plantado em todo o Brasil e algumas espécies se adaptam bem ao frio. O período todo da safra compreende o plantio em setembro e a colheita em fevereiro e março. O lúpulo é também plantado experimentalmente no Centro Agroveterinário, CAV. Sua primeira produção rendeu 22 Kg de 22 tipos diferentes.

lupulus5

A associação brasileira foi criada em maio do ano passado, possui sua sede junto ao CAV/Udesc e é presidida por um produtor que mora atualmente em Lages, Alexsander Creuz. Ele é paulista e trabalhou durante 20 anos com mercado financeiro e na Bolsa de Valores. Após visitar e estudar inúmeras propriedades no Estado, decidiu há um ano por Lages, porque foi a região que melhor se adaptou ao seu plano de negócio.

A Associação Brasileira de Produtores de Lúpulo (Aprolúpulo) foi criada em maio de 2018, com o objetivo de gerar informações e fomentar a cultura do lúpulo, um dos principais ingredientes da produção cervejeira, que atua como conservante natural. Atualmente, o Brasil depende 100% da importação do produto para a produção e os maiores exportadores são Alemanha e Estados Unidos.

Segundo Mariana Fagherazzi, que é doutoranda em Produção Vegetal da Udesc Lages, a organização proporcionará condições para que o produtor cresça. "Os produtores poderão compreender melhor as técnicas agrícolas e administrativas, participando e contribuindo para o processo de comercialização".

Mariana comenta que a cultura do lúpulo é considerada recente no Brasil e conta que a ideia de criar a associação surgiu durante um encontro de produtores em Porto Alegre-RS, em 2017, motivando o movimento em Santa Catarina.

lupulus2
O Lúpulo chegou ao Brasil em 2014 e possui os sexos feminino e masculino

O lúpulo começou a ser planto no interior paulista em 2014. Antes da ascensão das cervejas artesanais, as grandes cervejarias não falavam nada a respeito deste importante ingrediente da cerveja. O lúpulo é uma flor de uma planta trepadeira e se desenvolve favoravelmente em climas frios, sendo cultivada principalmente na Europa e na América do Norte.

A planta possui os sexos feminino e masculino, porém, a parte de interesse para fins cervejeiros são as flores da planta fêmea. Nela, são formadas glândulas de lupulina que contêm resinas e óleos, substâncias utilizadas no preparo da bebida. Esse ingrediente é principalmente adicionado durante a fervura do mosto na preparação da cerveja, destacando-se por conferir à bebida o amargor e aroma característicos, juntamente a outras propriedades que são indispensáveis para a produção de um produto de qualidade.Fontes: Aprolúpulo / lagesnarede.com.br

Mais informações: https://www.aprolupulo.com.br/

Secretaria Executiva Estadual do SC Rural – (48) 3664 4309
Endereço eletrônico: imprensa@scrural.sc.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>